Instituto indiano quer produzir 500 doses por minuto de vacina que ainda está em testes

PAHO / WHO

O Serum Institute of India, o maior fabricante mundial de vacinas, controlado por uma pequena e multimilionária família indiana, está a produzir em massa centenas de milhões de doses de uma vacina contra a covid-19, ainda em testes e que poderá não funcionar.

Segundo avançou o New York Times, as linhas de montagem do instituto – liderado por Adar Poonawalla, filho único do fundador – estão a ser preparadas para produzirem 500 doses da vacina por minuto. Os pedidos para os primeiros lotes chegam de ministros da Saúde, primeiros-ministros e chefes de Estado de vários países, disse o diretor executivo.

O instituto juntou-se a cientistas de Oxford no desenvolvimento da vacina e, em abril, anunciou que iria produzi-la em massa ainda antes de os ensaios clínicos terminarem.

Anualmente, o instituto produz 1,5 mil milhões de doses de outras vacinas. De acordo com o New York Times, metade das crianças de todo o mundo foi vacinada com esses produtos. Poonawalla indicou que metade das vacinas do instituto se destina à Índia e a outra metade ao resto do mundo, principalmente para países mais pobres.

Noutro artigo, o jornal indicou que a Rússia quer lançar uma campanha em outubro com uma vacina que ainda não completou os ensaios clínicos. O ministro da Saúde, Mikhail Murashko, disse que o plano começa por vacinar professores e prestadores de cuidados de saúde. O laboratório que criou a vacina tenta obter aprovação dos reguladores, contou.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.