Isenção ao Benfica é uma “borla totalmente injustificada”

O PCP na Assembleia Municipal de Lisboa disse hoje que isentar o Sport Lisboa e Benfica de taxas urbanísticas seria uma “borla totalmente injustificada” ao clube desportivo.

Referindo que “não está em causa a importância do clube para a cidade”, o deputado Modesto Navarro, do PCP, sublinhou, na reunião da Assembleia Municipal de Lisboa, que “a entidade que beneficia” é “uma SAD [empresa de direito privado], que equivale a qualquer outro habitante da cidade”.

A Câmara de Lisboa aprovou, no dia 11 de fevereiro uma proposta para submeter à Assembleia Municipal “a isenção do pagamento da Taxa TRIU (a taxa pela realização, manutenção e reforço de infraestruturas urbanísticas), e da compensação urbanística”, no valor de cerca de 1,8 milhões de euros, por intervenções a realizar junto ao Estádio da Luz.

A proposta, que prevê a isenção em obras de ampliação a realizar no lote 14 da Avenida General Norton de Matos, por parte da Benfica Estádio-Construção e Gestão de Estádios, SA, foi aprovada com os votos contra da oposição no executivo municipal (de maioria socialista) — PSD, CDS-PP e PCP — e de uma vereadora do movimento Cidadãos por Lisboa (eleita nas listas do PS).

Três dias depois, o presidente da Câmara de Lisboa anunciou que, por haver uma divergência de entendimento entre os serviços camarários (que emitiram um parecer negativo em relação à isenção) e o Benfica, o processo foi enviado para a Assembleia Municipal.

De acordo com o autarca, o Sport Lisboa e Benfica entende que lhe são aplicáveis “dois protocolos assinados, um nos anos 80, outro nos anos 90”, que permitem “a isenção das taxas relativamente à área para a atividade desportiva”.

“Os serviços da Câmara não têm esse entendimento e, por isso, nós pusemos a questão à Assembleia Municipal para que a Assembleia Municipal decida se o Benfica beneficia do que entende dever beneficiar com base nos protocolos ou se não beneficia”, referiu.

Esta terça-feira, António Costa reafirmou que “os serviços consideraram que os protocolos não eram aplicáveis a esta situação” e que, “se tivessem sido considerados, o assunto não vinha à Assembleia”.

“Entendendo os serviços que não eram aplicáveis os protocolos o pedido de isenção só pode ser concedido pela AML se [esta] assim o entender”, disse.

O autarca não vê que “haja drama nesta matéria”.

Este clube deve ter o mesmo tratamento que qualquer outro privado”, referiu.

Pelo Bloco de Esquerda, o deputado Ricardo Robles questionou como é que, mesmo com o parecer negativo dos técnicos camarários, “o executivo decidiu aprovar o pedido de isenção”.

Já o social-democrata Vítor Gonçalves defendeu que António Costa “não quis assumir qualquer responsabilidade e deu à Assembleia Municipal” o poder de decidir a isenção destas taxas urbanísticas.

Na segunda-feira, em declarações à SIC Notícias, a presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, afirmou que a proposta para isentar o Benfica será “muito seguramente” chumbada.

Caso a assembleia aprove a isenção, considerou, poderá incorrer “numa pena de crime, com uma sanção penal elevada“, já que significaria “aprovar um benefício que não tem enquadramento legal”.

Segundo informação disponibilizada no ‘site’ da autarquia, em 1989 e em 1995 a Câmara celebrou com Benfica “protocolos que conferiram isenção total de quaisquer compensações, encargos ou licenças” a quaisquer construções promovidas pelo clube no âmbito do seu complexo urbano-desportivo.

“Em 2003 a Assembleia Municipal de Lisboa ratificou o protocolo de 1995 e consagrou a isenção total anteriormente definida”, refere.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Refugiados em greve de fome por falta de condições em campo bósnio

Centenas de refugiados de um campo improvisado em Vucjak, na Bósnia, estão em greve de fome pelo segundo dia consecutivo para protestar contra a situação degradante em que se encontram. Os refugiados no campo improvisado …

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …