/

Hacker tentou envenenar o abastecimento de água de cidade na Flórida

Uma estação de tratamento de água na Flórida foi invadida por um hacker que tentou envenenar a água potável de cerca de 15 mil residentes, alterando o nível de hidróxido de sódio da água – também conhecido como soda cáustica – na sexta-feira.

De acordo com o jornal local Tampa Bay Times, as autoridades fizeram o anúncio esta segunda-feira, detalhando o incidente que aconteceu na instalação de tratamento de água para Oldsmar, uma cidade a noroeste de Tampa.

As autoridades relataram que um operador do sistema de tratamento de água da cidade viu pela primeira vez uma tentativa de aceder ao sistema na manhã de sexta-feira passada, mas presumiu que era o seu supervisor que tinha acesso remoto ao computador.

Por volta das 13h30, o operador apercebeu-se da intrusão do computador quando o rato foi controlado remotamente e clicou em várias funções na tela para alterar o nível de hidróxido de sódio para mais de 100 vezes os seus níveis normais, de acordo com o comunicado do xerife do condado de Pinelas.

O operador mudou os níveis de volta para os seus níveis normais e ninguém ficou em perigo.

Mesmo que o hacker tivesse tido sucesso e um operador não estivesse presente para assistir à mudança a acontecer diante dos seus olhos no computador, a água demoraria entre 24 e 36 horas para chegar ao sistema e os sistemas da instalação de tratamento teriam enviado alertas sobre a mudança antes que a água pudesse chegar às casas dos moradores.

Ainda não se sabe se o intruso residia localmente nos Estados Unidos ou no exterior. As investigações estão em andamento para descobrir quem está por trás do ato.

Efeitos do envenenamento por hidróxido de sódio

Segundo o Interesting Engineering, o hidróxido de sódio é usado em pequenas quantidades para tratar a acidez da água e remover metais. Também é usado como ingrediente ativo em limpadores de ralos líquidos, produtos para aquários e limpadores de forno – e quando usado em níveis elevados, é tóxico.

Os sintomas de envenenamento por hidróxido de sódio incluem inflamação pulmonar, dificuldade para respirar, inchaço na garganta, dor abdominal intensa, queimaduras no esófago e estômago, perda de visão, pressão arterial baixa e irritação da pele, de acordo com a University of Florida Health.

O incidente traz à tona a conversa sobre o acesso remoto a infraestruturas e utilitários críticos e como mantê-los protegidos contra invasões. A solução simples seria remover o acesso remoto, mas isso limitaria o acesso das empresas e instalações.

No ano passado, uma mulher morreu devido a um sério ataque cibernético ao Hospital Universitário de Düsseldorf, na Alemanha, que desativou sistemas de computador.

  Maria Campos, ZAP //

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.