Hackers tiveram acesso a conversas entre diplomatas da União Europeia durante anos

Álvaro Millán / Flickr

Milhares de telegramas diplomáticos da União Europeia foram roubados nos últimos anos por hackers com aparentes ligações ao Governo chinês.

De acordo com o New York Times, os documentos revelam com mais pormenor o nervosismo com a Administração Trump é vista em Bruxelas. Estão também incluídas conversas em que o presidente chinês, Xi Jinping, surge decidido a enfrentar Washington.

Porém, o conteúdo dos telegramas não é tão comprometedor como os dos que foram revelados pela WikiLeaks em 2010 e 2016, do Departamento de Estado dos EUA e do Comité do Partido Democrata norte-americano, respetivamente.

Mas a operação “põe em evidência a proteção notavelmente fraca das comunicações de rotina entre representantes da União Europeia após anos de divulgações embaraçosas de documentos governamentais em todo o mundo”.

Numa das comunicações, os diplomatas descrevem o encontro em Helsínquia entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o Presidente russo, Vladimir Putin, como “um sucesso (pelo menos para Putin)“.

Noutra mensagem, sobre a cimeira UE-China que decorreu em julho passado, os diplomatas dizem que o Presidente chinês, Xi Jinping, disse que o “bullying” de Trump a Pequim parece “um combate de pugilismo sem regras“. “A China não irá submeter-se ao bullying dos EUA mesmo que uma guerra comercial prejudique toda a gente”, terá dito o Presidente chinês.

Segundo o jornal norte-americano, o ataque foi detetado pela empresa Area 1, fundada por antigos funcionários da Agência de Segurança Nacional norte-americana. “Depois de mais de uma década de experiência no combate a operações chinesas, não há dúvidas de que esta campanha está ligada ao Governo chinês”, disse Blake Darche, um dos especialistas da Area 1.

O ataque foi feito com recurso a uma técnica básica, de acordo com a Area1. Esta técnica depende mais da falta de rotinas de segurança dos utilizadores do que de conhecimentos sofisticados por parte dos atacantes. “As pessoas falam sobre hackers sofisticados, mas não houve nada de sofisticado neste ataque”, disse Oren Falkowitz, diretor da Area 1.

Segundo a empresa, os hackers entraram nos sistemas de Chipre através de uma comum operação de phishing, na qual os diplomatas locais foram levados a introduzir informações pessoais em páginas criadas para serem confundidas com sites oficiais. A partir dos sistemas cipriotas, os atacantes conseguiram ter acesso às palavras-passe necessárias para entrarem nas bases de dados da União Europeia.

Os responsáveis da União Europeia dizem que as comunicações mais sensíveis estão guardadas numa rede mais segura e que a proteção das comunicações de rotina está a ser reforçada.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Baixem mais a calças para os chineses e depois queixam-se que eles já são donos de boa parte dos portos europeus, de EDP’S, etc, etc…

RESPONDER

Professora que revelou o que ia sair no exame de Português vai ser demitida

A professora, que foi presidente da Associação de Professores de Português, que em 2017 divulgou o conteúdo do exame de Português foi demitida pelo Ministério da Educação. Edviges Ferreira foi considerada culpada por ter partilhado o …

Asteróide passa esta sexta-feira entre a Terra e a Lua

Um asteróide de grandes dimensões, recentemente descoberto, voará esta semana a uma distância relativamente próxima da Terra, avança o o Centro de Estudos de Objetos Próximo da Terra da agência espacial norte-americana. O asteróide, designado como …

A Física diz que nunca tocamos realmente num objeto

Se está, neste momento, com o telemóvel na mão ou a tocar no seu computador para conseguir ler esta notícia, desengane-se: segundo a Física, não está a tocar em nada. Tudo o que conseguimos ver, tocar …

Se os buracos negros o confundem, prepare-se para os buracos brancos

Os buracos negros podem ser o mistério mais atraente do Universo, mas não são o único tipo de "buraco" no Espaço. Os buracos negros atraem a atenção de muitos amantes de astronomia por serem tão misteriosos. …

MySpace perdeu 12 anos de músicas, fotografias e vídeos

A rede social MySpace anunciou que perdeu todas as músicas, fotografias e vídeos com mais de três anos. A perda de conteúdo deveu-se a uma falha na migração de servidor. O MySpace, outrora uma das maiores …

Pela primeira vez uma mulher vence o prémio Abel, o "Nobel" da matemática

A matemática pioneira Karen Uhlenbeck, antiga professora da Universidade do Texas, em Austin (Estados Unidos), recebeu o Prémio Abel de 2019, tornando-se a primeira mulher a receber a distinção, uma das mais ilustres na área. A …

Após 65 anos, diário revela romance entre rei belga e a madrasta

O rei Balduíno da Bélgica terá mantido uma relação secreta com a madrasta, a princesa Lilian, segunda esposa do seu pai, Leopoldo III. A revelação foi feita 65 anos depois, através dos diários do ex-primeiro-ministro …

Estudo revela que consumo diário de canábis aumenta risco de psicose

O consumo diário de canábis, sobretudo de elevada potência, está fortemente ligado ao risco de desenvolver uma psicose, conclui um estudo, que analisou pessoas em 11 locais da Europa e um no Brasil. Vários estudos observacionais …

Uma bebé nasceu "grávida" do seu irmão gémeo

Mónica Vega realizou uma ecografia durante o sétimo mês da sua gravidez daquela que seria a sua terceira filha. Mas, nas imagens, descobriu que dentro da sua bebé estava outro feto mais pequeno. O caso, que …

Só há um país na União Europeia com melhores estradas que Portugal

Portugal é o segundo estado-membro da União Europeia com estradas com mais qualidade e tem registado desde 2010 uma diminuição do número de mortes em acidentes de viação, revela um relatório divulgado esta terça-feira pela …