Irmão de Diana está a vender cópias autografadas do elogio fúnebre da princesa

Rick / Wikimedia

Diana de Gales, Princesa do Povo

O irmão de Diana, conde Charles Spencer, está a vender cópias do elogio fúnebre que leu nas cerimónias de Abadia de Westminster, aquando do funeral da princesa de Gales.

Segundo o The Sun, o livro de capa azul custa 30 libras (cerca de 33 euros) – e o seu lançamento coincide com a passagem dos 22 anos da morte da mãe dos príncipes William e Harry, a 31 de agosto de 1997, num acidente ocorrido no túnel da Pont d’Alma, em Paris.

Além disso, segundo o jornal britânico, o irmão de Diana está a assinar o livro, cujo título é um tributo do conde Spencer a Diana, a princesa de Gales. Tudo tem acontecido na propriedade da família, em Northamptonshire, onde a princesa está sepultada e que reaberta aos visitantes no verão. Aí, e durante alguns dos dias de visitas, Charles Spencer tem um stand para dar autógrafos a todos os que adquirem a obra no local.

Quem compra os produtos na loja online da Althorp pode incluir, na encomenda, um dedicatória pessoal a um nome à sua escolha.

A casa em que Diana cresceu com os irmãos esteve aberta entre julho e agosto de maneira extraordinária, para assinalar mais um aniversário da morte da “Princesa do Povo”. Além das exposições e algumas salas já visitáveis, os interessados puderam conhecer, por exemplo, o quarto de Diana. Ainda assim, a ilha e o túmulo onde está enterrada Diana de Gales mantiveram-se inacessíveis.

Diana Spencer tornou-se princesa ao casar aos 20 anos com o príncipe Carlos, em 1981. Do casamento nasceram dois filhos, William e Harry. Conhecida como a “princesa do povo” pela sua enorme popularidade, dedicou grande parte da sua vida a trabalhos humanitários. As imagens do seu funeral foram transmitidas em direto na televisão e acompanhadas por cerca de 2,5 mil milhões de pessoas.

O divórcio chegou em 1996. Exatamente um ano e três dias depois, a 31 de agosto de 1997, aconteceu a tragédia: Diana morreu num acidente de carro, no túnel da Ponte de l’Alma em Paris, França, enquanto fugia dos paparazzi. Com ela estava o namorado, Dodi Al-Fayed, com o motorista e o guarda-costas, o único sobrevivente do desastre.

A causa oficial do acidente, até hoje, continua a ser a intoxicação do condutor e o facto de Diana não ter colocado o cinto de segurança no carro.

Mesmo assim, em 2008, uma nova investigação britânica descobriu que os paparazzi que estavam a perseguir o carro do hotel Ritz até o apartamento de Al-Fayed, juntamente com o motorista, foram os culpados do acidente.

O legista determinou que a morte tinha sido um acidente. Para aquelas investigações, nas quais foram investidos três milhões de libras, as autoridades examinaram o Mercedes do Al-Fayed, visitaram a Ponte da Alma e reuniram cerca de 1.500 declarações de testemunhas e 20 mil documentos. As conclusões foram claras: a morte de Lady Di foi um acidente.

Ainda assim, há quem questione se foi verdadeiramente um acidente.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O irmão de Diana faz de tudo para manter o otimo nome dela em ações saudáveis. Ele teve a casa e te q vem dela. Justíssimo que levante dinheiro uma vez q ele é o tutor da casa e de mtas questões dela. Ele tem autorização para fazer o que for melhor em Nome de Diana

RESPONDER

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …