Hong Kong regista segunda vaga de contágios “extraordinariamente grave”. Governo aumenta restrições

Vivek Prakash / EPA

Os cidadãos de Hong Kong vão ser obrigados a usar máscara em público, medida que faz parte de uma nova lista de restrições para travar a nova vaga de casos de covid-19, anunciaram esta segunda-feira as autoridades.

“A situação epidémica é extraordinariamente grave em Hong Kong”, afirmou o chefe do executivo daquele território, Matthew Cheung, em conferência de imprensa. Segundo o responsável, as reuniões públicas com mais de duas pessoas vão ser proibidas e os restaurantes só poderão vender comida para levar.

Até agora, a obrigação de usar máscara cingia-se aos transportes públicos, as reuniões públicas podiam ter até quatro pessoas e os restaurantes e cafés podiam ter clientes nas mesas até às 18:00. As medidas entram em vigor a 05 de agosto e mantêm o fecho de bares, cabeleireiros, centros de diversão, piscinas e instalações desportivas.



A cidade de Hong Kong está a enfrentar um surto de coronavírus que já infetou mais de mil pessoas nas últimas duas semanas. “Esta é, até agora, a vaga mais desafiadora e crítica de contágios em Hong Kong”, admitiu Cheung, explicando que as próximas duas ou três semanas serão críticas. “Temos de evitar a propagação da doença na comunidade”, disse.

A cidade registou um total de 2.634 infeções até domingo, mas o Governo anunciou esta segunda-feira mais duas vítimas mortais, elevando para 20 o número de mortes por coronavírus em Hong Kong.

Nas últimas duas semanas, foram infetadas 1.164 pessoas, a maioria das quais por transmissão local. Este é o maior aumento de casos em Hong Kong até agora, depois de a cidade ter registado várias semanas, entre os meses de maio e junho, sem casos transmitidos localmente.

China deteta 61 casos nas últimas 24 horas

A China diagnosticou mais 61 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo 41 na região de Xinjiang e 14 na província de Liaoning, indicaram esta segunda-feira as autoridades chinesas. Os surtos, registados em Xinjiang e em Liaoning, ocorreram por transmissão local, assim como mais dois casos diagnosticados na província de Jilin.

Xinjiang fica no extremo noroeste da China, enquanto Liaoning e Jilin são províncias vizinhas, que se situam no nordeste do país.

As autoridades de saúde revelaram que mais quatro casos foram diagnosticados em viajantes estrangeiros, os chamados casos “importados”.

As autoridades de saúde acrescentaram que, até à meia-noite (17:00 de domingo em Lisboa), 10 pacientes tiveram alta, fixando o número total de casos ativos no país asiático em 339, entre os quais 21 permanecem em estado grave. Segundo dados oficiais, a China já registou 83.891 infetados e 4.634 mortos devido à covid-19.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …