Jerónimo diz que encerrar refinaria da Galp seria “crime económico” e responsabiliza Governo

Tiago Petinga / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, classificou esta segunda-feira como “um crime económico” a intenção de encerrar a refinaria da Galp de Matosinhos, e criticou o Governo por dar “cobertura a falsos argumentos e mentiras” da empresa.

No encerramento de um encontro com representantes dos órgãos representativos dos trabalhadores da Galp, que decorreu em Lisboa, o líder comunista frisou que “a decisão está tomada, mas não está concretizada”, defendendo que, como aconteceu no passado, “pode ser revogada”.

“Saímos com a convicção reforçada de que estamos perante um crime económico que precisa de ser denunciado e combatido. Um crime que beneficia o grande capital (…) e que responsabiliza o Governo, que não só não impede esta decisão, como dá cobertura aos falsos argumentos e às mentiras que têm sido projetadas, procurando ligar esta decisão aos impactos da covid-19 ou a supostas preocupações ambientais”, alertou Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral do PCP defendeu que encerrar a refinaria de Matosinhos “não tem qualquer impacto no ambiente global”, se apenas se tratar de uma deslocalização da produção, podendo até prejudicar o meio ambiente por aumentar a necessidade de transporte pesado para levar combustíveis para o norte do país.

“O encerramento é realizado por opção económica da Galp e dos seus acionistas, a etiqueta ‘ambiente’ serve para que a operação seja financiada com fundos públicos”, apontou, alertando que será o Estado a suportar os custos das indemnizações aos trabalhadores.

Para Jerónimo de Sousa, outra das razões deste anunciado encerramento é o “excesso de oferta da União Europeia”, lamentando que “não se tenha aprendido nada com as lições da liquidação do aparelho produtivo português” ao longo dos anos em setores como a siderurgia ou a ferrovia.

O líder do PCP alertou que, se Portugal passar a contar apenas com a refinaria de Sines, sempre que esta tiver de ser encerrada para manutenção ou por um acidente, “o país passa a ficar totalmente dependente da importação”.

“A alternativa que se desenha no horizonte não é Sines, mas sim a Galiza e a sua refinaria da Repsol em La Coruña”, avisou.

Além das críticas à administração da Galp, Jerónimo de Sousa salientou que “o Governo é o segundo maior acionista da Galp e tem os instrumentos necessários para travar” este encerramento.

Mas é preciso querer, e não quer. O enfeudamento de PS, PSD e CDS aos interesses do grande capital na Galp é antigo e tem sido bem recompensado ao longo destes anos de gestão privada”, criticou.

Jerónimo de Sousa apelou à luta dos trabalhadores antes de se consumar o encerramento da refinaria — que considerou pode arrastar a destruição de um cluster industrial na região — não só em sua defesa, mas também pela nacionalização da Galp.

Durante cerca de uma hora, vários representantes sindicais e dos trabalhadores da refinaria de Matosinhos apelaram igualmente à mobilização dos trabalhadores num plenário marcado para quarta-feira.

O PCP já tinha requerido, no parlamento, a audição urgente do ministro do Ambiente Matos Fernandes, iniciativa que o deputado Duarte Alves — também presente no encontro — espera ver concretizada na primeira quinzena de janeiro.

A Galp anunciou na semana passada que vai concentrar as suas operações de refinação e desenvolvimentos futuros no complexo de Sines e descontinuar a refinação em Matosinhos a partir do próximo ano.

Em causa estão, segundo os sindicatos, 500 postos de trabalho diretos e mil indiretos. O Estado é um dos acionistas da Galp, com uma participação de 7%, através da Parpública.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

As autoridades chinesas multaram o gigante' de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na …

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …

Placa de pedra da Idade do Bronze poderá ser o mapa mais antigo da Europa

Uma placa de pedra da Idade do Bronze, redescoberta em 2014 em França, poderá ser o mapa tridimensional mais antigo já conhecido da Europa. De acordo com a BBC, a laje de pedra, conhecida como placa …

TAP conclui programa de rescisões (e lança nova ronda de medidas para evitar despedimento coletivo)

A TAP concluiu o programa lançado para redimensionar o corpo de trabalhadores da companhia e ficou com 750 postos de trabalho preservados e 690 adesões ao programa voluntário de medidas laborais. Num comunicado interno assinado pelo …