Trump e Putin congratulam-se com cimeira “produtiva e útil”

Mauri Ratilainen / EPA

A cimeira bilateral entre Vladimir Putin e Donald Trump em Helsínquia

Os Presidentes dos EUA e da Rússia congratularam-se, em Helsínquia, com a sua primeira cimeira, que consideraram produtiva e muito útil, respetivamente.

“Acabo de concluir uma reunião com o Presidente Vladimir Putin sobre uma série de questões críticas para os nossos dois países. Tivemos um diálogo direto, aberto e muito produtivo”, declarou Donald Trump na conferência de imprensa conjunta no final da cimeira bilateral em Helsínquia, capital da Finlândia.

“As conversações decorreram num ambiente franco e de trabalho. Considero-as muito bem-sucedidas e muito úteis”, disse, por seu turno, o Presidente russo.

O chefe de Estado russo considerou não existirem “razões objetivas” para as dificuldades nas relações russo-americanas, assinalando que a Guerra Fria já terminou e que Rússia e EUA devem resolver os problemas em conjunto.

O Presidente norte-americano pronunciou-se no mesmo sentido, defendendo que Washington e Moscovo devem encontrar formas para “cooperar em relação a interesses partilhados”.

A propósito, Putin disse que Moscovo está pronto para prolongar a colaboração com Washington ao nível dos serviços de informações em relação ao terrorismo e às ameaças cibernéticas. “Os nossos serviços especiais trabalham com muito sucesso”, disse.

Putin reafirmou mais uma vez que Moscovo nunca interferiu nas eleições dos EUA. O Presidente russo disse que a “designada interferência russa” nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016 foi evocada pelo seu homólogo dos EUA durante a cimeira.

“Tive de repetir que o Estado russo nunca interferiu e não tem intenções de interferir no processo eleitoral interno norte-americano”, disse.

A suposta interferência de Moscovo nas eleições dos Estados Unidos constava da agenda da reunião, assim como os conflitos na Síria e na Ucrânia e o desarmamento nuclear.

No início do encontro, o Presidente norte-americano tinha dito que esperava conseguir um relacionamento “extraordinário” com o seu homólogo russo. “Penso que teremos um relacionamento extraordinário (…). O bom entendimento com a Rússia é uma coisa boa, não uma coisa má”, declarou Trump, adiantando crer que “o mundo quer” que os dois se deem bem.

Os dois chefes de Estado reuniram-se no Palácio Presidencial em Helsínquia, no centro da capital finlandesa, que tem uma longa tradição no acolhimento de cimeiras Leste-Oeste.

“Estou muito satisfeito por o encontrar”, disse também o Presidente russo. “Chegou a altura de falar longamente, tanto das relações bilaterais como dos diferentes pontos de tensão no mundo e são bastantes para lhes prestarmos atenção”, assinalou ainda.

No final do encontro privado entre os dois líderes, para o qual a Casa Branca tinha previsto 90 minutos e acabou por durar mais de duas horas, Trump assinalou que ambos tiveram um “começo muito bom”.

Trata-se da quarta vez que Presidentes norte-americanos e russos se encontram na capital da Finlândia depois de Gerald Ford e Léonid Brejnev (1975), George Bush e Mikhail Gorbatchev (1990) e Bill Clinton e Boris Ieltsin (1997).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Venezuelanos acordam com menos zeros nas suas contas e o país paralisado

Os venezuelanos acordaram hoje com menos zeros nas suas contas bancárias devido à reconversão monetária que se iniciou esta segunda-feira por ordem do Governo, que também decretou o dia como não laboral, razão pela qual …

Pelo menos 13 mortos em sismo nas ilhas indonésias de Lombok e Sumbawa

Pelo menos 13 pessoas morreram na sequência de vários sismos que abalaram as ilhas indonésias de Lombok e Sumbawa, indicou um novo balanço das autoridades locais. O sismo de magnitude 6,9 na escala Richter foi um …

"Vergonha e arrependimento". Papa escreve carta a condenar abusos sexuais

O Papa Francisco publicou, esta segunda-feira, uma carta dirigida a todos os católicos do mundo, condenando o crime de abuso sexual por parte de padres e o seu encobrimento e exigindo responsabilidades. A carta do Papa …

Autópsia confirma que Pedro Queiroz Pereira sofreu um enfarte

A autópsia realizada a Pedro Queiroz Pereira confirma que terá sido um ataque cardíaco que fez o empresário português cair de uma escada com oito degraus. A autópsia realizada esta segunda-feira  que Pedro Queiroz Pereira sofreu …

"Propaganda norte-coreana". Varoufakis, Galamba, PSD e Bloco criticam vídeo de Centeno

O ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo está a ser fortemente criticado, da esquerda à direita, pelo vídeo, partilhado esta segunda-feira, no qual aborda a saída da troika da Grécia, depois de oito anos …

Polícias de elite da PSP convocados para trabalhar nas obras

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) da PSP estão a ser chamados para colaborarem como voluntários nas obras de remodelação da messe localizada na Quinta das Águas Livres, em Belas, Sintra. Segundo o Correio da …

Portugueses são dos que menos gastam em viagens turísticas

Os portugueses são dos cidadãos europeus que menos gastam em deslocações de turismo, ao desembolsar em média 136 euros por viagem turística, menos de metade da média da União Europeia, de 336 euros, revelam dados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo recorrer à Justiça, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe ter cancelado o acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Trabalhadores da CGD em greve contra a perda de privilégios

O novo Acordo de Empresa que a Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende implementar está a gerar revolta entre os trabalhadores e já levou à convocação de uma greve para sexta-feira, 24 de …

Asia Argento terá pago a jovem ator que a acusou de assédio sexual

A atriz e realizadora italiana terá pago 380 mil dólares para silenciar um jovem ator e músico que a acusa de assédio sexual quando tinha apenas 17 anos. Asia Argento foi uma das primeiras mulheres da …