Johnson retira lote de pó de talco para bebé (mas insiste que é seguro)

A Johnson & Johnson decidiu mandar retirar um lote de pó de talco para bebé, vendido online nos Estados Unidos, depois de ter contestado várias vezes a existência de vestígios de amianto nos seus produtos.

A decisão foi tomada na sequência dos resultados de um teste feito a uma embalagem comprada na Internet, que detetou a presença de amianto, ainda que numa quantidade mínima. O mesmo teste, feito numa segunda embalagem também pela FDA, teve resultados negativos, de acordo com o Observador.

Por “abundante precaução”, a empresa norte-americana decidiu retirar aquele lote, “de forma voluntária”, como explicou em comunicado, sem deixar de sublinhar a quantidade mínima do vestígio que foi encontrado e a possibilidade de ter havido contaminação cruzada na análise. No total, são 33 mil embalagens retiradas do mercado.

Além disso, estarão a ser feitas outras investigações para perceber se houve alguma contaminação da embalagem alheia à empresa ou se o produto foi alterado depois da compra.

O recuo da Johnson & Johnson acontece numa altura em que a empresa usa todos os meios para contestar os milhares de queixas que têm sido apresentadas em tribunal, por consumidores que atribuem o facto de terem cancro à exposição ao produto e ao amianto que, alegadamente, contém. A essas queixas juntam-se ainda outros processos judiciais relacionados com outros produtos, como dispositivos médicos ou fármacos específicos.

No ano passado, a Reuters revelou que a empresa sabia há mais de 40 anos da eventual presença de vestígios de amianto no pó de talco que comercializava. Em dezembro, uma reportagem do The New York Times tornava públicos documentos internos. Já em 1971 tinha sido sugerido que os controlos de qualidade fossem mais apertados por causa desse risco. Nos memorandos, era referido “um grave risco para a saúde”.

No ano passado, a J&J venceu várias queixas, mas está ainda a recorrer da condenação num caso que envolve 22 mulheres, que culpam a Johnson & Johnson por terem tido – ou terem ainda – cancro nos ovários, por causa da presença de amiante no pó de talco. Nesse processo, a condenação foi pesada: a empresa foi condenada a pagar quase 5 mil milhões de dólares de indemnização pelos dados dados como provados.

A notícia da retirada do lote de pó de talco para bebé teve um impacto imediato no valor da empresa. Na bolsa, as ações da Johnson & Johnson cairam mais de 4%.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo com reeleição garantida. Ana Gomes em segundo com o dobro de André Ventura

Se decidir recandidatar-se à Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa vencerá confortavelmente à primeira volta, revela uma nova sondagem. De acordo com a pesquisa de opinião da Aximage para o Jornal Económico, o atual …

Presidente interina da Bolívia infetada com covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou esta sexta-feira a própria, referindo que está bem. “Estou positiva para a covid-19, estou bem, trabalharei em isolamento. Juntos, seguiremos em frente”, …

Filho de Humberto Pedrosa na calha para CEO da TAP

O Jornal Económico escreve na sua edição desta sexta-feira que o nome de David Pedrosa, filho de Humberto Pedrosa, poderá vir a ser o substituto temporário de Antonoaldo Neves na liderança da companhia aérea portuguesa. …

Jovem ilha vulcânica "cospe" cinza e lava à medida que cresce estranhamente no Pacífico

Uma ilha de origem vulcânica localizada no Pacífico está a passar um "surto vigoroso" que inclui o lançamento de cinzas e lava à medida que cresce de forma incomum desde meados de junho, avança a …

TC declara inconstitucional lei do direito de preferência dos inquilinos

O Tribunal Constitucional (TC) declarou inconstitucional a lei que garante o exercício do direito de preferência pelos arrendatários na transmissão das habitações, um pedido de fiscalização sucessiva que tinha sido feito pelo CDS-PP e PSD …

Cientistas já sabem o que é o estranho gel encontrado no lado oculto da Lua

Uma equipa de cientistas da China conseguiu determinar a natureza da estranha substância espacial que gerou muito interesse desde que foi descoberta no ano passado pelo rover chinês Yutu-2 no lado oculto da Lua. A "substância …

Astronautas devem usar Vénus como "trampolim" para chegar a Marte, defendem cientistas

Vários especialistas defendem que os astronautas devem utilizar Vénus como "trampolim" para chegar até Marte, alegando que uma missão ao Planeta Vermelho baseada neste plano seria não só mais rápida como barata. Tendo em conta a …

Famalicão 1-1 Benfica | Águia sem fama nem vitória

O duelo da 31ª jornada da Liga NOS, que colocou frente-a-frente, nesta quinta-feira, Famalicão e Benfica, terminou com um empate a um golo. Os visitantes inauguraram o marcador na etapa inicial por intermédio de Pizzi e, …

"Altamente destrutivas." Novas algas vermelhas ameaçam os recifes de coral do Havai

Uma espécie de alga de crescimento rápido, recentemente identificada, representa uma grande ameaça para o recifes de coral e para o ecossistema oceânico. Uma nova espécie de alga vermelha está a proliferar-se rapidamente através de atóis …

O comportamento dos donos influencia a forma como os cães comunicam

Uma nova investigação acaba de revelar, pela primeira vez, que a coexistência milenar entre cães e seres humanos pode ter ajudado estes animais a desenvolver mecanismos especiais para comunicarem e interagirem com os seus donos. A …