Instagram é a rede social mais prejudicial à saúde mental dos jovens

Um estudo revelou que o Instagram é a rede social que mais prejudica a saúde mental dos seus utilizadores, especialmente os mais jovens . Os resultados apontam que quem frequenta esta rede social tem mais distúrbios de sono, descontentamento com a própria imagem e o medo de perder alguma coisa.

O estudo foi feito pela Sociedade Real para Saúde Pública, do Reino Unido, e tinha por objetivo saber qual a rede social que tem maior impacto na saúde mental dos jovens, em questões como aceitação do corpo, ansiedade e solidão. E essa rede é o Instagram.

O questionário criado pelos investigadores mostrou que a aplicação de partilha de imagens afeta de forma negativa o sono, a perceção do corpo e o ‘fear of missing out’ (qualquer coisa como o ‘medo de perder alguma coisa’) dos usuários britânicos, principalmente mais jovens. A necessidade de estar sempre online para acompanhar as publicações dos amigos pode ser extremamente prejudicial, levando a comparações irreais, ansiedade e depressão.

Nesta pesquisa, 1.500 jovens britânicos, entre os 14 e os 24 anos, avaliaram como as plataformas de redes sociais que usavam impactavam questões como depressão, ansiedade, solidão e o senso de comunidade. O site com mais respostas positivas foi o YouTube, seguido pelo Twitter e Facebook. Já os aplicativos Snapchat e Instagram foram considerados os piores nestes quesitos.

Um problema presente em quase todas as redes foi o vício no uso das redes, que pode estimular a insónia. Só o Instagram tem 500 milhões de usuários ativos e mais de 95 milhões de fotos postadas e 3,5 mil milhões de gostos, diariamente.

“É interessante como o Instagram e o Snapchat, ambos focados no culto à imagem, foram indicados como os piores para a saúde mental e bem-estar. Parecem estar mais ligados ao sentimento de inadequação e ansiedade entre os mais jovens”, explicou Shirley Cramer, chefe executiva da Sociedade Real para Saúde Pública, ao Telegraph.

Um dos participantes do questionário apontou a constante preocupação com o que os outros pensam sobre as suas fotos e posts. Outro entrevistado contou também que passa muito tempo nas redes e acaba por perder o sono, atividades escolares e até oportunidades de sair com amigos e familiares.

“As plataformas que deveriam ajudar as pessoas a conectarem-se com outras podem, na verdade, estar a alimentar uma crise na saúde mental”, disse a equipa de pesquisa em comunicado.

Apesar disso, 1.479 dos jovens disseram que o Instagram também promove formas de expressão e a busca pela identidade pessoal, assim como Twitter e YouTube. O site de partilha de vídeos foi classificado como um meio para aumentar a consciencialização dos jovens. Já o Facebook foi listado como um importante meio para a busca de apoio emocional e coletividade.

Segundo Becky Inkster, investigadora honorária da Universidade de Cambridge, jovens e adolescentes sentem a necessidade de se sentirem confortáveis ao falarem sobre problemas pessoais e acabam por recorrer às redes sociais e ambientes online. “Como profissionais da saúde, precisamos de fazer todas as tentativas para entender as expressões, os léxicos e os termos da cultura da juventude moderna para melhor se conectar com os seus pensamentos e sentimentos”, explicou ao jornal.

Segundo o estudo, sete em cada dez dos jovens entrevistados acham importante que as redes sociais, como o Twitter e o Facebook, apresentem algum suporte sobre o assunto. No entanto, os alertas atuais são bastante discretos.

Em relatório, os especialistas sugeririam que os sites em questão procurassem alertar os utilizadores sobre os riscos relacionados com o comportamento e acesso constante, considerado vicioso, e ajudá-los a procurar ajuda, caso demonstre perigo à saúde mental.

“Alguns estudos já mostraram que as redes sociais podem ser tão viciantes quanto o cigarro e o álcool, e hoje elas são tão intrínsecas na vida dos jovens que é impossível ignorar os problemas que causam à saúde das pessoas”, disse Shirley.

De acordo com um porta-voz da ONG britânica Mental Health Foundation, essa é uma área que precisa de mais estudos. “Comparar-se com os outros é um problema ainda maior quando é a partir de publicações nas redes sociais, envolve comparar o irreal com a vida real”, disse ao Daily Mail.

// Move

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. As redes sociais são a muleta dos coxos mentais que precisam de atenção. Isolam-se do mundo real desconfortável para procurar um conforto artificial de “amigos” que “gostam” deles. A vida é dura, tirem o cu da cama e ponham os pés no chão.

Cientista sugere construir abrigos em Marte com polímeros de insetos e solo marciano

Um cientista da Universidade de Tecnologia e Design de Singapura desenvolveu uma tecnologia à base de quitina que poderia ser utilizada para produzir ferramentas e abrigos marcianos. Javier Fernandez e os seus colegas utilizaram substâncias químicas …

Mergulhadores terão encontrado o USS Grenadier, um submarino norte-americano perdido na 2.ª Guerra

O submarino norte-americano USS Grenadier, perdido durante a II Guerra Mundial, terá sido encontrado por mergulhadores no estreito de Malaca, perto da Tailândia. Os mergulhadores acreditam ter encontrado no estreito de Malaca, a 150 quilómetros a …

Justiça angolana manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

A justiça angolana ordenou o encerramento e apreensão de todos os templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, estando o processo de selagem a ser feito “de forma gradual”, disse à …

"Reality show" afirma que vai enviar concorrente à Estação Espacial Internacional

Space Hero, uma unidade de produção com sede nos Estados Unidos que afirma ser a "primeira empresa de media espacial", alega que garantiu um lugar numa missão da SpaceX para a Estação Espacial Internacional de …

Oceanbird: O navio movido a energia eólica que vai revolucionar a indústria da navegação

A transportadora Oceanbird deverá transportar 7 mil carros e será movido a energia eólica, e por isso deverá tornar o processo de deslocação de veículos mais sustentável. De acordo com um relatório do The Driven, um …

"Esqueceu-se disto". Parque Nacional na Tailândia envia lixo deixado pelos visitantes por correio

Se deitar lixo ao chão no Parque Nacional Khao Yai, na Tailândia, esse mesmo lixo será enviado de volta para sua casa. Os infratores também serão registados na polícia local. O Parque Nacional Khao Yai, no …

Banco britânico HSBC permitiu branqueamento de esquema de Ponzi de milhões de dólares

O banco britânico HSBC permitiu que fossem transferidos milhões de dólares para todo o mundo de forma fraudulenta, mesmo depois de ter tomado conhecimento da fraude, de acordo com documentos secretos revelados, divulgou hoje a …

Este é o primeiro aeroporto 5 estrelas do mundo devido aos seus protocolos contra covid-19

A Skytrax, órgão que examina e classifica aeroportos em todo o mundo, costuma chamar a atenção do setor pelo menos uma vez por ano, durante a sua cerimónia de prémios. Este ano, o World Airline Awards, …

Há alguma ligação entre stress, insónias e sistema imunitário? Estudo americano sugere que sim

Um estudo realizado por neuro-cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, sugere que poderá existir uma relação entre o stress, as insónias e um fraco sistema imunitário. Investigadores do laboratório Cold Spring Harbor e da …

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …