Guilherme Pinto renuncia à presidência da Câmara de Matosinhos

(dr) cm-matosinhos.pt

O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto

O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto

O presidente da Câmara Municipal de Matosinhos apresentou esta segunda-feira o pedido de renúncia ao mandato, uma decisão que produzirá efeito a partir de dia 1 de fevereiro, anunciou a autarquia.

“Matosinhos e o projeto que, com grande honra, liderei durante onze anos merecem um presidente a tempo inteiro e não alguém que hoje está diminuído nas suas capacidades físicas”, escreveu Guilherme Pinto na missiva enviada à presidente da Assembleia Municipal.

Na carta, o ainda presidente da Câmara Municipal de Matosinhos diz ainda esperar que os matosinhenses “possam apreciar o trabalho” que, “para eles”, as equipas lideradas por si tiveram ocasião de concretizar.

Segundo comunicado da autarquia, Guilherme Pinto apresentou também hoje a demissão de diversos cargos que desempenhava, nomeadamente a presidência do Fórum Europeu de Segurança Urbana, da presidência do Conselho de Administração da Rede Europeia das Cidades e Escolas de Segunda Oportunidade e da presidência da Casa da Arquitetura.

A partir de 1 de fevereiro, a presidência da Câmara Municipal de Matosinhos será assumida pelo atual vice-presidente, Eduardo Pinheiro.

A renúncia de Guilherme Pinto implicará ainda a subida à vereação do sétimo da lista eleita pelo Grupo de Cidadãos Eleitores Guilherme Pinto por Matosinhos nas eleições autárquicas de 2013, Tiago Maia, que assumirá o pelouro do Desporto, até aqui sob a alçada do presidente.

O autarca, que agora renuncia ao seu terceiro mandato, irá encabeçar a Comissão de Honra da candidatura socialista da deputada Luísa Salgueiro à Câmara de Matosinhos.

Guilherme Manuel Lopes Pinto nasceu em Matosinhos a 21 de abril de 1959. Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, foi professor do ensino secundário e exerceu a profissão de advogado.

Vice-presidente da câmara de Matosinhos desde 2001, Guilherme Pinto apresentou, pelo Partido Socialista, a sua primeira candidatura à liderança da autarquia em julho de 2005, numa altura em que profundas clivagens haviam marcado o PS local.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2013, apresentou-se como independente contra o líder da concelhia do PS e presidente da Junta de Freguesia de Matosinhos, António Parada, que também decidiu avançar.

Sob a sua liderança, Matosinhos assistiu à construção do Cais e Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, à requalificação da marginal atlântica, à instalação do novo Centro de Investigação da Indústria Automóvel (CEIIA), à requalificação do Bairro dos Pescadores e do Mercado Municipal de Matosinhos, à reabilitação da Casa de Chá da Boa Nova, ao fim da atividade das petrolíferas no Parque Real, à cobertura total de saneamento básico e à reabertura do Teatro Constantino Nery.

Numa entrevista em março de 2015, e em jeito de balanço dos anos frente à câmara onde começou como deputado municipal, o autarca disse que todos os seus “objetivos essenciais foram cumpridos” e que o seu plano para a cidade estava a ser conseguido: o de a tornar um espaço capaz de “incentivar os cidadãos e criar um clima favorável à criatividade”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Estado recebeu 28 milhões de euros de jogos de casino. Movimentados mais de 4 milhões por dia em 2018

Em 2018, entraram nos cofres públicos 28 milhões de euros provenientes dos casinos e bingos portugueses, num ano em que o volume do jogo ultrapassou os 1.6 mil milhões de euros. Contas feitas, os apostadores movimentaram …

Bundesbank alerta que economia alemã pode estar a entrar em recessão

O Bundesbank alertou que a economia alemã, a maior da Europa, pode estar a recuar durante os meses de verão, depois da contração já registada no segundo trimestre, aumentando a possibilidade de entrar em recessão. No …

Turismo sustentável promove o Alqueva, o "grande lago" da Europa

Thiago Kalisvaart vem de uma família holandesa que navegou durante gerações, seguiu a tradição e lançou-se à água. Mas não navega os mares. Iça as suas velas no Alqueva, o maior lago artificial da Europa …

Estados Unidos dão mais 90 dias para negócios com a Huawei

O Governo norte-americano prolongou, esta segunda-feira, por 90 dias as isenções que permitem ao grupo chinês de telecomunicações Huawei continuar a fazer negócios nos Estados Unidos, indicou o secretário do Comércio, Wilbur Ross. Os EUA consideraram …

Venda de elefantes selvagens de África para zoológicos e parques de diversão proibida pela ONU

A Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas (CITES) deu, no domingo, um passo importante para a proibição da venda de elefantes selvagens a jardins zoológicos, uma "vitória histórica" saudada pelos ecologistas. Uma larga maioria de …

Benfica tem o mesmo plano de Félix para Florentino

Florentino Luís é uma das maiores promessas da equipa do SL Benfica. As "águias" sabem disso e têm um plano para o jogador semelhante ao de João Félix. O SL Benfica não quer dar os seus …

Donald Trump volta a indicar Pence para vice-presidente em segundo mandato

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse no domingo que concorrerá à reeleição no próximo ano com Mike Pence como vice-presidente. "Estou muito feliz com o Mike Pence", afirmou aos jornalistas, antes de embarcar …

Já mais de 5.000 pessoas assinaram a petição contra Museu de Salazar

Pelo menos 5.650 pessoas já assinaram uma petição pública pela intervenção do Governo socialista para impedir a instalação de um museu sobre a antiga ditadura do Estado Novo e seu líder, Salazar, em Santa Comba …

Otília é a 18.ª mulher este ano a morrer num contexto de violência doméstica

Um casal foi encontrado morto em casa, este domingo, em Famalicão. As autoridades apontam para um caso de homicídio, seguido de suicídio, num ambiente de violência doméstica. Segundo o Público, o alerta soou por volta das …

Vítor Baía confronta Scolari com ausência do Euro 2004

Vítor Baía, antigo guarda-redes do FC Porto, confrontou o ex-selecionador português Luiz Felipe Scolari sobre o facto de não ter sido convocado para o Euro 2004. "Era uma opção minha", respondeu o técnico brasileiro. Agora com …