Harley-Davidson rende-se à Europa e transfere parte da produção para fora dos EUA

Um jogo de cintura para fugir às taxas alfandegárias impostas pela UE. A Harley-Davidson estima que as tarifas impostas prejudiquem o seu negócio, traduzindo-se num custo adicional de 2.200 dólares, cerca de 1.884 euros, por cada mota exportada. Assim, vai transferir parte da produção para a Europa.

Esta segunda-feira, a famosa fabricante de motas Harley-Davidson anunciou que vai transferir parte da sua produção dos Estados Unidos para outros países, a fim de evitar as tarifas impostas pela União Europeia, ma disputa entre a Casa Branca e a Europa que está a ameaçar as vendas internacionais da empresa.

Em retaliação às tarifas impostas pelo Governo dos Estados Unidos sobre o aço e o alumínio, a União Europeia impôs tarifas este mês a uma longa lista de exportações americanas politicamente sensíveis, incluindo motociclos. A empresa estima que esta nova taxa irá custar-lhe entre 90 a 100 milhões de dólares por ano, cerca de 77 a 86 milhões de euros.

Num comunicado, a Harley-Davidson, sediada em Wisconsin, informou ao regulador que a tarifa de 25% irá traduzir-se num custo adicional de 2.200 dólares por cada mota exportada dos Estados Unidos para a União Europeia, que a empresa não quer refletir no preço final a pagar pelo consumidor, avança o Jornal de Negócios.

Até ao final deste ano, o impacto das tarifas nas contas da fabricante será de 30 a 45 milhões de dólares. Segundo a Slate, a tarifas sobre as motas aumentaram de 6% para 31%. Para contornar este problema, a empresa irá transferir parte da sua produção para a Europa nos próximos 9 a 18 meses.

“A Harley-Davidson acredita que o tremendo aumento dos custos, se passado para os revendedores e clientes de retalho, terá um impacto negativo, imediato e duradouro, no negócio nessa região”, refere a empresa, no comunicado citado pela Reuters.

A Europa é o segundo maior mercado da empresa. No ano passado, a Harley-Davidson vendeu quase 40 mil motas na Europa, que representaram 14% das vendas totais.

Ainda assim, a fabricante de motas tem feito muitos esforços para aumentar as suas vendas no exterior, para evoluir dos atuais 43% do volume total para 50%. Depois de as suas vendas para o exterior terem caído para o valor mais baixo dos últimos seis anos, a empresa anunciou o encerramento da sua unidade de produção em Kansas City, Missouri.

A Harley-Davidson não adiantou, porém, se os seus funcionários vão perder o seu emprego. No entanto, quer a transferência leve a cortes de empregos ou não, a “icónica marca americana movimenta a fabricação no exterior” não é o tipo de manchete que o Governo de Trump espera que as suas agressivas táticas comerciais gerem.

Harley-Davidson rendeu-se à Europa, acusa Trump

Também esta segunda-feira, o Presidente norte-americano pronunciou-se sobre este assunto, criticando a decisão da fabricante Harley-Davidson de transferir uma parte da sua produção para a Europa, avançou a Renascença.

“Surpreendido”, Donald Trump acusa a empresa que é um dos símbolos dos Estados Unidos de ter sido a primeira “a acenar com a Bandeira Branca“. “Eu lutei arduamente por eles e, no final de contas, não vão pagar tarifas na União Europeia”, disse no Twitter.

As tarifas são apenas uma desculpa para a Harley. Tenham paciência.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Essa fábrica da Harley que irá fechar é o 5º maior empregador de Kansas City. Com esta deslocalização, 637 empregados irão para o olho da rua! De facto, o Trump é um líder genial!!!

RESPONDER

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …