Independência da Escócia pode ser “completamente inevitável”, avisa primeira-ministra

Scottish Government / Flickr

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia

A primeira-ministra escocesa Nicola Sturgeon quer travar suspensão do Parlamento britânico pedida por Boris Johnson e aceite pela rainha Isabel II.

Nicola Sturgeon afirma que, se a suspensão do Parlamento britânico não for travada, “hoje é o dia em que a democracia morreu” no Reino Unido. Para a primeira-ministra escocesa, fechar o Parlamento para forçar um Brexit sem acordo, não é democracia, é ditadura.

“Se na próxima semana os deputados não se juntarem para travar Boris Johnson, acho que hoje é o dia em que a democracia morreu no Reino Unido. Isso não pode acontecer”, disse Sturgeon, à BBC, citada pela Renascença.

No entanto, em declarações ao jornal Heart Scotland News, a primeira-ministra foi mais longe e referiu que, no atual quadro, este “pode muito bem ser o dia em que a independência da Escócia se tornou completamente inevitável”.

“Penso que o apoio à independência está a crescer a cada dia que passa. Respeito as pessoas que votaram ‘Não’ [no referendo à independência de 2014], apesar de não concordar com elas, respeito as suas legítimas razões, mas sei que muitas estão agora a olhar para a situação no Reino Unido e a pensar ‘Não queremos fazer parte deste tipo de sistema’”, afirmou.

Esta quarta-feira à tarde, a rainha Isabel II aprovou o pedido de Boris Jonhson para suspender o Parlamento. “É neste dia ordenado por Sua Majestade no Conselho que o Parlamento seja prorrogado num dia não antes de 9 de setembro e até quinta-feira, 12 de setembro de 2019, até 14 de outubro de 2019”, anuncia o comunicado.

A nota confirma assim que o Parlamento pode ser suspenso a partir do dia 9 de setembro. Com esta suspensão, os deputados dificilmente terão tempo para aprovar leis que visem impedir o primeiro-ministro de consumar a saída do Reino Unido da União Europeia a 31 de outubro, data prevista para o Brexit.

Contudo, Boris Johnson recusa que o seu pedido tenha esse objetivo. “Os deputados terão muito tempo para debater” o Brexit.

Mas para Sturgeon, a justificação de que a suspensão do Parlamento é um procedimento normal é “absurda” e uma forma insultuosa de Johnson impedir novos debates sobre o Brexit no Parlamento e um possível bloqueio por parte dos deputados a uma saída sem acordo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PS corrige IRS a pensões atribuídas com atraso em 2017 e 2018

O PS entregou um projeto de lei que visa permitir que as reformas pagas em atraso em 2017 e 2018 contem para os rendimentos dos anos a que se referem, e não para os rendimentos …

Com os cofres vazios, CP precisa de ajudas públicas ou aumento da dívida

O Governo quer aumentar o endividamento da CP, mas a operadora ferroviária prefere ajudas estatais. Em falência técnica, a empresa não tem como pagar salários. A CP perdeu 20 milhões de euros devido à pandemia de …

Da cereja da Beira à maçã de Armamar. Mau tempo arrasa culturas e deixa prejuízos de milhões

Pomares, olivais, vinhas e hortas. O mau tempo que se fez sentir a norte do país neste fim-de-semana arrasou várias culturas culturas agrícolas, deixando prejuízos estimados na ordem dos milhões de euros. Depois da tempestade …

Situação de Grande Lisboa "não justifica" cerca sanitária, garante Marta Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu esta terça-feira que não existem na Área Metropolitana de Lisboa (AML) situações epidemiológicas de covid-19 que justifiquem a adoção de medidas como cercas sanitárias. “Naturalmente que, se houver alguma …

Bloco quer subsídio de desemprego extraordinário (e duplicar o valor do apoio para recibos verdes)

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira a criação de um subsídio de desemprego extraordinário de 439 euros para os contribuintes que perderam rendimentos durante a pandemia e que não tenham …

Sem a pandemia, Benfica teria dois jogadores "praticamente vendidos por 200 milhões"

Luís Filipe Vieira disse que recebeu uma proposta de 60 milhões de euros por Vinícius, em janeiro. Caso não fosse a pandemia, o presidente benfiquista afiança que o clube teria encaixado 200 milhões de euros …

Israel pede ao exército para se preparar para anexar Cisjordânia

O ministro da Defesa de Israel pediu esta segunda-feira ao exército para se preparar para a anexação de partes da Cisjordânia ocupada, medida que é vista como uma aparente antecipação ao que poderão ser as …

"Colocou inúmeras pessoas em risco". Treinador do Atalanta viajou para Valência infetado

O Valência lamentou que o treinador do Atalanta, que admitiu ter tido sintomas compatíveis com covid-19 no jogo entre ambos os clubes, no dia 10 de março, não tenha tomado medidas preventivas. O treinador do Atalanta, …

Covid-19. Tribunal de Contas pede "transparência" nos ajustes diretos

O Tribunal de Contas (TdC) alertou para os riscos de má utilização dos recursos públicos canalizados para enfrentar a pandemia, defendendo que o seu forte impacto nas finanças públicas exige cuidados acrescidos de "transparência" e …

Técnicos do INEM recusaram-se a sair em quatro ambulâncias por falta de desinfeção

Técnicos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recusaram-se, nesta segunda-feira, a sair em serviço por falta de desinfeção de quatro ambulâncias destinadas para o transporte de doentes com covid-19. A notícia é avançada esta …