Greve dos motoristas. Governo em alerta total mobiliza polícia e militares

Carlos Barroso / Lusa

O reforço nas escalas das forças de segurança e PSP, GNR e Exército prontos a atuar são algumas das medidas que estão a ser estudadas pelo Governo para minimizar o impacto da greve dos motoristas a 12 de agosto.

O Governo tem pouca esperança de que ainda seja possível evitar a greve marcada pelos motoristas de materiais perigosos para o próximo dia 12 de agosto. “A probabilidade de acontecer a greve é séria“, reconheceu um responsável do Executivo ao Expresso, que não esconde que “causará seguramente transtorno”.

Embora continue a mediar o conflito e a apelar às partes para que cheguem a um acordo, o Governo acha que as empresas não têm margem para ceder mais e que a atitude dos sindicatos não indicia qualquer recuo.

“Estamos a trabalhar para perceber se há alguma margem para ainda evitar a greve. É um caminho muito estreito e que leva o seu tempo”, disse a mesma fonte ao semanário.

De acordo com o jornal, o Governo está já a fazer um reforço para tentar minimizar o impacto desta paralisação. O reforço nas escalas das forças de segurança e PSP, GNR e Exército prontos a atuar são algumas das medidas que estão a ser estudadas para garantir o abastecimento de combustível.

Caso os serviços mínimos não sejam cumpridos, a primeira preocupação é garantir que os camiões com combustível chegam mesmo aos 326 postos integrados na Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA), cita o jornal ECO.

Nesse sentido, o papel das forças de segurança vai ser essencial, não só para conduzir camiões-cisterna como também para evitar ou desmobilizar bloqueios que os motoristas em greve possam vir a organizar. Segundo o Expresso, PSP, GNR e Exército estarão em prontidão para entrar em ação.

A greve está marcada para 12 de agosto e foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM).

Esta semana, não foi alcançado um acordo para os serviços mínimos, depois de uma reunião entre os dois sindicatos e a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), tendo agora de ser estabelecidos pelo Governo.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, já aconselhou os portugueses a abastecer os automóveis antes da greve. “Temos todos de nos preparar. O Governo está a fazer o seu trabalho, mas todos podíamos começar a precaver-nos, em vez de esperarmos pelo dia 12, que não sabemos se vai acontecer. Era avisado podermo-nos abastecer para enfrentar com maior segurança o que vier a acontecer”.

Os representantes dos motoristas pretendem um acordo para aumentos graduais no salário-base até 2022: 700 euros em janeiro de 2020, 800 euros em janeiro de 2021 e 900 euros em janeiro de 2022, o que com os prémios suplementares que estão indexados ao salário-base, daria 1.400 euros em janeiro de 2020, 1.550 euros em janeiro de 2021 e 1.715 euros em janeiro de 2022.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …