Cientistas criam um novo superdiamante que destrói qualquer material terrestre

Um grupo de cientistas australianos acaba de sintetizar um novo tipo de diamante que é mais duro do que os diamantes normais e é capaz de cortar qualquer coisa.

Os investigadores usaram uma bigorna de diamante, um aparelho usado para criar pressões muito altas, para sintetizar uma Lonsdaleíta, um polimorfo hexagonal de carbono encontrado em meteoritos.

“A estrutura hexagonal dos átomos destes diamantes torna-os muito mais duros do que os diamantes convencionais, que têm uma estrutura cúbica”, disse Jodie Bradby, professora na Universidade Nacional Australiana.

“Conseguimos produzi-los em nanoescala, e isto é entusiasmante porque geralmente, quando se trata destes materiais, menor significa mais forte”, adiantou.

O primeiro cristal de Lonsdaleíta conhecido foi encontrado na cratera de impacto de um meteorito Canyon Diablo, nos EUA, em 1967.

O diamante hexagonal terá surgido devido à má formação de um diamante normal – em vez de formar cubos, formou hexágonos. Esta mudança foi causada pelo calor extremo e pela pressão que o meteorito sofreu ao atingir a Terra.

Universidade Nacional Australiana

O diamante hexagonal é capaz de atravessar qualquer superfície

A Lonsdaleíta já foi sido criada em laboratório, mas para imitar as condições da queda do meteorito, foi preciso expor o carbono a mais de 1.000ºC.

De acordo com o estudo publicado na Nature, os cientistas australianos conseguiram criar um diamante hexagonal 58% mais duro que o diamante comum, a apenas 400°C.

Os investigadores pretendem usar o novo diamante na exploração de minas, devido à sua capacidade de perfurar todos os materiais conhecidos.

“Este diamante não vai ser usado em nenhum anel de casamento. É mais provável que o usemos em minas. Onde quer que seja necessário um material super duro para cortar alguma coisa, este novo diamante tem o potencial para o fazer mais facilmente”, afirmou a cientista.

BZR, ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Só não entendo uma coisa, já se criam diamantes em laboratório que só vão servir para perfurar minas e outros objetos? Não se podia, com este recurso, terminar com o comércio assente em trabalho escravo para encontrar diamantes? Ou estes só tem valor, se a sua proveniência for a exploração da condição humana?

  2. Não termina o comércio existente pois os diamantes artificiais ou sintéticos não são iguais aos existentes na natureza… embora tenham características semelhantes que lhes permitem o seu uso económico na industria, não tem o valor que o “verdadeiro” ainda possui (perfeição, aspecto e o facto de ter levado milhões de anos a ser formado…). A questão da exploração humana é outro assunto, e não é só no mundo dos diamantes que existe.

    • Antonio vou fazer uma colocação,os diamantes hoje produzidos são melhores em qualidade podem ser criados sem uma única inclusão “perfeitos“ como dizem no mundo da gemologia ,o que difere um diamante minado de um diamante de laboratório e que os diamantes minados levam milhares de anos sob pressão e calor intenso dentro da camada terrestre para se formarem e os diamantes produzidos em laboratório demoram apenas algumas semanas por ter este processo de aceleração de pressão e calor feito por máquinas que simulam este processo da natureza, coisa dificil de as grandes mineradoras e os controladores de todo estoque mundial afirmarem ser uma verdade pois iria abalar todo o sistema economico daqueles que tem investem ou produzem diamantes minados ,….perfeição aspecto são melhores nos diamantes de laboratório pois se pode controlar como será formada a pedra .
      quanto a exploração humana enquanto houver um único ser ganancioso e outros que suprem a ganância destes então sempre haverá “escravidão em todas as areas em que o dinheiro vem a frente do ser humano e ainda que não aceitemos somos escravizados pelo sistema ou excluidos dele ficando a merce do sistema mundial . cordialmente o intuito não e desmerecer a vossa colocação mas fazer a minha colocação sem pretensão de ser eu a verdade absoluta. Paz e Luz .

      • Exactamente! Chegou-se ao ponto de ininscrever dados por nanotecnologia para se saber que uns são artificiais e portanto distintos dos naturais! Não interessa a beleza ou a perfeição, o qye interessa é que alguém enriqueça a explorar os outros pagando uma ninharia e com risco da própria vida.

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …

"Mário Centeno está a perder influência no Governo". Os (maus) sinais para o Orçamento de Estado 2020

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 [OE 2020] vai ser apresentada daqui a uma semana e alguns economistas antecipam os riscos do documento, falando de uma "situação potencialmente perigosa para as contas públicas" …