Grécia prepara-se para falhar pagamento ao FMI e sair do Euro

matthew_tsimitak / Flickr

Alexis Tsipras, primeiro-ministro da Grécia

Alexis Tsipras, primeiro-ministro da Grécia

A Grécia estará a preparar um plano drástico de nacionalização do sistema bancário e introdução de uma moeda paralela para efectuar pagamentos correntes, para o caso de os países da zona euro não tomarem medidas concretas de combate à crise nem suavizarem as suas exigências.

O ministro-adjunto das Finanças da Grécia, Dimitris Mardas, garantiu esta sexta feira que a Grécia tem dinheiro suficiente e vai pagar os cerca de 450 milhões de euros devidos brevemente ao FMI,  acrescentando que, por enquanto, as “coisas estão bem”.

Em declarações a uma cadeia privada de televisão, citadas pela EFE, Mardas assegurou que com “base nos dados actuais podem-se pagar” as obrigações do estado grego.

Mas segundo o The Telegraph, a Grécia não tem fundos suficientes para pagar ao FMI a tranche de 458 milhões de euros que vence a 9 de abril, e imediatamente a seguir os salários dos funcionários públicos e a segurança social, devidos a 14 de abril – excepto se a zona euro e os credores internacionais decidirem adiantar a próxima tranche do resgate transitório recentemente negociado.

Fontes próximas do Syrziza, citadas pelo jornal britânico, revelaram que o governo está determinado a manter em funcionamento os serviços públicos e a pagar as pensões. Com os fundos públicos em níveis criticamente baixos, o governo grego poderá ser forçado a dar um passo sem precedentes durante a próxima semana: falhar um pagamento ao FMI.

Somos um governo de esquerda. Vamos ter que decidir entre falhar um pagamento ao FMI ou falhar ao nosso povo. Não tem nada que saber“, diz um alto responsável do Syriza, citado pelo Telegraph.

“Poderemos ter que gerir um atraso nos pagamentos ao FMI. Isso poderá causar alguma perturbação nos mercados”, acrescentou a mesma fonte.

O governo de esquerda radical do Syriza preferia restringir o seu braço aos credores da zona euro, mas o próximo pagamento a vencer é ao FMI. Falhar um pagamento é uma decisão de alto risco e de consequências imprevisíveis, que nunca aconteceu a um país desenvolvido.

Caso falhe a data de pagamento, após um período de tolerância de seis semanas a Grécia entra formalmente em incumprimento.

Apesar de o Syriza não pretender despoletar uma situação formal de “default“, considera que uma situação de pré-incumprimento ou um atraso poderão ser uma escalada necessária no seu confronto com os credores europeus e o FMI.

A perspectiva de Atenas é a de que os seus credores ainda não perceberam que a situação mudou dramaticamente desde a eleição do Syriza, em janeiro, e que terão que fazer concessões reais se pretendem evitar que aconteça uma desastrosa ruptura da união monetária – situação repetidamente considerada como impensável.

Mas as pretensões gregas têm esbarrado na insistência dos credores em que sejam implementadas medidas concretas – a que a lista de 26 páginas de reformas apresentada na quarta-feira parece não ter dado resposta.

O antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, recordou que a Grécia tem uma obrigação moral para com os outros países, considerando as exigências gregas de mais tempo e dinheiro como “completamente inaceitáveis”.

“Devemos lembrar-nos de que há países mais pobres do que a Grécia que lhe estão a emprestar dinheiro”, diz Barroso, “portanto uma proposta de corte na dívida grega receberá certamente um não dos seus parceiros”.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Agora é o momento certo pra essa gente incomprir. Assim e até outubro o colapso seria visível. Visível o suficiente para que os eleitores portugueses tivessem juízo!

  2. Faço votos que a Grécia entre em default para a seguir sermos nós e quem sabe a UE e sabe-se lá quem mais. Este sistema capitalista económico que não serve as pessoas terá o seu fim concerteza! Para quando? É uma questão de tempo. Os sistemas, sejam eles quais forem, são para servir as pessoas, as sociedades. Caso contrário têm o destino traçado. Nada como uma crise de sangue para eliminar o joio e surgir uma nova sociedade mais justa, com outra consciência.

    • Este senhor não é bom da cabeça… crise de sangue??? Assim que perdesses uma gota num dedinho estavas a dizer que o teu filho estava traumatizado e que exigias que a NATO restabelecesse a paz no teu bairro…
      Concordo que “Os sistemas, sejam eles quais forem, são para servir as pessoas, as sociedades” e nesse caso o sistema que temos é mau pois rouba a quem trabalha para sustentar chulos pobres ou ricos, os primeiros dão-lhes o voto eos últimos muito dinheirinho e bons tachos…

  3. Gostava de saber onde tantos jornalistas vão buscar tantas diferentes noticias sobre os mesmos assuntos .
    Considerando que as mesmas são tão dispares, obviamente uma grande parte são mentiras. Será que a lei permite isso? E se não permite… porque tal acontece?

PCP quer reposição da reforma aos 65 anos

O Partido Comunista Português propôs esta quinta-feira, no debate na especialidade do Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), a reposição da idade legal de reforma nos 65 anos e dos 25 dias de férias na …

OE2020. Carga fiscal é ainda maior do que o previsto, alerta UTAO

O conceito de carga fiscal usado pelo Ministério das Finanças na proposta orçamental não corresponde ao utilizado pelo INE e pela Comissão Europeia, afirma a UTAO, dando que o valor é “ainda maior” do que …

A matemática ensina-lhe como tirar a chávena de café perfeita

Através de um modelo matemático, uma equipa de cientistas conseguiu encontrar a forma perfeita de fazer uma chávena de café expresso. Para além de ser mais saboroso, há um menor desperdício. Já alguma vez se perguntou …

Irmã de Isabel dos Santos desafia empresária a devolver 75 milhões a Angola

A ex-deputada do MPLA Welwitschia (Tchizé) dos Santos desafiou esta quinta-feira a irmã Isabel a devolver 75 milhões de euros ou dólares a Angola "para resolver o problema", argumentando que "Angola é de todos". "Como cidadã, …

Dakar novamente de luto. Morreu o piloto holandês Edwin Straver

Morreu o piloto holandês Edwin Straver, que estava internado em estado crítico na sequência de uma queda de mota no rali Dakar, na Arábia Saudita. Edwin Straver, piloto de 48 anos da KTM, estava hospitalizado em …

Armas roubadas ao exército suíço encontradas em Vila Nova de Paiva

Um homem foi identificado pelo núcleo de investigação de Moimenta da Beira da GNR, distrito de Viseu, por posse armas que tinha sido roubadas ao exército suiço, avança a agência Lusa esta sexta-feira.  As armas estavam …

Criada molécula capaz de aproveitar todo o espectro da luz solar

Uma equipa de químicos da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, criou pela primeira vez uma molécula capaz de recolher energia de todo o espectro da luz solar, releva um novo estudo. A nova …

O gás escondido no halo da Via Láctea está a escaldar

O XMM-Newton da ESA descobriu que o gás escondido no halo da Via Láctea atinge temperaturas muito mais quentes do que se pensava anteriormente e que tem uma composição química diferente da prevista, desafiando a …

Meio pombo, meio drone. O PigeonBot mostra como é que os pássaros voam

O PigeonBot procura explorar a morfologia das asas de um pombo e mostrar como é que eles voam. Um melhor entendimento disto pode ter aplicações na aeronáutica. Há muitos anos que o dom dos animais de …

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …