A pandemia poupou os habitantes de uma pequena ilha italiana (mas não os turistas)

Na pequena ilha italiana Isola del Giglio, na região de Toscana, alguns turistas ficaram infetados com covid-19, o que causou preocupação. Porém, todos os habitantes foram poupados.

De acordo com a Fox News, nenhum dos cerca de 800 habitantes da Isola del Giglio, em Itália, desenvolveu sintomas de covid-19, embora as condições parecessem favoráveis para a doença se espalhar rapidamente.

Armando Schiaffino, o único médico da ilha há cerca de 40 anos, mostrou-se preocupado com um possível surto local. “Sempre que aparece uma doença comum na infância, como escarlatina, sarampo ou varicela, em poucos dias praticamente todos estão infetados”, disse.

Paola Muti, investigadora de cancro da mama da Universidade de Milão, , decidiu tentar descobrir porque é que, desta vez, a doença não se estava a espalhar. Nessa altura, Muti estava presa na ilha devido às rígidas regras de bloqueio de Itália.

O primeiro caso conhecido de covid-19 em Giglio foi um homem de 60 anos que chegou em 18 de fevereiro – alguns dias antes do primeiro “caso nativo” de Itália ser diagnosticado no norte. O homem foi a Giglio para o funeral de um parente e estava “a tossir o tempo todo”. O homem, que voltou no mesmo dia para o continente, morreu três dias depois.

O padre da ilha, Lorenzo Pasquotti, lembrou que “depois do funeral, houve saudações, abraços e beijos”, como é costume. Depois, veio a procissão até ao cemitério, onde “houve mais abraços e beijos”.

Em 5 de março, quatro dias antes do bloqueio nacional, mais três visitantes vieram do continente e testaram positivo na ilha. Um deles era um alemão do norte de Itália, o epicentro inicial do surto da Europa, que socializou durante vários dias com amigos de longa data em Giglio, inclusive em restaurantes públicos. Depois de uma semana, devido a uma tosse forte, foi testado na ilha e o resultado foi positivo.

Havia outros casos conhecidos, incluindo um ilhéu que tinha morado na Austrália durante dois anos antes de voltar para Giglio em meados de março, durante o confinamento, para ver os pais. Três dias depois de chegar a Giglio, desenvolveu febre leve e testou positivo.

Giglio recebeu kits para testar a presença de anticorpos para ver se outras pessoas poderiam ter covid-19. No final de abril, pouco antes das primeiras restrições de viagens serem levantadas, os habitantes da ilha fizeram o exame de sangue, alinhando-se do lado de fora da escola e do consultório médico da ilha.

Dos cerca de 800 residentes, 723 ofereceram-se para serem testados. Destes, apenas um tinha anticorpos: um homem idoso que navegou no mesmo ferry que o visitante alemão.

Muti não chegou a nenhuma conclusão quando se preparava para deixar a ilha, mas sugere que os ilhéus não tenham sido suficientemente expostos à covid-19 para ficarem infetados.

Essa possibilidade também foi expressa por Massimo Andreoni, chefe de doenças infecciosas do hospital Tor Vergata, em Roma, que observou que alguns pacientes eram simplesmente menos capazes de espalhar a doença por razões que ainda não eram claras.

Para Daniel Altmann, professor de imunologia no Imperial College de Londres, pode ter sido sorte ou “algo importante e exótico”, como uma variante genética comum entre a população da ilha. Como muitos dos habitantes se casaram entre si durante gerações, Muti gostaria de fazer um estudo genético sobre os ilhéus.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Alojamento local, hotéis e pousadas. Governo anuncia mais 4.500 camas para universitários

Acordos com hotéis e alojamentos locais vão reforçar a oferta de alojamento estudantil depois de uma perda de 15% dos lugares em residências. Hotéis, pousadas da juventude e unidades de alojamento local vão disponibilizar “mais 4.500 …

As girafas são tão altas que podem funcionar como um pára-raios fatal

A ideia de que a girafa pode funcionar como um pára-raios não é nova e já se sabe que estes animais já foram mortos por relâmpagos. Porém, agora, cientistas descreveram as circunstâncias em detalhe pela …

A Antártida está em perigo. "Glaciar do juízo final" está a derreter a um ritmo alarmante

Novas estudos deixam um alerta: A Antártica está a correr sérios perigos de desaparecer. Os cientistas já apelidaram o Thwaites - um glaciar do tamanho da Grã-Bretanha localizado no oeste do continente -  de "glaciar …

Revelada origem das galáxias mais "extremas"

Os astrónomos descobriram que a chave para entender as galáxias com tamanhos "extremos", pequenas ou grandes, pode estar nos seus arredores. Em dois estudos relacionados, uma equipa internacional descobriu que as galáxias que são "ultracompactas" ou …

Cientista sugere construir abrigos em Marte com polímeros de insetos e solo marciano

Um cientista da Universidade de Tecnologia e Design de Singapura desenvolveu uma tecnologia à base de quitina que poderia ser utilizada para produzir ferramentas e abrigos marcianos. Javier Fernandez e os seus colegas utilizaram substâncias químicas …

Mergulhadores terão encontrado o USS Grenadier, um submarino norte-americano perdido na 2.ª Guerra

O submarino norte-americano USS Grenadier, perdido durante a II Guerra Mundial, terá sido encontrado por mergulhadores no estreito de Malaca, perto da Tailândia. Os mergulhadores acreditam ter encontrado no estreito de Malaca, a 150 quilómetros a …

Justiça angolana manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

A justiça angolana ordenou o encerramento e apreensão de todos os templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, estando o processo de selagem a ser feito “de forma gradual”, disse à …

"Reality show" afirma que vai enviar concorrente à Estação Espacial Internacional

Space Hero, uma unidade de produção com sede nos Estados Unidos que afirma ser a "primeira empresa de media espacial", alega que garantiu um lugar numa missão da SpaceX para a Estação Espacial Internacional de …

Oceanbird: O navio movido a energia eólica que vai revolucionar a indústria da navegação

A transportadora Oceanbird deverá transportar 7 mil carros e será movido a energia eólica, e por isso deverá tornar o processo de deslocação de veículos mais sustentável. De acordo com um relatório do The Driven, um …

"Esqueceu-se disto". Parque Nacional na Tailândia envia lixo deixado pelos visitantes por correio

Se deitar lixo ao chão no Parque Nacional Khao Yai, na Tailândia, esse mesmo lixo será enviado de volta para sua casa. Os infratores também serão registados na polícia local. O Parque Nacional Khao Yai, no …