Rede de imigração ilegal no SEF. Denúncias de corrupção eram antigas, mas ficaram na gaveta

Tiago Petinga / Lusa

A inspectora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que foi detida nesta semana, por pertencer alegadamente a uma rede de imigração ilegal, já tinha sido identificada num inquérito interno desta entidade, devido às mesmas suspeitas. Mas o caso ficou na gaveta.

As suspeitas de corrupção na legalização de imigrantes no interior do SEF eram antigas e foram alvo de um inquérito disciplinar interno que acabou arquivado, conforme apurou o Diário de Notícias (DN).

O processo passou também pelas mãos do Ministério Público (MP) e do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, mas não saiu da gaveta, apesar de terem sido encontradas “provas de irregularidades e ilegalidades na concessão de autorizações de residência” e das conclusões de que foram concedidos “milhares de vistos à margem da lei, incluindo a três estrangeiros procurados pelas autoridades nacionais e internacionais”, como cita o DN.

A inspectora do SEF agora detida nunca foi punida nesse inquérito disciplinar que ficou concluído em Julho de 2017 e que implicava ainda outros funcionários da entidade, nomeadamente o então director nacional adjunto, Luís Gouveia, e a sub-directora da Direcção Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Paula Azevedo Cristina.

O inquérito acabou por ser arquivado por ordem do director do SEF na altura, Carlos Moreira, frisa o DN, notando que “nem chegaram a ser enviadas para o MP as certidões para que fosse aberta uma investigação criminal”.

Todavia, o MP terá tido conhecimento do caso, mas não investigou, de acordo com o mesmo jornal que cita uma nota da Procuradoria-Geral da República de 2017, onde se frisa que “os elementos recolhidos oportunamente foram objecto de análise, não tendo sido identificados factos susceptíveis de integrarem ilícitos criminais”.

Também o ministro da Administração Interna terá tido conhecimento do caso. O inquérito foi arquivado quando Eduardo Cabrita chegou ao cargo, em Outubro de 2017. O ministro chegou a ir ao Parlamento para dar explicações sobre o processo, não negando ter conhecimento da sua existência. Mas não tomou qualquer medida relativamente às suspeitas investigadas.

Eduardo Cabrita acabou por nomear Luís Gouveia, um dos visados no inquérito disciplinar do SEF, para a Representação Permanente Portuguesa junto à União Europeia (REPER), alegando, na altura, que “não havia registo de nenhum processo disciplinar” a impedir a nomeação.

Também Paula Azevedo Cristina, outra das investigadas, foi nomeada para outro cargo em Bruxelas, respectivamente para a Frontex.

O DN apurou que a Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) abriu uma auditoria ao caso em 2016, que continua “pendente” volvidos três anos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A População em geral que como eu, toma conhecimento dos inúmeros casos de “podridão”, ao quotidiano; Só pode opinar, como eu faço neste espaço de liberdade de opinião !. Pena é que por muito que sejam reveladas estas vergonhosas situações, chega-se a conclusão que o “corporativismo” vigora, e que a arte de abafar estas situações por parte dos diferentes poderes torna-se não num defeito mas num habilidoso condão !

RESPONDER

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …