Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Miguel A. Lopes / Lusa

A diretora-geral de Saúde, Graça Freitas

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados Intensivos, a receber ventilação assistida.

Em comparação com os dados de domingo, em que se registavam 1.316 mortos, hoje constata-se um aumento de óbitos de 1,1%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus (30.788), os dados da DGS revelam que há mais 165 casos do que no domingo (30.623), representando uma subida de 0,5%. O surto continua, assim, muito contido, apesar do desconfinamento gradual que tem vindo a ocorrer.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (744), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (322), do Centro (233), do Algarve (15), dos Açores (15) e do Alentejo, que regista um óbito, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados actualizados até às 24 horas de domingo, mantendo-se a Região Autónoma da Madeira sem registo de óbitos.

Os dados da DGS indicam que há, no total, 17.822 pessoas recuperadas, mais 273 do que no domingo.

Contabilizando os casos confirmados, o número de mortes e as pessoas recuperadas, há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal.

Os doentes internados contabilizam um total de 531 pessoas, 72 das quais estão em unidades de cuidados intensivos.

A directora-geral de Saúde, Graça Freitas, refere que há “14 crianças internadas” com covid-19 no Hospital D. Estefânia, em Lisboa, três das quais “vieram de outra região (Alentejo)”.

Duas destas crianças estão nos Cuidados Intensivos, a receber ventilação assistida, apresentando quadros de “doenças crónicas graves”, segundo Graça Freitas.

Esta responsável fala ainda da situação na Azambuja, considerando que foram realizados 346 testes na Sonae, confirmando-se 121 casos positivos. “Pouco mais de 30 dos casos positivos têm sintomas” e uma pessoa está internada, “mas estável”, aponta ainda Graça Freitas.

Alguns dos óbitos do boletim de hoje não são das últimas 24 horas

O secretário de Estado da Saúde esclareceu hoje que apenas seis das 14 mortes de covid-19 incluídas no boletim epidemiológico ocorreram nas últimas 24 horas, resultando os restantes da verificação dos certificados de óbitos feitas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Apenas seis dos 14 novos óbitos ocorreram nas últimas 24 horas e os restantes nove óbitos incluídos no relatório da situação de hoje resultam da verificação dos certificados de óbitos levado a cabo pela DGS”, disse António Lacerda Sales, na conferência de imprensa diária para atualização dos dados referentes ao covid-19.

O secretário de Estado referiu ainda que a taxa de letalidade global é de 4,3% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 16,7%.

Na sua intervenção inicial, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, explicou que os certificados de óbitos eletrónicos emitidos pelo médico são feitos a pacientes suspeitos de covid-19, mas sem terem ainda um teste positivo.

“Nesta situação covid pode acontecer um óbito e a pessoa tem sintomatologia compatível com covid, o médico regista como covid e depois nas horas seguintes, se chegar um teste a dizer que afinal era negativo, que a causa seria outra, obviamente que esse óbito não é contabilizado. O inverso também pode acontecer”, disse Graça Freiras.

A diretora-geral da Saúde frisou que “pode haver pequenas diferenças” no número de óbitos novos em cada dia.

“Agora há muitos poucos casos de óbitos, não estranhem poder haver pequenas diferenças no dia-a-dia que se devem apenas à precisão do certificado de óbito”, sustentou.

121 casos na Sonae da Azambuja

Perto de 350 trabalhadores da Sonae, na Azambuja, já fizeram o teste à covid-19 e 121 testaram positivos, estando uma pessoa internada, avançou hoje Graça Freitas.

“Até à data foram realizados 346 testes [na Sonae na Azambuja], estão a ser feitos mais e destes o último dado que temos é que 121 destas pessoas estavam de facto positivas, sendo que trinta e poucas apresentam sintomas e apenas uma está internada, mas estável e bem”, disse Graça Freitas.

Segundo Graça Freitas, foram realizados testes noutras indústrias e noutras empresas da região, tendo sido detetados dois casos positivos numa dessas empresas e três noutra.

“Portanto, em relação à Azambuja a situação é esta, à medida que se fazem mais testes nos setores da Sonae afetados, que não são todos, encontram-se mais alguns casos positivos e neste momento são 121”, salientou.

Também têm sito feitos testes em várias obras na região de Lisboa e Vale do Tejo e “também têm sido encontrados alguns trabalhadores positivos”, tendo sido tomadas as medidas de saúde pública necessárias.

A diretora-geral da Saúde sublinhou que “a situação de Lisboa e Vale do Tejo está a ser acompanhada com muita atenção, quer no polo da Azambuja, quer nestes pequenos surtos em obras diversas com pessoas que vão de um lado para o outro”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …