Juntos Podemos avança para formar partido

*Bloco / Flickr

Manifestação "Que se lixe a troika"

Manifestação “Que se lixe a troika”

O movimento “Juntos Podemos” decidiu este sábado avançar para a formação de um partido político, após uma assembleia cidadã que decorreu durante todo o dia, no Porto, informaram os porta-vozes.

O objetivo passa por consumar uma candidatura às eleições legislativas de 2015, na medida em que, neste momento, garantem, já contam de 1000 assinaturas.

“Dentro de dois meses, esperamos ter as 7500 necessárias para submeter a candidatura à aprovação do Tribunal Constitucional”, assegurou Henrique Dúria, um dos porta-vozes.

A decisão de avançar para um partido foi votada por 62 pessoas e eleita com 55 votos a favor e sete abstenções.

Nesta assembleia, foi ainda eleita uma comissão coordenadora, formada por 19 pessoas.

No entanto, o objetivo, asseguram, passa pela realização de sucessivos escrutínios de “assembleia em assembleia”.

“Da próxima assembleia, poderá sair uma nova comissão coordenadora”, explicou Manuela Magno, que liderou uma tentativa de candidatura independente às presidenciais de 2006, que seria chumbada pelo Tribunal Constitucional.

“A ideia aqui é colocarmos sempre o poder deliberativo nas pessoas”, justificou Diogo Ferreira, também porta-voz.

Ficou ainda definida a data e o local da próxima assembleia: 28 de fevereiro, em Coimbra.

Frisando que a iniciativa conta com representantes de movimentos como “Que se lixe a troika“, Manuela Magno destacou o facto de o “Juntos Podemos” ter uma base de apoio “muito alargada”, que engloba “desde jovens a pessoas com mais de 80 anos de idade”.

O movimento tem ainda uma plataforma digital, intitulada “Airesis“, que conta com fóruns de discussão e que, em breve, garante Raquel Oliveira, igualmente porta-voz, permitirá que as votações não sejam apenas presenciais.

Frisou ainda que todas as propostas apresentadas durante a assembleia de hoje vão ficar disponíveis ‘online’ para que os membros do movimento possam propor alterações e para que depois possam ser votadas na próxima assembleia, em Coimbra.

Na primeira assembleia cidadã do “Juntos Podemos”, que decorreu em Lisboa, a 14 de dezembro, foi eleita uma comissão dinamizadora do movimento, da qual faziam parte, entre outros, a ex-deputada do Bloco de Esquerda Joana Amaral Dias e o jornalista Nuno Ramos de Almeida.

Um mês depois, catorze elementos da mesma comissão decidiram dissolver este órgão, por considerarem “que havia uma tentativa de tomada de poder por parte de um partido organizado”, justificou então Nuno Ramos de Almeida.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um rato

Nova Iorque alvo de aumento recorde de casos de doença rara transmitida por ratos

Uma doença bacteriana rara, espalhada através da urina de rato, está a assolar a cidade de Nova Iorque. Este ano, pelo menos 15 pessoas terão contraído a doença. Destas, 13 foram hospitalizadas e uma morreu. A …

Portugal regista mais três mortes e 927 casos de covid-19

Portugal registou, esta quarta-feira, mais três mortes e 927 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 927 novos …

Festejos do Sporting. IGAI garante que "não omitiu informação ou branqueou factos"

A inspetora-geral da Administração Interna garantiu no Parlamento, esta quarta-feira, que a IGAI "não omitiu informação ou branqueou factos" no relatório sobre os festejos do Sporting, sustentando que tudo o que foi investigado consta do …

PAN só viabiliza OE "se houver compromisso do Governo em alterar" a proposta

A porta-voz do PAN afirmou, esta quarta-feira, que o partido só poderá viabilizar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) se o Governo se comprometer com alterações à proposta na especialidade. Inês Sousa Real falava aos …

Colômbia condenada por não ter investigado agressões "verbais, físicas e sexuais" a jornalista

De acordo com a sentença, o Estado colombiano não investigou devidamente o caso de sequestro, tortura e violação da jornalista Jinedth Bedoya, que estava a trabalhar numa reportagem sobre a guerra civil em 2000. O Tribunal …

Rio diz ter "obrigação" de avançar com recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD justificou a sua recandidatura à liderança, esta quarta-feira, pela "obrigação" de colocar o interesse do país e do partido à frente da sua vida pessoal. No final de uma audiência com o …

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 5 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram, esta quarta-feira, que vão convocar uma greve nacional de professores para 5 de novembro. Em comunicado, a Fenprof refere que a greve …

PCP reconhece aproximação do Governo, mas diz que ainda é insuficiente

O líder parlamentar do PCP considerou, esta quarta-feira, que houve uma aproximação do Governo às propostas do partido, mas que ainda não é suficiente para alterar a avaliação feita sobre o Orçamento do Estado para …

Alemanha pode falhar objetivo de doação de vacinas contra a covid-19 (e culpa fabricantes)

A Alemanha pode falhar o seu objetivo de doar 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a países mais pobres. Um funcionário do ministério da saúde alemão revelou, numa carta a Bruxelas, que a …

Alexei Navalny vence Prémio Sakharov 2021

O opositor russo Alexei Navalny é o vencedor do Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento 2021, anunciou o Parlamento Europeu, esta quarta-feira. Alexei Navalny foi nomeado pelos grupos políticos PPE e Renovar a Europa devido …