Hungria e Polónia confirmam veto aos orçamentos europeus

Patrick Seeger / EPA

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán

Os primeiros-ministros da Hungria e da Polónia confirmaram, esta quinta-feira, o veto aos orçamentos europeus, enquanto o pagamento dos fundos comunitários estiver condicionado ao cumprimento do Estado de Direito.

A proposta atual não é aceitável para a Hungria”, disse o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, depois de uma reunião, em Budapeste, com o seu homólogo polaco, Mateusz Morawiecki, acrescentando que “serviria para criar a primazia da maioria e não do direito”.

O primeiro-ministro polaco, por sua vez, acrescentou que o veto se deve ao facto de a proposta de condicionamento ter “motivação política” e poder “levar à desintegração da União Europeia”.

Os dois países cumprem, assim, a ameaça de bloquear a aprovação do Orçamento Plurianual e do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), que juntos perfazem um total de 1,8 biliões de euros, devido ao facto de a entrega dos fundos estar condicionada ao cumprimento do Estado de Direito.

Ambos enfrentam processos abertos pela UE por incumprimento dos valores fundamentais da comunidade em matérias de justiça e de normas democráticas. Entretanto, a Eslovénia também manifestou o seu apoio à Hungria e Polónia pois, embora não ameace vetar o acordo, afirma compreender a sua posição.

Esta quarta-feira, em Bruxelas, num debate sobre o próximo Conselho Europeu de 10 e 11 de dezembro, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, lamentou o facto de ainda não haver “luz verde” e que “dois Estados-membros” manifestem dúvidas sobre um mecanismo “indispensável”, que sempre esteve contemplado neste pacote.

“Milhões de europeus esperam urgentemente pela ajuda europeia. Todos nós lhes devemos uma resposta rápida. Àqueles que tiveram de fechar temporariamente os seus restaurantes e lojas para o bem de todos nós. Àqueles cuja existência está ameaçada. Para as pessoas que temem pelos seus empregos, incluindo na Polónia e na Hungria“, declarou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O voto Democrático, dá razão a maioria. Regra que não se aplica no Parlamento Europeu, cujos países que o compõem se declaram como países Democráticos. Não respeitando na integra o Estado de Direito, não tem que pertencer a U.E.

    • Há votações por maioria absoluta e maioria qualificada. Por maioria qualificada depende do nº de países e respetiva população.

  2. A Europa em andamento sempre em altas… nunca estiveram num lado…sempre tiveram em difrentes contextos…sempre em conflitos…hoje parece que gentes esqueceram o passado… a europa nunca foi passifica quanto mais ‘e manta de retalhos com difrentes linguas e culturas..que muita gente ‘hoje’ tenta em nao perceber estas coisas basicas…a europa ‘e classica cultura da revolucao e progresso mas tambem da destruicao… o resto do mundo ‘e imagem desta realiade…todos tentam copiar a europa…. europa ‘e e sempre sera centro do mundo…

RESPONDER

Eriksen continua hospitalizado, mas já enviou cumprimentos aos colegas

O jogador dinamarquês, vítima de um súbito problema cardíaco este sábado, durante o jogo com a Finlândia, mantém-se hospitalizado num estado estável, revelou a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU). "Esta manhã, falámos com Christian Eriksen, que …

Marcelo afasta retrocesso no desconfinamento. SNS "sem pressão grave"

O Presidente da República afastou, este sábado, um retrocesso no desconfinamento a nível nacional, alegando que os serviços de saúde estão longe de uma pressão grave. Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no final de …

Venezuela com 11 casos de covid-19 na véspera do jogo com o Brasil

A seleção venezuelana de futebol chamou 15 novos jogadores para a Copa América, depois de vários elementos da comitiva, entre os quais jogadores, estarem infetados com o coronavírus. Depois de a Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) …

Rui Pereira demite-se da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica em choque com Vieira

Rui Pereira demitiu-se do cargo de presidente da Mesa de Assembleia-Geral (MAG) do Benfica, por sentir que não tem o apoio dos corpos sociais na marcação de uma reunião magna extraordinária. Numa carta enviada ao presidente …

Rui Moreira recandidata-se à Câmara Municipal do Porto

O atual presidente da Câmara Municipal do Porto vai recandidatar-se à presidência da autarquia para um terceiro mandato, confirmou, este domingo, o presidente da direção da associação cívica – Porto, o Nosso Movimento. "É com enorme …

Cancelo testou positivo à covid-19 e será substituído por Dalot

Diogo Dalot vai substituir João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, nos convocados de Portugal, a dois dias da estreia no Euro 2020, informou, este domingo, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "Diogo Dalot, internacional …

Já é possível prever quais as mulheres que poderão ter complicações graves na gravidez

Os métodos atuais para diagnosticar complicações numa gravidez não são sensíveis nem confiáveis ​​o suficiente para identificar todas as gestações de risco. Agora, cientistas descobriram uma forma de testar os níveis hormonais na placenta para …

Crianças têm dificuldade em entender emoções de pessoas com máscara

Um novo estudo mostra que crianças dos três aos cinco anos só conseguem entender as emoções escondidas por detrás das máscaras em apenas 40% das ocasiões. A equipa de investigação U-Vip (Unidade para Deficientes Visuais), liderada …

Cientistas identificam uma rara "hélice" magnética num sistema binário

De acordo com investigações que serão publicadas na revista The Astrophysical Journal, investigadores da Universidade de Notre Dame identificaram a primeira hélice magnética eclipsante num sistema estelar variável cataclísmico. O sistema estelar, conhecido como J0240, é …

Euro2020, 2º dia: Bélgica e Finlândia vencem em dia marcado pelo colapso de Eriksen

A Bélgica estreou-se hoje no Euro2020 de futebol com uma vitória expressiva sobre a Rússia (3-0), no Grupo B, num dia histórico para a Finlândia, mas manchado pelo colapso do dinamarquês Christian Eriksen, que lançou …