Infanta Cristina absolvida, marido condenado a 6 anos de prisão

Cati Cladera / EPA

A infanta Cristina e o marido Inaki Urdangarin

A Justiça espanhola absolveu esta sexta-feira a infanta Cristina, irmã do rei espanhol, da suspeita de evasão fiscal no caso Nóos, mas condenou o seu marido a seis anos e três meses de prisão por fraude e desvio de dinheiros públicos.

Desde o início do caso, o Ministério Público espanhol recusou-se a apresentar queixa contra a infanta Cristina de Borbón, mas uma organização chamada “Mãos Limpas” avançou com o processo em que a acusava de evasão fiscal.

A infanta Cristina foi, agora, absolvida dos delitos fiscais de que era acusada pela organização mas terá de pagar uma multa de 265 mil euros. No entanto, como já tinha pago 587 mil euros em 2014, irá receber cerca de 321 mil euros.

O marido da infanta, Iñaki Urdangarin, foi condenado a seis anos e três meses de prisão por negócios fraudulentos feitos pelo Instituto Nóos que fundou e dirigiu entre 2004 e 2006. Inicialmente, o Ministério Público tinha pedido 19,5 anos de prisão para o cunhado do Rei de Espanha.

Além dos crimes fiscais, Iñaki Urdangarin foi também considerado culpado de prevaricação, tráfico de influência e crimes contra o Estado e terá de pagar uma multa de 512 mil euros.

Urdangarin é acusado de ter utilizado as suas ligações à família real para ganhar concursos públicos para organizar, entre outros, eventos desportivos, tendo em seguida desviado fundos para a Aizoon, uma empresa que ele geria em conjunto com a princesa Cristina e utilizava para financiar o seu estilo de vida luxuoso.

Devido ao escândalo do “caso Nóos”, o rei Filipe VI retirou o título de duques de Palma à infanta Cristina e ao marido em junho de 2015.

Infanta Cristina vai mudar-se para Portugal

Diz o jornal El País que a infanta Cristina vai-se mudar já esta sexta-feira para Portugal. Depois de três anos a viver em Genebra, na Suíça, e após ter estado esta semana em Barcelona, a filha mais nova dos reis eméritos Juan Carlos e Sofia, vem aí uma nova morada.

De acordo com aquela publicação, há muito que estava decidido que, caso a sentença fosse desfavorável para Urdangarin mas não para a infanta, e mal termine o ano letivo, esta e os quatros filhos deixarão Genebra e rumarão ao nosso país.

Uma hipótese que já havia sido avançada no ano passado estava relacionada com o facto de a Fundação Aga Khan, para a qual a infanta Cristina poderá trabalhar, ter comprado o Palácio Henrique Mendonça, no Bairro da Lapa, Lisboa. Com esta mudança, a infanta fica também mais perto do marido, que irá para a cadeia.

ZAP // Move / Lusa

2 COMENTÁRIOS

  1. A Infanta vem para cá tirar a especialização.
    Posso recomendar uma boa instituição em São Bento, embora republicana tem tido excelentes resultados !

RESPONDER

Condenado ex-agente secreto alemão que fingia ser um terrorista

Um tribunal alemão condenou, esta terça-feira, um antigo agente dos serviços secretos alemães a uma pena suspensa de um ano por ter tentado partilhar informação confidencial com grupos radicais salafistas na Internet. Segundo a Deutsche Welle, o …

Mosquito do dengue detetado pela primeira vez em Portugal

Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor …

Organização de Direitos Humanos denuncia abuso sexual de menores na Coreia do Norte

A organização Human Rights Watch (HRW) instou esta quarta-feira as Nações Unidas a pressionarem a Coreia do Norte para prevenir e investigar os abusos sexuais a menores, crime que o regime de Pyongyang diz não …

Cidadão de Baião é candidato pela CDU à Câmara e pelo PSD em freguesia

Em Baião, distrito do Porto, há um cidadão que se candidata à Câmara pela CDU e a uma Junta de Freguesia pelo PSD, nas autárquicas do próximo 1 de Outubro, confirmou a Lusa no tribunal …

MAI ordena à Proteção Civil auditoria para verificar todas as licenciaturas

O secretário de Estado da Administração Interna ordenou à Autoridade Nacional de Proteção Civil que realize uma auditoria para verificar as licenciaturas de todos os dirigentes e elementos da sua estrutura operacional, que deve estar …

Theresa May quer pagar 20 mil milhões de euros para saldar saída da UE

A primeira-ministra britânica vai propor o pagamento de 20 mil milhões de euros para saldar a separação entre o Reino Unido e a União Europeia, segundo fontes conhecedoras do tema citadas pelo jornal Financial Times. Olly …

BE quer que menores possam contestar em tribunal pais que lhes neguem mudança de sexo

Menores de 16 anos de idade a requerer mudanças de sexo, sem ser obrigatório apresentar um relatório médico, e a mover acções judiciais contra a eventual recusa dos pais em iniciarem esse processo. Estas são …

Ao primeiro dia de campanha, Catarina e Jerónimo já trocam farpas

A paz no seio da geringonça parece "ferida de morte" depois das declarações azedas trocadas entre Jerónimo de Sousa e Catarina Martins, líderes de PCP e Bloco de Esquerda. E tudo por causa das eleições …

Funcionária da PJ acusada de desviar 178 mil euros em barras de ouro

Uma funcionária da Polícia Judiciária foi acusada de, juntamente com o seu companheiro, aceder ao cofre desta força policial para se apropriar de objectos em ouro, nomeadamente de duas barras daquele metal precioso avaliadas em …

André Ventura foi a um bairro de ciganos, mas evitou-os

No primeiro dia de campanha, André Ventura visitou o bairro Quinta da Fonte, uma das zonas de Loures que o candidato considera ter maiores problemas com a insegurança. Segundo os jornais que o acompanharam, o …