//

Harvard expulsa 10 alunos por “memes” xenófobos, racistas e sexistas

4

A Universidade de Harvard cancelou o processo de candidatura a dez alunos por terem partilhado conteúdos de teor sexista e racista nas redes sociais. Piadas de mau gosto sobre o Holocausto e o abuso de crianças são alguns dos exemplos.

Harvard está entre as mais prestigiadas instituições de ensino de todo o mundo. Do organismo norte-americano são reconhecidas as práticas de seleção rigorosas e, por causa disso, a universidade expulsou dez alunos por terem publicado nas suas contas das redes sociais ‘memes’ com conteúdos ofensivos.

Os alunos foram apanhados a publicar vários conteúdos com teor sexista e racista, segundo aponta o Harvard Crimson. Os alunos publicaram as imagens num grupo privado do Facebook denominado “Harvard memes for horny bourgeois teens” (“Memes de Harvard para adolescentes burgueses excitados” na tradução para português).

Segundo a mesma fonte, no grupo do Facebook abundavam as imagens com piadas relativas ao Holocausto, assim como piadas à morte de crianças, material racista e um post que se referia ao hipotético enforcamento de uma criança mexicana como “Hora da Piñata”.

O grupo era alimentado por participações de um alegado ritual de iniciação à universidade, o “Harvard College Class of 2021”. Quem cumprisse esta praxe, ganhava acesso ao grupo do Facebook usado para estas piadas de mau gosto.

Os dez alunos receberam então uma convocatória para explicar a sua conduta perante a instituição de ensino que, apesar das muitas e diversificadas justificações, cancelou o processo de candidatura.

A frequência da Universidade de Harvard, uma das mais caras dos EUA, pode chegar a ter um custo final de quase 260 mil dólares, mas, segundo a Investopedia, as oportunidades de carreira que proporciona mais do que compensam o elevado investimento inicial.

4 Comments

  1. “Para aceder a Harvard, é necessário o pagamento de cerca de 2,5 milhões de dólares.”
    Corrijam la isto por favor… 2,5 milhões?!??!?

  2. Se por um lado as pessoas devem ser livres de dizer (não de fazer) as parvoices que entenderem. Por outro, as instituições também têm o direito de não querer admitir pessoas com certo tipo de ideologias de preconceito e intolerância. Parece-me bem. Certos valores universais devem ser promovidos no meio académico.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE