Homem fez-se passar por assessor de Marcelo para roubar donativos para Pedrógão

António Cotrim / Lusa

Um homem fez-se passar por assessor de Marcelo Rebelo de Sousa tentar enganar os donos do Grupo Solverde e da Casa Ermelinda Freitas, pedindo dinheiro para as vítimas de Pedrógão Grande, que foi devorada pelas chamas num incêndio em 2017.

Segundo conta o semanário Expresso, Manuel Violas, presidente do Grupo Solverde, receber um telefonema de um homem, que se identificou como Duarte Vaz Pinto, “adjunto do Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa” e que tinha um assunto urgente para tratar, quando ia apanhar o avião para umas férias de Ano Novo.

 

“Disse que uma vítima de Pedrógão precisava de uma cirurgia plástica urgente ao rosto e, em nome do presidente, pediu um donativo. E tinha de ser naquele dia”, contou Manuel Violas a uma procuradora do Ministério Público (MP). “Disse-me que o Presidente pedia sigilo absoluto.”

Manuel Violas concordou em doar cinco mil euros e recebeu por email o número da conta bancária para onde deveria transferir o dinheiro. O “adjunto” do presidente agradeceu e insistiu que não deveria contar nada a ninguém.

Desconfiando que estaria a ser alvo de uma burla, Manuel Violas pediu a um colaborador que entrasse em contacto com a Casa Civil da Presidência da República para reencaminhar o email que tinha recebido.

No mesmo dia, conta o mesmo jornal, Leonor Campos, presidente da Casa Ermelinda Freitas, recebeu um telefonema idêntico da mesma pessoa.

“O Presidente sabe que gosta de ajudar as pessoas”, elogiou o “assessor”. “Disse que o depósito tinha de ser feito em numerário e naquele mesmo dia, até às 10h, senão o doente, uma vítima dos incêndios de Pedrógão, já não seria operada”, contou a empresária a uma procuradora. “Sugeri 1000 euros e ele disse que já era muito bom”.

O dinheiro, porém, não chegou a ser depositado porque a empresária pediu um recibo e o interlocutor disse que voltaria a ligar com instruções, que não chegou a fazer.

Seis meses antes, segundo o Expresso, o verdadeiro Duarte Vaz Pinto, consultor da Casa Civil da Presidência da República, já tinha apresentado uma queixa formal no MP porque um burlão tinha telefonado para oito pessoas diferentes, identificando-se com o seu nome.

Graças a uma aplicação informática, o funcionário da Casa Civil conseguiu identificar o suspeito: Alexandre Alves Ferreira, relações públicas, com uma condenação por burla no cadastro e um historial de utilização de nomes falsos para conseguir produtos de luxo.

(dr) Alexandre Ferreira Alves / Facebook

Alexandre Ferreira Alves

Depois de mais de um ano de tentativas de notificação, o MP acusou o ex-relações públicas de sete crimes de abuso de designação e um de falsidade informática. Manuel Violas e Leonor Campos não apresentaram queixa, por isso Alexandre Alves Ferreira não será julgado por burla.

Para enviar e-mails, de acordo com a TVI, o arguido utilizava uma conta de e-mail falsa com o nome de um dos consultores de Marcelo. Já o NIB fornecido para as transferências era o da mãe de Alexandre.

O início do julgamento está marcado para 8 de dezembro, no Campus da Justiça, em Lisboa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …