Jornal russo avança nome do espião que Estados Unidos terão extraído da Rússia

Heikki Saukkomaa / Lehtikuva Handout / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump, e o seu homólogo russo, Vladimir Putin

O espião terá sido “resgatado” pelos norte-americanos, em 2017, quando temiam que a sua vida estivesse em perigo. Rússia diz que é tudo ficção.

O espião ao serviço dos Estados Unidos que poderá ter sido “resgatado” da Rússia pela CIA, por receios de que fosse descoberto pelos serviços secretos russos, chama-se Oleg Smolenkov.

Segundo o jornal russo Kommersant, Oleg Smolenkov trabalhou no Governo de Vladimir Putin ao serviço de Yury Ushakov, quando este era embaixador russo nos Estados Unidos.

O Diário de Notícias avança que o Kremlin já reagiu, através do porta-voz Dmitry Peskov, dizendo que é tudo ficção. Ainda assim, confirmou que Smolenkov já trabalhou para o Governo russo, mas acabou por ser despedido.

Depois de a CNN ter avançado que os Estados Unidos resgataram Smolenkov quando temiam que a sua segurança estivesse em risco, a imprensa russa adicionou novos dados a esta história: o Kommersant conta que o espião desapareceu, juntamente com a mulher e os três filhos, quando passava férias em Montenegro. Os russos investigaram e acabaram por descobrir que a família vivia nos Estados Unidos, perto de Washington.

Tanto Dmitry Peskov como Serguey Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros russo, negam ter conhecimento de qualquer situação relacionada com espionagem. Aliás, Lavrov disse mesmo nunca ter ouvido falar no nome de Smolenkov enquanto o porta-voz do Kremlin reforçava que o russo trabalhou no Governo e que foi dispensado “há vários anos”.

A CIA também já desmentiu a informação, negando ter retirado qualquer espião da Rússia. O The New York Times avança que Smolenkov terá trabalhado para os norte-americanos durante muitos anos e que foi uma figura importante para que as autoridades de Washington concluíssem que a Rússia tinha, de facto, interferido nas últimas eleições presidenciais dos EUA.

Aliás, terá sido mesmo nessa a altura que a CIA temeu pela vida do espião. Smolenkov terá recusado ajuda e houve mesmo receio de que fosse um agente duplo. No entanto, em 2017, a recolocação do russo e da sua família nos Estados terá desfeito as dúvidas.

De acordo com o Diário de Notícias, a identidade do espião ou o novo local onde vive não foram confirmados por nenhuma autoridade nem foram revelados pela CNN.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …