Huawei vendeu mais telemóveis que a Apple em 2019

Nem as restrições dos Estados Unidos impediram a Huawei de vender mais telemóveis do que a Apple ao longo de 2019. Atrás da Samsung, conquistou o segundo lugar no pódio das fabricantes de telemóveis preferidas pelos consumidores.

Dados da IDC, CounterpointResearch e Strategy Analysis revelam que, apesar de a Apple ter sido a marca preferida dos consumidores entre outubro e dezembro de 2019, não foi o suficiente para ultrapassar a rival chinesa Huawei.

A tabela da IDC indica que, no ano passado, foram enviados menos 31,6 milhões de telemóveis para retalho, uma queda de 2,3%. “[A queda] representa o segundo ano consecutivo em que são enviados menos aparelhos para retalho, apesar do lançamento de aparelhos 5G e de novos formatos inovadores como os dobráveis”, disse Anthony Scarsella, responsável pela investigação da IDC, em comunicado.

No final de 2019, a líder foi a Samsung. A empresa sul-coreana enviou 295,7 milhões de telemóveis para retalho, o que representa 21,6% do mercado. O segundo lugar do pódio pertence à Huawei, que enviou 240,6 milhões de telemóveis para retalho (mais 49,6 milhões que a Apple).

O sucesso do iPhone 11 ajudou a empresa de Tim Cook a ultrapassar ambas as marcas no último trimestre do ano, com 73,8 milhões de telemóveis enviados para retalho, o equivalente a 20% do mercado.

De acordo com o Público, as chinesas Xiaomi e Oppo ocupam, respetivamente o quarto e quinto lugar na lista de fabricantes de telemóveis mais vendidos. Segundo os valores da IDC, ao longo de 2019, a Xiaomi enviou 125,6 milhões de unidades para retalho e a Oppo enviou 114,3 milhões.

A meio do ano passado, a chinesa Huawei viu-se no meio de uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, depois de Donald Trump incluir a fabricante numa lista de entidades estrangeiras às quais as empresas norte-americanas não podem fornecer serviços ou produtos – o caso da Google.

Com isto, a Huawei deixou de poder utilizar as aplicações do Google nos seus aparelhos. Para diminuir o impacto, a empresa tem estado a contactar contactar criadores de aplicações europeias para que estas sejam disponibilizadas na Huawei App Gallery, a alternativa da empresa chinesa ao Google Play.

A marca está também a disponibilizar um fundo de mil milhões de dólares, mais de 903 milhões de euros, para incentivar programadores a criarem novas aplicações para os telemóveis da marca.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ventura tem "receio" que partido seja ilegalizado

Este domingo, o Chega vai organizar uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura admitiu ter um "receio muito significativo". O Observador avança que a manifestação tem início no Príncipe Real, passa pelo Tribunal Constitucional …

Três mortos e 441 novos casos em Portugal

Este domingo, Portugal regista mais três mortes e 441 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …

Autoridades brasileiras ilibam João Loureiro

João Loureiro já não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, segundo as autoridades brasileiras. As autoridades brasileiras descartaram, este sábado, qualquer ligação do advogado português João …

No Canadá, há dois rios que se encontram (mas não se misturam)

Em Nunavut, no Canadá, há dois rios que se encontram, mas não perdem a sua aparência individual enquanto se movem sinuosamente pela tundra. O Back River flui para o norte em direção ao Oceano Ártico. Ao …

Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei …

Numa cidade na Nova Zelândia, a Páscoa resume-se a exterminar coelhos

Em Alexandra, na região de Otago, os coelhos são considerados pragas, uma espécie que ameaça a biodiversidade do país e a agricultura. Elle Hunt, correspondente do The Guardian em Auckland, na Nova Zelândia, escreveu um artigo …

Reavaliação de barragens da EDP ficou por fazer, depois de Governo ter recuado na decisão

No início do ano passado, o ministério do Ambiente considerou ser necessário reavaliar as barragens da EDP, mas a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Parpública disseram não ter competências para fazer a avaliação …

Portugal bateu recorde de vacinação no sábado. Foram administradas 120 mil vacinas

Este sábado, Portugal registou um recorde diário de pessoas vacinadas contra a covid-19. No total, foram administradas 120 mil doses da vacina. De acordo com os números avançados pela task force responsável pelo plano de vacinação, …

Os milionários estão a fugir de Nova Iorque

A cidade de Nova Iorque está a preparar-se para enfrentar para um êxodo dos seus residentes mais ricos após as autoridades terem aprovado um orçamento que fará com que paguem a maior taxa de impostos …