Nova adversária de Guterres “entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona” na ONU

EU2016NL / Flickr

Kristalina Georgieva, comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos

Kristalina Georgieva, comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos

A Bulgária mudou a sua candidata ao cargo de secretário-geral da ONU, substituindo Irina Bokova por Kristalina Georgieva, anunciou o primeiro-ministro do país, citado pela AFP. Marcelo Rebelo de Sousa considera que a candidata entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona.

Kristalina Georgieva, candidata apoiada pela chanceler alemã, Angela Merkel, é considerada a mais difícil adversária do ex-primeiro-ministro português António Guterres na corrida à liderança das Nações Unidas.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro búlgaro Boiko Borissov hoje em Sofia.

“Nós acreditamos que é uma candidatura de sucesso”, disse o chefe do governo de centro-direita aos jornalistas na capital búlgara referindo-se à atual comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos.

Kristalina Georgieva foi comissária europeia para a Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e Resposta à Crise, entre 2010 e 2014, e pertence ao partido conservador Cidadãos pelo Desenvolvimento Europeu da Bulgária, ligado ao Partido Popular Europeu (ao qual pertencem PSD e CDS).

O nome de Irina Bokova tinha sido proposto pelos socialistas da Bulgária.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comparou a candidatura de Kristalina Georgieva às Nações Unidas a um concorrente que entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona, sublinhando que António Guterres é um “maratonista natural”.

“Por princípio, Portugal respeita e saúda todas as candidaturas. No entanto, tive aquela sensação de estar a ser corrida uma maratona e de repente aparecer um concorrente que entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona“, afirmou o chefe de Estado em declarações aos jornalistas à saída do congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, que decorre em Lisboa.

O Governo português, por seu lado, disse ver “com serenidade” a entrada de Kristalina Georgieva na corrida à liderança das Nações Unidas, hoje anunciada pela Bulgária, reiterando o valor da candidatura de António Guterres, que foi “transparente e a tempo”.

Em declarações à TSF, Augusto Santos Silva lembra que esta é apenas mais uma candidatura e não acredita que vá tornar “mais difícil” o processo avançado por Portugal.

“Apresentámos a candidatura do engenheiro António Guterres no fim do mês de fevereiro. Fizemo-lo a tempo, com toda a transparência e de forma a que António Guterres fosse sujeito a todas as provas e passos que o processo de seleção a secretário-geral das Nações Unidas hoje exige”, algo que considerou ser “um comportamento exemplar”, afirmou ainda o ministro dos Negócios Estrangeiros.

AF, ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Está tudo podre. Só jogos de bastidores.
    O Centro-Direita não quer perder o comando da “Europa” com a porca do costume a comandar…

    • Sem duvida. É uma autentica vergonha e revela bem os jogos de bastidores.
      É uma vigarice pegada e só mesmo compreensível na lógica que referiu, e bem.
      Não faz qualquer sentido, nem devia ser autorizado, esta senhora entrar na corrida, nesta altura do “campeonato”. É um tratamento desigual face a todos os outros candidatos.
      Quanto a Guterres, espero que ganhe, não apenas por ser português. Trata-se de uma pessoa extremamente humana, condição fundamental para organizações deste tipo, que lidam com a miséria, a falta de dignidade e a desumanização cada vez maior no Mundo. Trata-se ainda dum homem honesto, sério, de quem nunca se ouviu falar em trafulhices, contraraiamente a muitos outros que têm passado pela politica.
      A mim interessam-me dados oficiais, os do INE. Conversa de chácha há muita, geralmente oriunda daqueles que não são da côr politica dele ( a clubite ás vezes tem destas coisas e, provavelmente alguns até acham que Durão Barroso foi um grande presidente da comissão europeia, só porque é da cor), mas enfim.

    • Seria melhor para Portugal, Europa e restante mundo que Guterres fosse afastado. Guterres é um brinde para o Daesh, que tem na invasão dos refugiados islâmicos uma forma de introduzir os seus operacionais nos países “infiéis”.
      Guterres é um fraco em liderança e um incompetente em gestão e … contas. “…é só fazer a conta ! ”
      Ser português, não é argumento suficiente para todos lhe colocar-mos a mão debaixo.
      Guterres é um socialista terceiro-mundista. Não é um líder realista e pragmático.
      Espero que fique em 2º lugar !

  2. Mais uma vez a direita bafienta que controla a UE com os desastrosos resultados que estão á vista tenta á revelia das boas práticas e regras de conduta que devem ser observadas por pessoas de bem, tenta afastar um candidato que cumpriu todos o requesitos, mesmo informais, normais neste tipo de assunto, propondo uma candidata tirada da cartola na ultima fase do processo.
    Uma vergonha.

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …