“Algo incrível”. Guterres louvado por impedir nações poluentes de falar na cimeira climática

André Kosters / Lusa

O ex-primeiro-ministro e atual secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres

A ONU já tinha anunciado que apenas líderes com um plano de ação climático claro poderiam falar, e parece que António Guterres está decidido em seguir esta diretiva.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, foi louvado na quarta-feira por adotar o que os apoiantes chamam de uma “posição poderosa” para enfrentar a crise climática. Guterres vai excluir as principais economias, incluindo os Estados Unidos, de falar na próxima Cimeira de Ação Climática da ONU por não terem planos climáticos adequadamente ambiciosos e pelo seu uso contínuo do carvão.

Isto é realmente algo incrível. Obrigado a António Guterres“, tweetou o cofundador do movimento 350.org, Bill McKibben.

Austrália, Japão, Coreia do Sul e África do Sul serão impedidos de falar pelo seu apoio ao carvão. O Brasil e a Arábia Saudita, que criticaram o acordo climático de Paris, também serão bloqueados. Os Estados Unidos, que anunciaram planos para desistir do acordo, também não terão direito a uma oportunidade para falar, de acordo com o Financial Times.

Justin Guay, diretor de estratégia climática global do Sunrise Project, com sede na Austrália, classificou a iniciativa de Guterres como potencialmente sem precedentes.

https://twitter.com/Guay_JG/status/1174290563232911360

“A cimeira vai concentrar-se em ações climáticas tangíveis. Não será uma cimeira de discursos nacionais. Em vez disso, a cimeira consistirá em compromissos selecionados de coligações de países, empresas e sociedade civil, anunciando uma série de ações e compromissos verdadeiramente ambiciosos e credíveis“, escreveu a ONU no seu site, citada pela Common Dreams.

“Apenas as ações mais ousadas e revolucionárias vão subir ao palco”, disse Amina Mohammed, vice-secretária geral da ONU, na quarta-feira. “Vamos ver na segunda-feira quem vai fazê-lo”.

Mais oportunidades de emprego

António Guterres disse ainda, esta quarta-feira, que a Cimeira de Ação Climática, na próxima semana, será palco para anunciar soluções baseadas no potencial da natureza e o reforço das oportunidades de emprego digno.

O chefe da ONU disse que a Assembleia Geral, que se realiza até 30 de setembro em Nova Iorque, incluindo a Cimeira de Ação Climática no dia 23, não vai trazer todas as soluções, mas vai dar uma nova dinâmica e “impulso aprimorado” no combate às alterações climáticas.

António Guterres adiantou esta quarta-feira, em conferência de imprensa, que a cimeira vai incluir anúncios de planos significativos para reduzir em 45% as emissões de dióxido de carbono durante a próxima década e para chegar à neutralidade de carbono até 2050.

O secretário-geral da ONU sublinhou também que a Cimeira de Ação Climática pretende incluir a discussão de medidas mais drásticas para combater as alterações climáticas como o fim de subsídios no uso de combustíveis fósseis e o aumento do preço a pagar pelas emissões de carbono.

Segundo Guterres, a Assembleia Geral pretende “dar uma maior dimensão a soluções baseadas no potencial da natureza, criar maneiras mais limpas para o método de trabalho nas contribuições da sociedade, consolidar resiliência, proteger as populações e promover empregos decentes para uma transição justa”.

António Guterres relembrou que é importante apoiar o Fundo Verde para o Clima (Green Climate Fund), para o qual “o mundo desenvolvido” deverá contribuir com fundos monetários anualmente a partir de 2020, para reforçar os compromissos com os países em desenvolvimento na adaptação e mitigação dos efeitos das alterações climáticas.

“Jovens estão absolutamente corretos”

A Cimeira de Ação Climática, na segunda-feira, é precedido pela Cimeira da Juventude sobre alterações climáticas, no fim de semana onde o debate vai ser conduzido por jovens ativistas como Greta Thunberg. “É absolutamente notável a liderança e iniciativas que a juventude mostra em todo o mundo”, comentou o secretário-geral, que acrescentou a esperança de que isso tenha impacto nas famílias e casas dos jovens, em toda a sociedade e que chegue também aos governos dos seus países.

“Tenho três netos e não quero ser responsável por viverem num planeta semi-destruído quando chegarem à minha idade”, confessou o secretário-geral da ONU. Guterres considerou que os jovens “estão absolutamente corretos em pressionar-nos para fazermos melhor e unirmo-nos através da ciência”.

Em várias ocasiões, o secretário-geral disse que o mundo está a “perder a corrida contra as alterações climáticas”, que são um “problema trágico para todas as sociedades do mundo”.

O secretário-geral da ONU também mencionou a forma como cada vez mais instituições públicas e privadas incluem o ambiente nas suas preocupações, como bancos ou agências de notação financeira que incluem os riscos climáticos nas suas análises.

Proprietários de infraestruturas e exploradores de recursos naturais, no valor de indústrias de triliões de dólares, que reduzem a utilização de combustíveis fósseis são também “sinais muito fortes dos mercados de setor privado” que podem afetar as decisões políticas no mundo, disse António Guterres.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

22 COMENTÁRIOS

  1. Esta decisão vai traduzir-se em concreto em quê ???…………….. Os sete Países exonerados desta Cimeira da ONU, irão contribuir para o “Green Climate Fund”???… Cimeiras como esta não deveriam por o contrario, ser uma ocasião para encostar a parede e responsabilizar mais uma vez estes Estados ????………… Excluir não é uma boa opção,………digo eu !

  2. “Uma coisa, é uma coisa; outra coisa… é OUTRA COISA”!!!!
    Poluição, é poluição.
    Alterações Climáticas, maioritariamente, é Manipulação Climática.
    – Porque continuam a misturar alhos com bugalhos??
    – Silenciar países??!! Porquê?? Quais as inconveniências que Guterres teme que sejam despejadas e tornadas oficialmente públicas??
    – Até quando vai continuar a hipocrisia?
    Quem pretende destacar-se do Acordo de Paris é porque sabe perfeitamente como as Alterações Climáticas são fabricadas. Eu faria igual. É por demais evidente!!…
    As pessoas apenas vêem o que querem ver… infelizmente é isso.
    Será que a juventude, algum dia, irá perdoá-lo – a ele e a todos os outros! – quando descobrir que está a ser descaradamente enganada???
    A ver vamos…
    Entretanto: ABRE bem esses olhos, JUVENTUDEEEE!!!
    Assinado: Maria da Maia

  3. o colectivismo segue a todo o vapor….

    triste!

    presumo que então não deixe ninguém falar, especialmente os países africanos e asiáticos que são os que mais poluem com plástico.

  4. ONU?!!!! faz tanta falta como a lepra vermelha!!!! organização tipo máfia….mas muito pior……. e revela-se com os acontecimentos dia a dia. Sobre Maduro e outros ditadores esquerdalhas, nem um pio!!!!!!!

  5. Estou admirado com o Guterres! Uma posição de força e hostilizando os EUA de Trump! Força, Guterres! Se poluem, não podem ir fazer de conta que se preocupam só para granjear simpatias do público!

  6. Simplesmente porque podem e querem ou porque querem silenciar quem denunciaria a farsa do aquecimento global? Concordo com boas práticas, agora firmar que existe algo chamado de aquecimento global sem qualquer tipo de provas já é uma mentira descarada. Depois vêm aqui pessoas que não pesquisam só consomem “noticias” fabricadas e afirmam que o aquecimento é um facto. Isto é tudo falácia pseudo-cientifica. Um exemplo de provas em contrário desta farsa é o testemunho e registos efectuados pelo James Cook, ele registou os níveis do mar naquela época na Antárctida e passados todos estes anos tudo continua igual. E o que existe é um descongelar e um re-congelar contínuo e natural ao longo dos anos.

  7. Se é para ir falar sobre melhorias nas condições climáticas, o que é que estes países vão lá fazer. Se lhes derem a palavra é uma perda de tempo ouvi-los, ou então já mudaram de opinião. O mundo divede-se em dois tipos de pessoas: os que acham que o clima está a mudar, para pior, e os que acham que não existem estudos científicos suficientes a provar este facto e acham que o clima está na mesma, ou até mesmo melhor, ou seja, que os rios estão cada vez menos poluídos e têm cada vez mais água, que o gelo que derrete, na estação seguinte já vai congelar, o facto de estar a aparecer a terra que estava por baixo desse gelo, e que começa a ser alvo de cobiça por parte dos países mais poderosos, tudo isto são mentiras, bas consultar o twiter do Sr. Trump.

  8. Se queres conhecer um gajo, dai-lhe poder…Vejam vocês o que está a ocorrer com o antes tão cordial e democrático Sr. Guterres! Está já a calar e CENSURAR vozes dissonantes de si próprio, de seu posicionamento no tocante ao tema em pauta. Não vou usar adjetivos ( tiranete, etc) muito menos insultos. Não é de meu feitio. Mas esta postura, perdoem o galicismo, a mim, me choca. Até mesmo ao país democrático irmão do Brasil vem a calar!!
    Ora ora…Os postos honrosos vem e vão. Mandatos também. Ficará a mancha do arbítrio e da truculência.

RESPONDER

Jesus "superstar" vence dérbi Fla-Flu, mas sonha regressar a Portugal

Por estes dias, Jorge Jesus continua o seu caminho como superstar no campeonato brasileiro de futebol: o técnico português, que comanda o Flamengo, venceu, este domingo, o dérbi frente ao Fluminense por 2-0, em jogo …

Cientistas encontraram sinais precoces de doença cardíaca em múmias com 4.000 anos

Múmias com quatro mil anos mostraram ter acumulação de colesterol nas artérias, sugerindo que as doenças cardíacas eram provavelmente mais comuns nos tempos antigos do que se pensava. Mohammad Madjid, professor assistente de medicina cardiovascular na …

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …

Bolívia. Resultados preliminares dão vitória a Morales, mas com segunda volta

O chefe de Estado boliviano lidera os resultados preliminares da primeira volta das eleições Presidenciais, mas parece ser obrigado a disputar uma segunda ronda contra o ex-Presidente Carlos Mesa. A autoridade eleitoral da Bolívia indicou que, …

Telemóveis e computadores podem acelerar o envelhecimento

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Oregon State University, nos Estados Unidos, concluiu que a exposição diária à luz azul, como aquela que é emitida por telemóveis e computadores, pode afetar a …

Quatro espeleólogos portugueses desaparecem em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água Quatro …