Iraque conquistou a mesquita onde o Daesh proclamou o “califado”

metrod / Flickr

Mosul, Iraque

Mossul, Iraque

O Iraque anunciou, esta quinta-feira, que assumiu o controlo da Grande Mesquita de Al-Nuri, em Mossul, onde o líder do grupo extremista fez o seu primeiro sermão e declarou o califado jihadista.

O sermão de Abu Bakr al-Baghdadi ocorreu em julho de 2014 e foi a sua única aparição pública conhecida até hoje.

O anúncio de hoje surge numa altura em que as forças iraquianas prosseguem com a ofensiva para tentar expulsar em definitivo os ‘jihadistas’ de Mossul, a segunda cidade do Iraque.

“Os serviços de contra-terrorismo (CTS) controlam a mesquita de Al-Nuri e o minarete de Al-Hadba”, indicou o comando de operações conjuntas iraquiano, num comunicado.

Um comandante das Forças Especiais iraquianas indicou, no entanto, em declarações à agência noticiosa France Presse que a ofensiva em redor da mesquita ainda estava a decorrer e que a zona ainda não estava controlada.

O general Abdelwahab al-Saadi precisou que as forças iraquianas estavam na zona e encontravam-se a poucos metros do local da mesquita.

Por sua vez, o canal de televisão estatal Iraqiya anunciou “a queda de um Estado fictício”, numa referência em tom irónico ao nome atribuído pelo EI ao autoproclamado “Estado do califado”, que abrange zonas no Iraque e na Síria.

A Grande Mesquita de Al-Nuri e o minarete de Al-Hadba ficaram fortemente danificados no passado dia 21 de junho quando os jihadistas efetuaram explosões no local.

Situados na zona da cidade velha de Mossul, a mesquita de Al-Nuri e o minarete Al-Hadbae eram monumentos emblemáticos daquela localidade.

Os dois locais também adquiriram uma importância particular depois de os extremistas do EI terem assumido o controlo de Mossul em 2014. Foi nesta mesquita que Abu Bakr al-Baghdadi surgiu aos seus seguidores após a tomada da segunda cidade do Iraque e pediu a obediência dos muçulmanos.

Depois da conquista de Mossul foi no topo do minarete de Al-Hadba, cuja construção remota a 1172, que os ‘jihadistas’ colocaram a bandeira negra do EI.

Em Mossul, o último grande reduto urbano do EI no Iraque, o grupo extremista ainda controla um pequeno setor da cidade velha, uma zona de ruas estreitas onde ainda vivem muitos civis.

Estas condicionantes têm dificultado a progressão no terreno das forças iraquianas, com a ONU a estimar que cerca de cem mil civis são utilizados como “escudos humanos” pelos jihadistas nesta zona da cidade velha de Mossul.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …

Portugal sabe a 27 de julho se entra nos corredores aéreos do Reino Unido

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho, revelou esta segunda-feira o …