Pó de talco para bebés tem amianto (e a Johnson & Johnson sabia há décadas)

O conhecido pó de talco para bebés da marca Johnson & Johnson contém vestígios de amianto, substância considerada cancerígena, há várias décadas, de acordo com uma investigação da Reuters que garante que a empresa tinha conhecimento deste dado.

Uma grande investigação da agência de notícias Reuters  assegura que a Johnson & Johnson esteve a par, durante vários anos, de que o seu pó de talco para bebés continha vestígios de amianto.

Esta substância é considerada cancerígena e poderá estar associada a vários casos de cancro nos ovários.

A Johnson & Johnson já veio contestar a investigação da Reuters, considerando que é “desinformação” e “só para distrair” as atenções dos milhares de estudos que atestam que não há quaisquer vestígios de amianto.

Mas a Reuters avança que teve acesso a documentos internos e a testemunhos que indicam que administradores, médicos e advogados da empresa tinham conhecimento de que os testes efectuados ao pó de talco para bebés revelavam a presença de pequenas quantidades de amianto.

Estes vestígios terão sido detectados entre 1971 e o início dos anos 2000, mas a empresa terá ocultado a informação.

A Reuters nota que quando a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) avaliava a presença de amianto em talcos, em 1976, a Johnson & Johnson garantiu à entidade supervisora que nem sinal da substância tinha sido encontrado nos produtos produzidos entre 1972 e 1973.

Todavia, segundo a agência de notícias, três testes realizados em três laboratórios diferentes, entre os anos de 1972 e 1975, terão revelado a presença de vestígios de amianto. Nalguns dos casos a que a Reuters teve acesso, assinalava-se a presença da substância em níveis “bastante elevados”.

Em reacção à investigação da Reuters, a Johnson & Johnson assegura que o conteúdo é “falso” e “inflamatório”, concluindo que se trata de “uma teoria da conspiração absurda, que aparentemente abrange mais de 40 anos e que terá sido orquestrada por várias gerações de cientistas e reguladores das universidades mais importantes do mundo”.

A Johnson & Johnson tem estado envolvida em vários casos judiciais, nomeadamente por ser acusado de provocar cancro do ovário a inúmeras mulheres.

Em Julho deste ano, a empresa foi condenada a pagar mais de quatro mil milhões de euros a 22 mulheres que alegaram terem contraído cancro do ovário após vários anos de utilização de pó de talco da marca.

“Isto é só para distrair do facto de que milhares de testes independentes provam precisamente que o nosso pó de talco não contém amianto, nem causa cancro”, notou à Reuters o vice-presidente da Johnson & Johnson, Ernie Knewitz.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Desde que foi descoberto e começam a pagar indemnizações milionárias e as vendas caem a pique, ou seja, desde a altura em que o descalabro da marca se torna uma possibilidade real. Aí sim, eles “preocupam-se”…

RESPONDER

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …