Jovem que terá esfaqueado adeptos do Sporting em Guimarães acusado de homicídio

maveric2003 / Wikimedia

O Ministério Público acusou de homicídio qualificado, na forma tentada, um jovem de 20 anos suspeito de esfaquear, em Guimarães, dois adeptos do Sporting, no final de um jogo de futebol, a 1 de novembro de 2014.

Segundo a acusação, a que a Lusa teve acesso esta quinta-feira, o arguido vai ainda responder por três crimes de ofensa à integridade física qualificada e por um crime de detenção de arma proibida.

No mesmo processo, é também arguido um jovem de 18 anos, acusado de quatro crimes de ofensa à integridade física qualificada.

Os factos remontam à noite de 1 de novembro, no final do jogo de futebol entre o Vitória de Guimarães e o Sporting, para a 9ª jornada da I Liga, que a equipa minhota venceu por três bolas a zero.

De acordo com a acusação, quatro adeptos do Sporting, oriundos de Mirandela foram abordados, na rua, pelos dois arguidos, que envergavam bonés e casacos alusivos ao Vitória de Guimarães e que estavam acompanhados por mais “6 a 7” pessoas, que as autoridades não conseguiram identificar.

Os ofendidos foram agredidos com socos e pontapés, mas dois conseguiram entretanto fugir do local, enquanto os outros dois ficaram “cercados” pelos agressores.

Um dos arguidos sacou de uma navalha de 8,5 centímetros, de abertura automática mediante mecanismo de mola, e deu uma navalhada no tórax a um dos ofendidos e duas numa omoplata a outro.

Mesmo depois de os ofendidos estarem no chão a sangrar, os arguidos “continuaram a dar-lhes socos e pontapés”, só abandonando o local após terem sido avisados de que a polícia estava a chegar.

A acusação de homicídio qualificado, na forma tentada, refere-se ao caso do adepto que foi esfaqueado no tórax, já que se trata de uma zona do corpo “que aloja órgãos vitais”.

O arguido “previu que poderia matar, resultado com o qual se conformou e quis”, refere a acusação, sublinhando que a navalha utilizada era “um meio especialmente idóneo” para provocar lesões graves.

O Ministério Público sublinhou que os arguidos agiram “de forma inesperada, sem qualquer provocação e impulsionados por motivo fútil”, traduzido “na mera disputa clubística”.

O arguido acusado de desferir as navalhadas está a aguardar julgamento em prisão domiciliária, com vigilância eletrónica.

O seu advogado, Pedro Carvalho, disse à Lusa que está a analisar a acusação, sublinhando que a estratégia da defesa poderá passar por requerer a instrução.

“Já esperávamos uma acusação por homicídio na forma tentada, apesar de ser, quanto a nós, manifesto que não existiu intenção de matar. Mas em Portugal, sempre que há uma agressão com arma e lesões corporais, o Ministério Público entende sempre haver uma tentativa de homicídio”, referiu.

Pedro Carvalho disse ainda esperar “que não haja pressão dos dirigentes desportivos, como se verificou lamentavelmente no início do processo, porque estão a ser julgadas pessoas e não clubes, e quer as vítimas, quer os agressores merecem um julgamento justo, não mediatizado ou politizado”.

“Os dirigentes desportivos devem dar o exemplo e absterem-se de discursos inflamados e quezílias, preocupando-se em apenas vencer jogos dentro das quatro linhas e em combater a violência verbal ou física no desporto e não incentivar a mesma”, rematou.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro que o menino não queria fazer mal ao espetar a navalha. Devia era apanhar 25 anos juntamente com o monte de m…. do advogado que ainda acha que tem razao

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …