Jan Kuciak foi o primeiro jornalista assassinado na história da Eslováquia (que grita agora justiça)

Jan Kuciak foi assassinado em fevereiro de 2018. A Eslováquia indignou-se, fez cair um primeiro-ministro e exige justiça.

Jan Kuciak foi o primeiro jornalista assassinado na história da Eslováquia. Foi alvejado com dois tiros no peito por um profissional no sotão da sua casa, assim como a sua noiva, morta na cozinha com um tiro na cabeça.

O jornalista tinha apenas 27 anos e passou os últimos da sua vida a investigar um alegado desvio de fundos da União Europeia destinados ao leste do país, assim como a chegada de empresários italianos à mesma zona, ligados à máfia.

O duplo crime, ocorrido a 21 de fevereiro de 2018 em Velká Maca, nos arredores de Bratislava, chocou a Eslováquia, que se sentiu motivada a fazer justiça. Milhares de pessoas saíram à rua para exigir a demissão do Governo – o primeiro-ministro, Robert Fico, renunciou e, pouco depois, o ministro do Interior também anunciou a sua saída.

Neste processo, foram formalmente acusadas quatro pessoas pelo Ministério Público. O empresário Marian Kocner, alegado mandante do crime, um ex-polícia, Tomas Szabo, e um primo, Miroslav Marcek, que as autoridades acreditam terem sido os autores materiais, e a amante do empresário, Alena Zsuzsova, que terá desempenhado o papel de intermediária entre Kocner e os alegados assassinos.

De acordo com o Expresso, foram pagos 70 mil euros pelos homicídios. As notícias sobre o processo adiantam ainda que um quinto suspeito detido preventivamente, identificado como Zoltan Andrusko, escapou à acusação por ter decidido colaborar, a troco de uma redução da pena.

Até terem sido acusados, o caminho não foi fácil e foi marcado por demissões, entre elas a de Tibor Gaspar, chefe da polícia eslovaca, que acabou por se afastar devido à pressão popular.

A investigação de Kuciak sobre as ligações entre políticos, a máfia italiana e o crime organizado tornaram-no num alvo a abater, sem ter tido tempo para escrever sobre tudo o que descobriu. No entanto, o jornalista deixou material suficiente para serem feitas manchetes, nomeadamente sobre a máfia italiana lavar dinheiro através dos subsídios europeus.

O caso ameaça ter ainda mais repercussões políticas. Depois de o primeiro-ministro ter renunciado, a coligação que suportava o seu Governo sobreviveu, liderada por Peter Pellegrini. No entanto, tal pode não voltar a acontecer nas eleições gerais de fevereiro, já que as sondagens mostram um deslize no apoio ao SMER, a força no poder.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PAN só viabiliza OE "se houver compromisso do Governo em alterar" a proposta

A porta-voz do PAN afirmou, esta quarta-feira, que o partido só poderá viabilizar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) se o Governo se comprometer com alterações à proposta na especialidade. Inês Sousa Real falava aos …

Colômbia condenada por não ter investigado agressões "verbais, físicas e sexuais" a jornalista

De acordo com a sentença, o Estado colombiano não investigou devidamente o caso de sequestro, tortura e violação da jornalista Jinedth Bedoya, que estava a trabalhar numa reportagem sobre a guerra civil em 2000. O Tribunal …

Rio diz ter "obrigação" de avançar com recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD justificou a sua recandidatura à liderança, esta quarta-feira, pela "obrigação" de colocar o interesse do país e do partido à frente da sua vida pessoal. No final de uma audiência com o …

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 5 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram, esta quarta-feira, que vão convocar uma greve nacional de professores para 5 de novembro. Em comunicado, a Fenprof refere que a greve …

PCP reconhece aproximação do Governo, mas diz que ainda é insuficiente

O líder parlamentar do PCP considerou, esta quarta-feira, que houve uma aproximação do Governo às propostas do partido, mas que ainda não é suficiente para alterar a avaliação feita sobre o Orçamento do Estado para …

Alemanha pode falhar objetivo de doação de vacinas contra a covid-19 (e culpa fabricantes)

A Alemanha pode falhar o seu objetivo de doar 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 a países mais pobres. Um funcionário do ministério da saúde alemão revelou, numa carta a Bruxelas, que a …

Alexei Navalny vence Prémio Sakharov 2021

O opositor russo Alexei Navalny é o vencedor do Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento 2021, anunciou o Parlamento Europeu, esta quarta-feira. Alexei Navalny foi nomeado pelos grupos políticos PPE e Renovar a Europa devido …

Extinção do SEF aprovada na especialidade no Parlamento

A proposta do PS e do Bloco de Esquerda sobre a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, esta quarta-feira. Segundo o jornal Público, …

Steve Bannon deve ser investigado por envolvimento no ataque ao Capitólio, indica Comissão responsável

Antigo conselheiro de Donald Trump foi aconselhado pelo antigo presidente e pela respetiva equipa de advogados a não colaborar com a comissão especial designada para investigar os ataque. A Comissão responsável por investigar o ataque ao …

Trânsito em Lisboa regista valores mais altos do que em pré-pandemia - e há uma razão para isso

O trânsito na capital tem registado valores que ultrapassaram os da pré-pandemia. O receio que as pessoas ainda têm de usar transportes públicos é visto como o principal fator. Se durante o período de confinamento circular …