Hitler abraçou uma menina judia. 85 anos depois, a foto foi a leilão

(dr) Alexander Historical Auctions

Adolf Hitler abraça Rosa Bernile Nienau, então com 6 anos

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazi ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por mais de 10 mil euros.

Uma fotografia de Adolf Hitler a abraçar uma menina de origem judaica foi esta semana vendida em leilão por 11.520 dólares — cerca de 10 mil euros.

Segundo o The Washington Post, a imagem a preto e branco, feita pelo fotógrafo pessoal do ditador, Heinrich Hoffmann, tem uma dedicatória de Hitler, em tinta azul escura. A imagem retrata-o a sorrir enquanto abraça Rosa Bernile Nienau, então com 6 anos, em 1933 em Berghof, o seu retiro nas montanhas. “À querida e apreciada Rosa Nienau. Adolf Hitler, Munique, 16 de junho de 1933“, diz a inscrição.

O jornal explica que a imagem foi usada como propaganda, numa altura em que o líder nazi era apresentado ao mundo como uma figura gentil e simpática.

Na passada terça-feira, a casa de leilões Alexander Historical Auctions, da cidade de Chesapeake, no estado norte-americano de Maryland, leiloou a foto. Ninguém sabe de que forma a imagem chegou à posse da casa de leilões, nem a identidade do seu comprador  foi revelada.

A casa de leilões revelou que, segundo as suas pesquisas, Hitler soube da origem judaica da menina, mas optou por ignorá-la. A menina, que tinha cerca de 6 anos de idade quando a foto foi tirada, tinha uma avó judia — o que, segundo as leis nazis, fazia com que a menina fosse “um quarto judia”.

Segundo a casa de leilões, Rosa terá visitado Hitler com a mãe, para celebrar o aniversário do ditador, e provavelmente terá sido escolhida para o conhecer por terem nascido no mesmo dia, 20 de abril. Hitler e a menina terão criado uma ligação, tendo-se encontrado várias vezes e trocado correspondência durante cinco anos, até 1938.

De acordo com o livro Hitler’s Alpine Headquarters, de James Wilson, um dos assistentes de Hitler descobriu as raízes judias da jovem e proibiu-a de visitar o retiro.

Após algum tempo, Hitler, que não tinha sido informado desta proibição, perguntou o que tinha acontecido à sua criança favorita – descobrindo que Rosa tinha sido proibida de  o visitar. Segundo o livro, Hitler não ficou nada satisfeito com o facto.

Após a ascensão de Hitler e dos nazis ao poder, os judeus começaram a ser perseguidos. A chamada “Noite dos Cristais”, em 1938, marcou o início do Holocausto, que resultou na morte de seis milhões de judeus. Rosa Nienau morreu de poliomelite em 1943, dez anos depois do encontro com o ditador nazi.

Esta não foi a primeira vez que a casa de leilões de Maryland negociou objectos ligados a Adof Hitler. Em fevereiro de 2017, o telefone vermelho do ditador nazi, apresentado como a “arma mais destrutiva” da história, foi vendido em leilão por 243 mil dólares.

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Qualquer um que saiba de história sabe que Hitler foi atrás dos judeus porque eram a desculpa fácil para justificar a pobreza e desemprego. Os judeus eram o top 1% que detinham a riqueza e o controlo do poder financeiro, os socialistas nazis foram atrás do dinheiro dos mesmos. Caso fossem pobres os judeus tinham sido deixados em paz

    • Não, não é “nem mais”. O Nazismo xenófobo de socialista só tinha o nome porque estava na moda tudo o que soasse a Marx, mas que nunca nada fez no sentido de redistribuição de riqueza ou da eliminação das classes sociais. Mas na realidade o Nazismo foi desde o início inspirado no Fascismo Italiano e Hitler era grande admirador de Mussolini. Dois palhaços que na sua linguagem corporal e discurso de louco furioso, só lembram o Trump.

      Claro que pode ter dado muito jeito ficar com a riqueza dos Judeus. A Suiça que o diga! Mas Hitler perseguiu e chacinou inúmeras outras raças: Ciganos, Polacos, Afro-Germânicos, homossexuais, testemunhas de jeová, prisioneiros de guerra soviéticos e quaisquer pessoas com invalidez ou deficiência.

      A motivação do genocídio Nazi, está longe de ter sido só económico-financeira. Aliás isso era apenas uma consequência bem-vinda. Um juntar do útil ao agradável, por assim dizer.

      • Entre os 25 pontos do Programa Nacional-Socialista adoptado em 1920 encontrava-se a reforma agrária e a nacionalização de alguns indústrias.

        Dentro do Partido Nazi havia uma corrente mais pró-capitalista (Hermann Göring e Heinrich Himmler, por ex.) e outra mais pró-socialista (Joseph Goebbels, por ex.). Otto Strasser foi um membro destacado que abandonou o partido porque acreditava que Hitler tinha traído os objectivos socialistas ao abraçar o capitalismo.

        Por isso, não é descabido apelidar de “socialista” o Partido Nazi.

        • Ou, dito de outra forma, o Partido Nazi viria, com o tempo, a afastar-se do socialismo tanto quanto o português Partido Socialista viria também a afastar-se do socialismo (tendo este tornado-se num partido social-democrata).

          Isto para dizer que os nomes frequentemente não correspondem à prática real. Quem não se lembra da República “Democrática” Alemã, ou a República “Democrática” Popular da Coreia do Norte…

  2. Com vários comentários acerca de democracia e socialismo e bla bla bla, qual é a democracia que seja verdadeiramente democrática, que tipo de democracia nos é imposta? Quais as opções que temos no nosso país à excepção de pagarmos eternamente por tudo o que supostamente é “nosso”? Tudo fica muito lindo e floreado na teoria, na prática dói mais!

  3. Que notícia tão conveniente para alguns descendentes ideológicos da besta…
    Ele tão depressa dava um beijo nojento e cínico como de imediato a mandava para a câmara de gás!!!

RESPONDER

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …

Vai nascer um Pavilhão de Gelo em Lisboa (com apoio do Governo e de fundos públicos)

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, está certo de que, ainda nesta legislatura, vai nascer um Pavilhão do Gelo para a prática de desportos em Lisboa, com apoio de …

Sudão. Crimes contra a humanidade em ataques que mataram 120 manifestantes

Os ataques que em junho mataram pelo menos 120 manifestantes no Sudão podem configurar crimes contra a humanidade, revelou um relatório divulgado pela organização Human Rights Watch (HRW), que pede justiça para as vítimas e …

Bloqueios na capital da Bolívia levam à escassez de alimentos e de combustíveis

Os bloqueios nas estradas de acesso a La Paz, capital da Bolívia, e aos arredores, usados nos protestos que se somam à tensa crise política, impõem aos bolivianos a falta de produtos básicos cujos preços …

Pais da bebé Matilde já ajudaram 38 crianças

Os pais da bebé Matilde, que sofre de uma doença rara, ajudaram 38 crianças com os cerca de dois milhões de euros angariados através de uma campanha de solidariedade. Na página de Facebook "Matilde, uma bebé …