“Grande erro” da Europa é não usar máscaras, considera especialista chinês

Enric Fontcuberta / EPA

George Gao, diretor dos Centros de Controlo e Proteção de Doenças da China (CDC), considera que o “grande erro” da Europa no combate à pandemia de covid-19 é o facto de as pessoas não usarem máscaras de proteção individual.

O especialistas em virologia e imunologia participou em alguns dos principais estudos sobre o novo coronavírus que nasceu na cidade de Whuan, detalhando a epidemiologia da doença, tendo também publicado vários artigos sobre o assunto no The Lancet.

Recentemente, e partindo do exemplo da China, Gao aponta aquele que considera ser o “grande problema” da Europa e dos Estados Unidos no combate à doença.

“Na minha opinião, o grande erro [da Europa e dos Estados Unidos] é o facto de as pessoas não estarem a usar máscaras”, disse o especialista em declarações à revista científica Science, que há cerca de dois meses que tentava entrevistá-lo.

E sustentou: “Este vírus é transmitido por gotículas e por contacto próximo. É por isso que é necessário usar máscara, porque quando falamos, saem gotas das nossas bocas. Muitas pessoas têm infeções assintomáticas ou pré-sintomáticas. Ao usar máscara, podemos impedir que gotas carregadas de vírus escapem e infetem outras pessoas”.

A Organização Mundial de Saúde tem alertado que o uso de máscaras pode dar um falso sentimento de segurança e fazer esquecer outras medidas de prevenção contra o novo coronavírus. O porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, afirmou que “as pessoas com sintomas [da covid-19] devem usar máscaras para proteger os outros, bem como as pessoas que cuidam de doentes e estão mais expostas ao vírus”.

“O uso de máscara não garante por si só proteção se não for combinado com outras medidas. O problema é que as pessoas que usam máscara podem ter um falso sentimento de segurança e esquecer outros gestos essenciais, como lavar as mãos”, acrescentou.

Em Portugal, a Direção-Geral de Saúde, liderada por Graça Freitas, tem desaconselhado o uso de máscara, alegando que pode gerar uma “falsa sensação de segurança”.

Na Europa e nos Estados Unidos, ao contrário do que foi sendo adotado pelos países asiáticos, o uso de máscara não tem sido incentivado ou tornado obrigatório.

Nesta segunda-feira, a Áustria entrou na pequena lista de países europeus – que inclui a República Checa e a Bósnia-Herzegovina – que farão do uso de máscaras de proteção obrigatório em locais públicos, tal como escreve o jornal espanhol ABC.

“O vírus pertence à Terra”

Na mesma entrevista, e quando questionado sobre o facto de o Presidente norte-americano, Donald Trump, se referir ao novo coronavírus como “vírus da China”, Gao relembrou que este é um problema da Terra.

“Não é bom chamar o vírus de vírus chinês. O vírus pertence à Terra. O vírus é nosso inimigo comum — não o inimigo de uma pessoa ou de um país“.

Confrontado sobre a investigação do jornal chinês South China Morning Post, que revelou dados do Governo que alegadamente mostram que o primeiro caso foi a 17 de novembro, muito antes de a doença ser conhecida publicamente, Gao diz que “não há evidências sólidas para dizer que já havia casos em novembro.

“Estamos a tentar perceber melhor a origem”, concluiu.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791.000 pessoas em todo o mundo, das quais mais de 38.000 morreram. Dos casos de infeção, pelo menos 163.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O que este Sr.chinês diz já todos sabemos.

    Também sabemos que Portugal e os restantes Países europeus, poderiam acabar com a falta de máscaras de um dia para o outro.

    É um artigo que não é necessário grande tecnologia, até pode ser fabricado em casa!

    Portugal já poderia ter solicitado a empresas Portuguesas, (principalmente aquelas que estão sem trabalho a mandar pessoal para casa , umas para o desemprego, outras para casa ao abrigo da lei off), o fabrico de máscaras, fardas, batas, etc..

    O estado em vez de mandar os trabalhadores para casa ao abrigo da lei off, ( onde vái pagar 70% do ordenado e as empresas 30%), assumia os ordenados por inteiro desses trabalhadores e ficavam a produzir máscaras, fardas, etc… para o estado.

    Ganhavam as empresas, os funcionários e estava resolvido parte do problema.

    Acredito que este Chines possa acreditar que é um erro da OMS, ninguém poderia imaginar outra coisa que não um erro, eu também acredito que foi e continua a ser um erro.

    Mas uma coisa é certa, não só acredito é um facto, na China todos usam máscara e vemos o resultado.

    Na Europa estão a fazer o contrário e o resultado está à vista.
    Mas claro que é um erro como diz o Chinês.

      • Concordo em parte, infelizmente é uma realidade o Mundo acreditou em demasia no que vêm da China!

        No entanto não é necessário ser muito crente para acreditar nesta teoria, que não é única, vários Países tomaram medidas idênticas!

        Veja-se o caso da Republica Checa, os Austríacos e outros Países mesmo na Europa já para não falar dos asiáticos!

        Os gráficos a nível Mundial indicam a eficácia do combate ao Vírus nesses países que tomaram essas medidas, no entanto somos livres de acreditar ou não.

        Eu acredito que usar máscara deveria ser obrigatório e teria evitado muitas mortes.
        Acredito que a mascara evita levar as mãos à boca, evita de levar as mãos ao nariz, evita que alguém contagiado possa contaminar outras pessoas, quando tosse ou espirra dentro de um supermercado, não contaminava os produtos, não contaminava bancadas, etc…

        No entanto aceito que possa estar enganado, e respeito quem pensa de forma diferente.

        Também acredito que a OMS sabe o que está a fazer e não está a errar!

        Ai sim, é preciso ser crente para acreditar na OMS!
        Como sabemos felizmente nem todos os Países estão a seguir as suas recomendações e acredito que vão salvar muitas vidas!

  2. Se não sabeis o que dizeis ficai calados.
    Olhai para o caso de Macau e vede como se protegeu.
    Irrita-me comentários de gente sem discernimento.

  3. Grande erro, se assim o podemos qualificar, foi sobretudo o da China ter deixado as portas escancaradas, (após o Governo ser alertado por alguns Médicos que acabaram silenciados) para a disseminação deste mortal agente !…. não estão em posição de dar lições de moral !

RESPONDER

Cinco anos depois, Volkswagen nega reembolso a 125 mil portugueses lesados

A marca alemã Volkswagen respondeu à Deco Proteste, cinco anos após o caso "dieselgate", informando que não irá indemnizar mais consumidores, tendo em vista os processos judiciais em curso. Segundo noticiou esta sexta-feira a Madremedia, em …

Novo recorde em cinco meses. Mais 780 casos por covid-19 em Portugal

Portugal regista mais seis mortos e 780 casos de infeção por covid-19 esta sexta-feira, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Os números revelados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

"Podemos chegar a 1.000 novos casos por dia". Costa pede cautela

No final da reunião de emergência com o gabinete de crise para o acompanhamento da evolução da covid-19 em Portugal, Costa deixou conselhos e pediu cautela. A reunião, convocada na quinta-feira por António Costa, surgiu …

13 de Outubro em Fátima "sim, mas sem peregrinos". Delegada de Saúde espera que a Igreja se "porte bem"

A delegada de Saúde Pública do Médio Tejo defende que as cerimónias religiosas do 13 de Outubro no Santuário de Fátima decorram "sem peregrinos", esperando que a Igreja se porte "tão bem" como aquando do …

Espanha acusa hackers chineses de roubarem informações de vacina contra coronavírus

O Centro Nacional de Inteligência (CNI) espanhol argumenta que hackers chineses terão, alegadamente, acedido a informações confidenciais sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. A diretora do CNI, Paz Esteban, alerta para um aumento …

Tribunal de Loures. António Joaquim vai manter-se em liberdade

O Tribunal de Loures decidiu esta sexta-feira manter a medida de coação de termo de identidade e residência a António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, após um pedido …

Mesmo com o aumento de infetados, diminuir a quarentena para 10 dias é uma hipótese

A DGS deverá decidir em breve se o período de quarentena pode ser reduzido de 14 dias para apenas 10 dias, mas não para todos os casos. Para ficar menos tempo isolado é necessário cumprir …

Porfírio Silva vê “papel positivo” na candidatura de Ana Gomes, mas critica farpas a Costa

O dirigente socialista Porfírio Silva considera que a candidatura presidencial de Ana Gomes pode ser positiva se não cair na "armadilha" de se centrar no ataque a António Costa e se não "atropelar" o Estado …

Operação Lex. Três juízes acusados de corrupção. Luís Filipe Vieira vai ser julgado por um crime

Os juízes Rui Rangel, Fátima Galante e Vaz das Neves e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estão entre os 17 acusados da Operação Lex. Em causa estão crimes de corrupção, abuso de poder, …

Em tempos difíceis, Von der Leyen diz que “sempre vi em Portugal um forte aliado"

Numa entrevista, Ursula von der Leyen disse que Portugal terá “a tarefa de liderar” com a recuperação da pandemia quando chegar à presidência do Conselho da UE em 2021. E promete uma proposta “mais humana …