Jornalistas da RTP acusam Maria Flor Pedroso de violar “deveres deontológicos e de lealdade”

Miguel A. Lopes / Lusa

A jornalista Maria Flor Pedroso

A redação da RTP acusa a agora ex-diretora de informação de “violação dos deveres deontológicos e de lealdade para com a redação da RTP”.

Os jornalistas da RTP reuniram em plenário, na tarde desta segunda-feira, no mesmo dia em que Maria Flor Pedroso se demitiu do cargo de diretora de informação. De acordo com o comunicado enviado às redações, citado pelo Público, o grupo acusa a agora ex-diretora de “violação dos deveres deontológicos e de lealdade para com a redação da RTP”.

Os jornalistas lamentam ainda a “falta de explicações por parte da diretora-adjunta Cândida Pinto“, que não participou nesta reunião, “a quem é imputada conivência com a diretora de informação no decorrer da investigação do chamado caso ISCEM”.

Na mesma nota, votada por 63 jornalistas, a redação rejeita “qualquer tentativa de ingerência externa nas decisões que [lhes] competem exclusivamente” e reafirmam a “independência e a liberdade como pedras basilares do jornalismo”, manifestando a “unidade da redação da RTP-TV no compromisso de prosseguir” esse caminho.

Maria Flor Pedroso colocou o seu lugar à disposição depois do conflito com a equipa do “Sexta às 9”, apresentado por Sandra Felgueiras. Em causa está o relato feito pela coordenadora do programa em que adiantou que se estava a investigar suspeitas de corrupção, no âmbito do processo de encerramento do Instituto Superior de Comunicação Empresarial (ISCEM), que passava pelo alegado recebimento indevido de “dinheiro vivo”.

Nesse âmbito, Sandra Felgueiras acusou a ex-diretora de informação da RTP de ter transmitido informação privilegiada à visada na reportagem [diretora do ISCEM, Regina Moreira], o que Flor Pedroso “rejeitou liminarmente”.

Na carta enviada ao presidente da RTP, na qual pôs o lugar à disposição, Maria Flor Pedroso referiu que “o projeto profissional a que esta direção se entregou (…) nunca cedeu a motivação outra, que não a da causa de uma informação livre, isenta, plural e independente”.

“Face à reiterada exposição pública de insinuações, mentiras e calúnias, à qual eu e a minha direção somos totalmente alheios, face aos danos reputacionais causados à RTP, considero não haver condições para a prossecução de um trabalho sério, respeitado e construtivo, como tentámos realizar ao longo deste ano de mandato”, sublinhou ainda.

A diretora de informação cessante refere ainda que “a construção de realidades alternativas a partir de meias verdades, da qual se alimenta um certo tipo de jornalismo” no qual não se revê, “é um dos problemas da sociedade atual que precisa de um jornalismo vigoroso e rigoroso, livre e independente, isento e plural para robustecer as sociedades democráticas”.

Em comunicado, a administração liderada por Gonçalo Reis agradeceu à profissional, destacando tratar-se de uma “jornalista de idoneidade e currículo irrepreensível” e apontando “o trabalho desenvolvido de forma dedicada, competente e séria enquanto diretora de informação de televisão da RTP”.

A administração adiantou ainda que “nomeará em breve uma nova direção à qual continuará a exigir a implementação das melhores práticas, para que o jornalismo feito pela RTP seja o mais completo, o mais sério, o mais credível e o mais isento, ao total serviço do público”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Luta intestina de base PS?
    Sandra Felgueiras à procura de posição?
    Parece-me que a MFPedroso não terá tido o melhor comportamento ao ter (alegadamente) “transmitido informação previlegiada”.
    No entanto, entre informação e desinformação, ficamos sempre na mesma.
    Fará falta o trabalho profissional de MFP na RTP. Passará para a SIC?

RESPONDER

Os primeiros resultados dos Censos: Portugal perdeu população pela primeira vez desde 1970

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou, esta quarta-feira, os primeiros resultados dos Censos 2021, cujas respostas por via digital ultrapassaram os 99%. Portugal tem hoje 10.347.892 residentes, menos 214.286 do que em 2011, segundos os …

Portugueses esperam quase até aos 40 para comprar casa

Um barómetro que avalia a preferência dos consumidores na hora de comprar um imóvel indica que a maioria dos portugueses só liquida o crédito à habitação após a reforma. O indicador destaca ainda que os portugueses …

Moedas fecha lista para a Câmara de Lisboa

O candidato à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já fechou a equipa que o vai acompanhar nas próximas autárquicas. O anúncio de que a lista de Carlos Moedas para a Câmara de Lisboa está fechada será …

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …