Hospitais do Porto recebem doentes covid de Lisboa (e esperam “aumento elevado de casos” a norte)

Jean-Christophe Bott / EPA

Com os números da pandemia a acelerar perigosamente, os Hospitais de São João e de Santo António, no Porto, estão a receber doentes com covid-19 que estão internados Lisboa. Isto enquanto esperam que haja “um aumento elevado de casos” também a norte.

O presidente do Conselho de Administração do Hospital São João, Fernando Araújo, confirmou à TSF e à Rádio Renascença que a unidade vai receber doentes covid transferidos de Lisboa.

Estava previsto que, já nesta sexta-feira, fossem transferidos cinco doentes do Hospital Beatriz Ângelo para o São João, conforme apurou o Público.

Também 10 doentes do Hospital Amadora-Sintra devem ser transferidos para o Santo António e para o Hospital de Gaia.

“Olhando para o que está a acontecer na região Centro e Sul, é expectável que na região Norte, nos próximos dias, possamos ter um aumento elevado de casos“, afiança também Fernando Araújo na Renascença.

“Estamos a preparar-nos para os cenários mais exigentes, esperando que tal não aconteça”, aponta ainda o responsável do Hospital São João.

No Hospital Beatriz Ângelo, havia, até sexta-feira, 121 doentes internados com covid-19, 16 dos quais em Cuidados Intensivos, com todas as camas destinadas a pacientes da infecção ocupadas, conforme dados enviados pela unidade ao Público.

Já o Hospital Amadora-Sintra tinha 136 doentes covid internados num total de 150 camas disponíveis, com 18 nos Cuidados Intensivos e somente mais duas vagas nesta área, também de acordo com informações do mesmo jornal.

A transferência de pacientes para o Porto é uma “medida preventiva” perante a expectativa de que a procura pela unidade aumente nos próximos dias.

“Da mesma forma que recebemos doentes nas passadas duas semanas de outros hospitais, agora estamos a actuar em rede e precisamos de aliviar pressão“, salienta fonte do Hospital Amadora-Sintra ao Público.

Entretanto, o Hospital de Santa Maria, também em Lisboa, criou mais camas para internamento através da reorganização de meios, passando das 160 camas para as 210 no que concerne à capacidade de acolher pacientes com covid-19.

O Hospital Garcia de Orta, em Almada, também abriu mais quatro camas de cuidados intensivos e aumentou a capacidade de resposta nesta área para um total de 28 camas, 19 para doentes com covid-19, anunciou a unidade hospitalar.

Este hospital tem internados um total de 123 doentes infectados com covid-19, 105 em enfermaria e 18 em cuidados intensivos, o que significa que tinha, até sexta-feira, apenas mais uma vaga em terapia intensiva.

A pressão sobre os hospitais também já se sente no privado, nomeadamente no Hospital da Luz Lisboa e na CUF.

No Hospital da Luz, “as cerca de 30 camas disponíveis estão todas ocupadas”, com “oito pessoas nos cuidados intensivos (seis adultos e duas crianças)”, como destaca o Público, frisando que a unidade já recebeu 15 doentes de hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …