Hillary Clinton fora da corrida presidencial em 2020

Hillary Clinton, a antiga primeira-dama e secretária de Estado, que em 2016 perdeu a corrida presidencial para Donald Trump, não se candidatará à presidência dos Estados Unidos em 2020.

A antiga secretária de estado de Barack Obama anunciou a sua decisão durante uma entrevista esta segunda-feira ao canal de televisão nova-iorquino News 12, sublinhando, no entanto, que vai continuar atenta e interventiva na vida pública. “Vou continuar a trabalhar, a falar e a bater-me por aquilo em que acredito”, afirmou.

“O que está em jogo no nosso país, as coisas que estão a acontecer neste momento, são muito perturbadoras”, disse. Questionada sobre se tenciona candidatar-se a qualquer outro cargo público, Hillary Clinton respondeu apenas: “Penso que não”.

A antiga primeira-dama e secretária de Estado da administração Obama pôs assim termo à especulação crescente sobre a sua possível candidatura às presidenciais do próximo ano nos Estados Unidos e admitiu que já conversou com alguns dos candidatos democratas que estão a posicionar-se para a corrida. “A todos já disse que não tomem nada por garantido”, contou na entrevista ao canal televisivo.

Primeira mulher a participar nas eleições para a presidência do seu país, Hillary Clinton travou uma dura campanha eleitoral com Donald Trump em 2016, ao longo da qual foi perdendo terreno para o seu oponente.

Contra si teve o escândalo dos emails e foi acusada de excessiva proximidade a “tubarões” de Wall Street, por contraste com um progressivo distanciamento dos eleitores.

A sua derrota face a Donald Trump não deixou, no entanto de ser uma surpresa e choque para o partido democrata, que ficou numa posição difícil.

Com as próximas eleições presidenciais no horizonte, os candidatos democratas estão a posicionar-se – 14 já anunciaram a sua participação na corrida – para disputar as primárias, das quais sairá o candidato democrata que vai disputar a presidência do país com Donald Trump. Hillary Clinton está fora.

Michael Bloomberg anuncia que não será candidato

O antigo presidente da Câmara de Nova Iorque e multimilionário Michael Bloomberg, que há meses pondera lutar por uma investidura democrata às presidenciais de 2020, anunciou através da rede social Twitter que não se vai candidatar.

“A escolha que enfrentava era clara: deveria passar os próximos dois anos a falar das minhas ideias e do que fiz, sabendo que poderia nunca alcançar a investidura democrata? Ou passá-los a continuar o trabalho que faço e que já financio, que eu sei que pode produzir verdadeiros resultados, benéficos para o país?”, avançou Bloomberg, atualmente envolvido com as alterações climáticas.

Dei-me conta de que prefiro fazer do que falar. E concluí que a melhor forma de ajudar o país é a de arregaçar as mangas e continuar a trabalhar”, concluiu o multimilionário de 77 anos, um dos homens mais ricos do mundo.

A Casa Branca não é um sonho novo para Bloomberg, que já tentou alcançá-lo, mas como independente. No outono passado inscreveu-se no Partido Democrata e passou os últimos meses a cortejar os eleitores às primárias, apresentando-se como um centrista.

A decisão de Bloomberg não o retira do panorama das eleições de 2020 e o seu papel de opositor de Donald Trump começará a fazer sentir-se à medida que a sua equipa for libertando a quantidade massiva de informação que tem vindo a preparar para derrotar o atual Presidente norte-americano.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …