Nova adversária de Guterres “entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona” na ONU

EU2016NL / Flickr

Kristalina Georgieva, comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos

Kristalina Georgieva, comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos

A Bulgária mudou a sua candidata ao cargo de secretário-geral da ONU, substituindo Irina Bokova por Kristalina Georgieva, anunciou o primeiro-ministro do país, citado pela AFP. Marcelo Rebelo de Sousa considera que a candidata entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona.

Kristalina Georgieva, candidata apoiada pela chanceler alemã, Angela Merkel, é considerada a mais difícil adversária do ex-primeiro-ministro português António Guterres na corrida à liderança das Nações Unidas.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro búlgaro Boiko Borissov hoje em Sofia.

“Nós acreditamos que é uma candidatura de sucesso”, disse o chefe do governo de centro-direita aos jornalistas na capital búlgara referindo-se à atual comissária europeia para o Orçamento e Recursos Humanos.

Kristalina Georgieva foi comissária europeia para a Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e Resposta à Crise, entre 2010 e 2014, e pertence ao partido conservador Cidadãos pelo Desenvolvimento Europeu da Bulgária, ligado ao Partido Popular Europeu (ao qual pertencem PSD e CDS).

O nome de Irina Bokova tinha sido proposto pelos socialistas da Bulgária.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comparou a candidatura de Kristalina Georgieva às Nações Unidas a um concorrente que entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona, sublinhando que António Guterres é um “maratonista natural”.

“Por princípio, Portugal respeita e saúda todas as candidaturas. No entanto, tive aquela sensação de estar a ser corrida uma maratona e de repente aparecer um concorrente que entra nos últimos 100 metros para tentar ganhar a maratona“, afirmou o chefe de Estado em declarações aos jornalistas à saída do congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, que decorre em Lisboa.

O Governo português, por seu lado, disse ver “com serenidade” a entrada de Kristalina Georgieva na corrida à liderança das Nações Unidas, hoje anunciada pela Bulgária, reiterando o valor da candidatura de António Guterres, que foi “transparente e a tempo”.

Em declarações à TSF, Augusto Santos Silva lembra que esta é apenas mais uma candidatura e não acredita que vá tornar “mais difícil” o processo avançado por Portugal.

“Apresentámos a candidatura do engenheiro António Guterres no fim do mês de fevereiro. Fizemo-lo a tempo, com toda a transparência e de forma a que António Guterres fosse sujeito a todas as provas e passos que o processo de seleção a secretário-geral das Nações Unidas hoje exige”, algo que considerou ser “um comportamento exemplar”, afirmou ainda o ministro dos Negócios Estrangeiros.

AF, ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Está tudo podre. Só jogos de bastidores.
    O Centro-Direita não quer perder o comando da “Europa” com a porca do costume a comandar…

    • Sem duvida. É uma autentica vergonha e revela bem os jogos de bastidores.
      É uma vigarice pegada e só mesmo compreensível na lógica que referiu, e bem.
      Não faz qualquer sentido, nem devia ser autorizado, esta senhora entrar na corrida, nesta altura do “campeonato”. É um tratamento desigual face a todos os outros candidatos.
      Quanto a Guterres, espero que ganhe, não apenas por ser português. Trata-se de uma pessoa extremamente humana, condição fundamental para organizações deste tipo, que lidam com a miséria, a falta de dignidade e a desumanização cada vez maior no Mundo. Trata-se ainda dum homem honesto, sério, de quem nunca se ouviu falar em trafulhices, contraraiamente a muitos outros que têm passado pela politica.
      A mim interessam-me dados oficiais, os do INE. Conversa de chácha há muita, geralmente oriunda daqueles que não são da côr politica dele ( a clubite ás vezes tem destas coisas e, provavelmente alguns até acham que Durão Barroso foi um grande presidente da comissão europeia, só porque é da cor), mas enfim.

    • Seria melhor para Portugal, Europa e restante mundo que Guterres fosse afastado. Guterres é um brinde para o Daesh, que tem na invasão dos refugiados islâmicos uma forma de introduzir os seus operacionais nos países “infiéis”.
      Guterres é um fraco em liderança e um incompetente em gestão e … contas. “…é só fazer a conta ! ”
      Ser português, não é argumento suficiente para todos lhe colocar-mos a mão debaixo.
      Guterres é um socialista terceiro-mundista. Não é um líder realista e pragmático.
      Espero que fique em 2º lugar !

  2. Mais uma vez a direita bafienta que controla a UE com os desastrosos resultados que estão á vista tenta á revelia das boas práticas e regras de conduta que devem ser observadas por pessoas de bem, tenta afastar um candidato que cumpriu todos o requesitos, mesmo informais, normais neste tipo de assunto, propondo uma candidata tirada da cartola na ultima fase do processo.
    Uma vergonha.

RESPONDER

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …

"Mário Centeno está a perder influência no Governo". Os (maus) sinais para o Orçamento de Estado 2020

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 [OE 2020] vai ser apresentada daqui a uma semana e alguns economistas antecipam os riscos do documento, falando de uma "situação potencialmente perigosa para as contas públicas" …