Com sensação de dever cumprido, Juncker pede luta aos “nacionalismos estúpidos”

eppofficial / Flickr

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

O presidente cessante da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, admitiu hoje, perante o Parlamento Europeu, que deixa Bruxelas com o sentimento de dever cumprido e pediu que a Europa “combata com todas as forças os nacionalismos estúpidos”.

No discurso de balanço do seu mandato (2014-2019), Juncker considerou que a sua Comissão cumpriu no essencial nas três grandes frentes que elegeu como prioritárias há cinco anos – o crescimento, o emprego e o investimento -, e lamentou que não tenha sido possível ir mais longe noutros domínios, como na política de refugiados ou na união bancária, apontando o dedo à falta de esforço dos Estados-membros.

Naquele que terá sido o seu último discurso no hemiciclo de Estrasburgo – ainda que a atual Comissão deva prolongar o seu mandato por um mês, até 30 de novembro, face ao impasse na formação da ‘Comissão Von der Leyen’ -, Juncker considerou que não há motivos para demasiadas celebrações, mas admitiu “orgulho” com o esforço da sua equipa – “se todos se esforçassem do mesmo modo, estaríamos melhor”, observou – e por ter dado o seu “pequeno contributo” para o projeto europeu.

Recordando o contexto complexo em que assumiu funções, “a pior crise económica e social desde a Segunda Guerra Mundial”, Juncker, referindo-se às três áreas em torno das quais se propôs trabalhar mais afincadamente, apresentou números para dar conta dos resultados alcançados, apontando que a Europa vai já no 25º trimestre consecutivo de crescimento económicos, foram criados 14 milhões de postos de trabalho e o ‘plano Juncker’ gerou investimentos suplementares na ordem dos 439,4 mil milhões de euros.

Ainda no plano económico, não escondeu o seu orgulho por ter defendido ‘com unhas e dentes’ a permanência da Grécia na zona euro, “contra a vontade de muitos”, e por a Comissão Europeia ter defendido e garantido uma leitura “mais flexível e inteligente” do Pacto de Estabilidade e Crescimento, o que ajudou países com Portugal, Espanha, Itália e Grécia, referiu.

Jean-Claude Juncker admitiu também desilusão com a falta de progressos em muitas áreas, mas fazendo questão de recordar as muitas propostas apresentadas pelo seu executivo, que acabaram por não ser aprovados em tempo útil pelo Conselho (Estados-membros).

O presidente cessante da Comissão lamentou que não tenha sido possível “avançar no dossier da reunificação cipriota” ou “num tratado com a Suíça”, deplorou que, ainda hoje, não tenha sido concretizada a União Bancária, pilar de uma verdadeira União Económica e Monetária, e lembrou todas as propostas que apresentou no sentido de melhorar a política de refugiados, matéria onde não foi possível ir mais longe devido aos obstáculos de vários Estados-membros, embora salientando que a Europa salvou 760 mil vidas no Mediterrâneo.

Juncker concluiu a sua intervenção afirmando que “é preciso continuar a lutar pela Europa e combater com todas as forças os nacionalismos estúpidos“.

“Viva a Europa”, concluiu, sendo ovacionado de pé pela esmagadora maioria dos eurodeputados e pelos seus comissários.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …