Jovens de 18 anos vão ter Cultura grátis durante um ano

jaime.silva / Flickr

O acesso gratuito anual à Cultura para jovens que completem 18 anos em 2018 foi, esta segunda-feira, publicado em Diário da República, garantindo entrada em museus, palácios, teatros nacionais, equipamentos e atividades tutelados pelo Ministério da Cultura.

O ano de gratuitidade em eventos culturais para jovens nascidos em 2000 é válido por um ano depois da publicação do diploma, ou seja, até abril de 2019. A medida insere-se no âmbito do projeto “És Cultura18”, apresentado esta segunda-feira em Lisboa.

No âmbito deste projeto, que foi um dos vencedores do Orçamento Participativo Portugal 2017, os jovens que fazem 18 anos em 2018 “terão acesso gratuito a uma rede de equipamentos abrangentes em termos territoriais”, que representa uma “oferta cultural muito variada, muito heterogénea e muito completa”, explicou o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, no Museu Nacional de Arte Antiga.

Para terem acesso, basta “apresentarem o cartão de cidadão”. A lista dos eventos e equipamentos, “sob tutela do Ministério da Cultura e não só”, como a Fundação Calouste Gulbenkian ou museus municipais, está disponível no site criado para o projeto.

Quanto à possibilidade de realizar o projeto nos anos seguintes – em 2019 passariam a ter acesso gratuito os jovens nascidos em 2001 e daí em diante -, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, respondeu: “Depois vamos pensar”.

“Mas disse-me a senhora secretária de Estado há pouco que já há uma proposta igual a esta para este ano, por isso quem sabe”, afirmou. A submissão de propostas para o Orçamento Participativo Portugal 2018 pode ser feita até 25 de abril.

O projeto é da autoria de João Gonçalo Pereira e Tiago Veloso, foi o mais votado na edição de 2017 do Orçamento Participativo Portugal 2017, e é “a primeira ideia vencedora a ser posta em prática”.

João Gonçalo Pereira, que esteve com Tiago Veloso na apresentação, confessou que “não esperava conseguir seis ou sete mil votos” e que ainda hoje não percebe como tal aconteceu. Com o projeto, espera conseguir “desmistificar a ideia de que a Cultura é um bicho papão”.

Tiago Veloso defendeu que “a Cultura é o cimento que une a sociedade” e que oferecer esta oportunidade a um jovem de 18 anos é dar um “sinal que este conta para a Cultura e que a Cultura conta para a sua vida”.

A ideia dos proponentes foi reforçada pelo secretário de Estado da Cultura, para quem “a Cultura é algo estruturante na formação dos cidadãos”. Para Miguel Honrado, este projeto contribui também para uma “dessacralização no acesso à Cultura”.

O facto de a maioria dos projetos que concorreram ao Orçamento Participativo Portugal 2017 serem da área da Cultura é, para o governante, “uma prova de que os cidadãos estão muito atentos à questão cultural e que querem tê-la perto de si.

Já o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, destacou o projeto lembrando que “o Governo quer a aproximação efetiva dos cidadãos à Cultura e da Cultura aos cidadãos”.

A verba inscrita no Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) para o segundo Orçamento Participativo Portugal é de cinco milhões de euros, um aumento de dois milhões de euros face à edição do ano passado.

Os cinco milhões de euros são, de acordo com a proposta, distribuídos da seguinte forma: 625 mil euros para o grupo de projetos de âmbito nacional, 625 mil euros para cada um dos cinco grupos de projetos de âmbito territorial NUT II e o mesmo valor para cada um dos dois grupos de projetos das regiões autónomas.

Os 38 projetos vencedores da primeira edição do OPP foram anunciados em 14 de setembro, numa cerimónia em Lisboa, tendo saído vencedores dois projetos de âmbito nacional e 36 regionais, com a área da cultura a ver mais projetos triunfar, num total de 14.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …

Ruben foi libertado depois de passar 11 anos na prisão por crimes que não cometeu

Ruben Martinez Jr. saiu em liberdade do Supremo Tribunal de Los Angeles após ter passado 11 anos na prisão por uma série de assaltos à mão armada que não cometeu. Um homem que passou 11 anos …

Um em cada três portugueses não vai ao dentista ou só vai em caso de emergência

Mais de 30% dos portugueses não vão ao dentista ou só o fazem em caso de urgência e quase 10% não tem qualquer dente, segundo o Barómetro da Saúde Oral de 2019. De acordo com os …

Pintura de Monet rende 25 milhões de euros em leilão

A Sotheby's vendeu por 27,6 milhões de dólares (25 milhões de euros) uma pintura de Claude Monet, "Charing Cross Bridge", na terça-feira à noite em Nova Iorque num leilão de arte impressionista e moderna. O trabalho …