Hungria tem de sair da UE se quer voltar à pena de morte

European Parliament / Flickr

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso afirmou este domingo, num canal de televisão húngaro, que a Hungria só poderá retomar a pena de morte se sair da União Europeia.

“Se um Estado-Membro quer restabelecer a pena de morte, pode fazê-lo, mas, neste caso, terá de sair da União Europeia“, disse o ex-primeiro-ministro português, numa entrevista à estação de televisão húngara ATV.

Recentemente, o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, pediu um debate sobre o regresso da pena de morte.

“O restabelecimento da pena de morte não é possível num Estado-Membro da União Europeia. O debate foi encerrado há muito tempo, todos os Estados-Membros são claros quanto a isto”, insistiu Durão Barroso, que presidiu à Comissão Europeia durante dez anos, entre 2004 e 2014.

Numa entrevista na sexta-feira a uma rádio, o primeiro-ministro húngaro defendeu que os Estados-Membros da União Europeia deveriam ser capazes de decidir sobre uma matéria de âmbito nacional.

Em abril, Viktor Orban disse, a propósito do homicídio de um vendedor de uma loja durante um assalto, que a pena de morte “devia ser mantida em agenda”.

A Hungria aboliu a pena de morte após o fim da era comunista, em 1990, preenchendo uma condição-chave para ser membro da União Europeia. A sua adesão à UE foi formalizada em 2004.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …