/

Associação diz que João Moura maltrata cães há muitos anos

5

João Moura / Facebook

O cavaleiro João Moura

A organização sem fins lucrativos Katefriends.com alertou que esta não é a primeira vez que o cavaleiro João Moura está envolvido em maus tratos a animais.

O cavaleiro João Moura está acusado do crime de maus-tratos e abandono de animais depois de lhe terem sido retirados 18 cães galgos, em aparente estado de subnutrição. Um dos animais acabou por morrer, pelo que arrisca até dois anos de prisão. Agora, a Katefriends, uma organização que resgata e recupera galgos, alertou esta não é a primeira vez que João Moura está envolvido em maus tratos a animais.

“Ficaram chocados com o que o João Moura fez a estes 18 galgos, lamento informar-vos mas há muitos anos que katefriends.com faz 500 km (…) para trazer bebés e adultos completamente anoréxicos deste senhor sempre neste estado”, lê-se numa publicação partilhada no Facebook.

“Na maioria das vezes sobram poucos por terem morrido de fome, porque nem sempre posso largar a minha vida profissional e sair a correr como gostaria. Houve até vezes, na impossibilidade de me deslocar, voluntários trazerem-nos para a katefriends.com para evitar mais mortes. O pior, e parece que ninguém se lembra, é que existem imensos, tantos que nem imaginam ‘Joões Mouras’ no nosso país”, lê-se ainda na publicação, citada pelo Jornal i.

A associação pede ainda às pessoas que assinem uma petição para que se proíbam as corridas de galgos.

Os 18 cães galgos foram resgatados na Quinta de Santo António, em Monforte, que é propriedade de João Moura. “Estavam muito maltratados. A situação financeira do João [Moura] é muito complicada. Acredito que ele não tinha dinheiro para tratar dos animais”, referiu um vizinho do cavaleiro.

Nos últimos anos, João Moura renegociou com o Fisco uma dívida da ordem do meio milhão de euros e a sua empresa de espectáculos tauromáquicos, Verónicas e Piroetas, “chegou a ter mais de 30 processos de execução fiscal” e “está ainda na lista de devedores ao Fisco no escalão entre 10 mil e 50 mil euros”, apesar de ter fechado em 2016.

  ZAP //

5 Comments

  1. Não tem dinheiro, tudo bem. Mas será que este senhor está gordo, obeso, porque não tem dinheiro para comer? Uns meses na prisão faziam bem a este espírito hediondo. Serretas na focinheira dos cavalos, cães a massacrarem vacas, galgos a morrer à fome, fora o que se desconhece

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.