“Ele sabe o que aconteceu”. Alegada vítima do príncipe André detalha abusos e pede apoio dos britânicos

Uma jovem norte-americana que diz ter sido trazida para o Reino Unido com 17 anos para ter relações sexuais com o Príncipe André implorou ao público britânico para “ficar do seu lado” e “não aceitar o que lhe aconteceu”.

Virginia Giuffre, uma das acusadoras do agressor sexual condenado Jeffrey Epstein, que se suicidou na prisão, contou à BBC que foi traficada para Londres por Epstein em 2001. À emissora britânica, a mulher disse que a namorada de Epstein lhe disse o que “fazer por André”.

A mulher deu a sua primeira entrevista à BBC como parte de um programa especial de uma hora. A entrevista inclui o seu relato sobre como foi apresentada ao príncipe Andrew.

Giuffre disse que o príncipe, Epstein e a sua então namorada, a socialite Ghislaine Maxwell, levaram-na para o clube noturno Tramp, em Londres, onde o príncipe pediu que dançasse. “Ele é o dançarino mais hediondo que eu já vi na minha vida”, contou. “O seu suor era como se estivesse chovendo basicamente em todo o lado“.

Quando deixaram a discoteca, Giuffre disse que Ghislaine Maxwell lhe deu instruções. “No carro, Ghislaine disse-me que tenho que fazer por André o que faço por Jeffrey e isso deixou-me doente”. Mais tarde, naquela mesma noite, a jovem teve relações sexuais com o príncipe.

À BBC, o membro da família real foi questionado sobre o caso, negando categoricamente qualquer envolvimento com Virginia Giuffre. André disse que, nesse dia, estava “em casa com os filhos” e relembra que levou a princesa Beatriz a uma festa no restaurante Pizza Express, em Woking.

Questionado sobre uma fotografia em que aparece com o braço em volta da cintura de Virginia Giuffre, o príncipe disse que não se lembrava da fotografia que havia sido tirada e questionou se era mesmo a mão dele.

Nesta entrevista à BBC, Giuffre disse que “as pessoas de dentro continuarão a inventar essas desculpas ridículas, como se o braço dele fosse alongado ou a foto fosse adulterada”. “Ele sabe o que aconteceu, eu sei o que aconteceu. E há apenas um de nós a dizer a verdade”, afirmou.

O príncipe André tinha uma relação de amizade com Jeffrey Epstein e até se demitiu do cargo de embaixador comercial britânico após Epstein ter sido condenado à prisão.

O Palácio de Buckingham, contudo, diz que o duque “lamenta inequivocamente a sua associação mal julgada com Jeffrey Epstein” e “simpatiza profundamente com os afetados que desejam alguma forma de conclusão”.

Jeffrey Epstein, bilionário de 66 anos foi detido em Nova Jersey, no dia 6 de julho, e a polícia encontrou diversas fotografias de raparigas nuas na sua mansão, em Nova Iorque.

Epstein esteve sob vigilância especial porque, a 23 de julho, foi encontrado no chão da sua cela com hematomas no pescoço. Uma semana antes de ser encontrado morto tinha sido retirado desse sistema de vigilância mais apertado, que normalmente é aplicado a reclusos que demonstrar altos risco de tentarem o suicídio.

O médico legista determinou que a morte de Epstein foi um suicídio, mas há diversas teorias da conspiração que diferem dessa opinião. O relatório do médico diz que o pescoço de Epstein estava partido em vários sítios, incluindo o osso hioide, que fica perto da maçã de Adão. Vários especialistas dizem que essa lesão acontece em casos de enforcamento, mas é mais comum em situações de estrangulamento.

A morte de Epstein impediu que se levasse a cabo um julgamento que envolveria figuras importantes de todo o mundo, facto que motiva ainda mais as suspeições sobre a natureza em que aconteceu. Dois dias antes da sua morte, o magnata assinou um testamento canalizando 577 milhões de dólares (520 milhões de euros) em ativos para um fundo fiduciário.

Jeffrey Epstein já se tinha declarado culpado de abusar sexualmente várias raparigas em Nova Iorque e Florida no início dos anos 2000. O Departamento da Justiça deixou claro que vai prosseguir as investigações e trazer à justiça todos os que estiverem envolvidos nestes casos de abuso sexual de menores. Epstein tinha uma rede poderosa de amigos, entre eles o atual Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o antigo Presidente Bill Clinton.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …