Governo vai propor a criação de três impostos europeus

José Sena Goulão / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O Governo português defende que as contribuições de cada Estado-membro da União Europeia (UE) no orçamento comunitário seja de 1,2%. Além disso, Portugal é ainda partidário de que haja a criação de novas fontes de financiamento comunitário, através da criação de três tipos de impostos.

Portugal está assim lado a lado com com a posição da Comissão Europeia e do seu presidente, Jean-Claude Juncker, que defende o aumento da participação dos Estados-membros de 1% para 1,2%, enquanto que a posição do Parlamento Europeu é a de que o aumento seja para 1,3%.

A posição portuguesa foi já transmitida à Comissão Europeia pelo primeiro-ministro, António Costa, e será formalmente institucionalizada na reunião informal do Conselho Europeu de 23 de fevereiro, avança o Público.

Para além do aumento da contribuição por país, as novas fontes de financiamento da União Europeia devem também passar pela criação de três impostos: a taxação digital, a taxação verde e a taxação sobre transações financeiras internacionais.

De acordo com o jornal, a revisão dos critérios orçamentais europeus procura dar resposta à saída do Reino Unido da União Europeia, sendo este Estado-membro contribuinte líquido com 13 mil milhões de euros.

Além disso, acresce a necessidade de mais investimento na segurança e na defesa comuns e o novo quadro de fundos europeus para o pós-2020.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns…. Mais impostos a juntar aos que já temos e multas satesfaz todos os interesses dos portugueses…. Todos os interesses a destruir rendimentos e a fortificar ainda mais a corrupção da classe política sobre o julgo ao contribuinte… Só não se esqueçam que quem recebe 600 ou 700 ou até mesmo 580 euros o dinheiro não chega vai todo para impostos, IVA,sobre taxas, comissões… Multas…. Ou juros por atraso de pagamentos… Enfim mais impostos só dificulta a vida para quem não tem um bom sistema de saúde para quem tem mas escolas públicas para quem tem um mau sistema de segurança ou esquadras degradadas ou para um país que nem se quer bombeiros profissionais tem….. Parabéns a todos por os grandes 3….

  2. Brexit e Portexit …..
    Questiono, já alguém foi a Bruxelas? Têm ideia da quantidade de tecnocratas que vivem à nossa custa? E dos colossais custos de todas estas organizações?
    Digo-vos é gigantesca, só mesmo conhecendo este mundo por dentro se consegue ter uma ideia da sua dimensão.
    Dizem que nos financiam com fundos comunitários, mas é errado o dinheiro é devolvido com juros, razão pela qual muitas empresas após os programas de financiamento ficam de tal forma endividadas que só lhes resta fechar portas. Como o país não emite moeda só lhe resta uma solução aumentar a divida pública até ao dia em que deixará de ser sustentável.
    Por isso só poderão ouvir uma palavra para o futuro, aumento de impostos….
    Mais pensam que são cidadãos europeus??? tentem dizer isso fora da vossa fronteira! Digam isso aos alemães e dinamarqueses. Se apanharem uma constipação na Alemanha tentem ir ao hospital ou comprar medicamentos. Sim tem um cartão europeu de saúde, mas é válido apenas por alguns meses. Tentem comprar uma casa na Holanda, tem de revalidar constantemente a autorização de residência.
    Há tentem recorrer à chamada UE para ver cumpridos os vossos direitos. Esqueçam, anos e a resposta é sempre desfavorável.

    • Conversas de fronteiras é discurso de mariquinhas!.. Isso subam vedações de arame farpado, não vão vir para aí os Espanhois invadir-nos!.. Ridículo… Já foi com medo dos Espanhois que Portugal deu as Índias de mão beijada aos Ingleses. Medricas todos os dias… É sempre o medo do que vem de fora. Tacanhez tuga no seu melhor!

      Agora é por causa dos tecnocratas… Com certeza que é uma vergonha a Comissão Europeia não eleita! com certeza que é uma tristeza a quantidade de parasitas em Bruxelas a mamar à grande sem fazer nenhum. Mas é isso que tem de se mandar abaixo, não é o Mercado Comum nem a União Europeia no seu todo. A UE está doente, por isso há que tratar… E não eutanaziar! Quem pensa assim mata mais com a cura do que com a doença.

      • O problema da UE é que é um enorme centro de interesses e uma megacentral de compras. Para além disso tem efetivamente um enorme corpo de funcionários com salários totalmente obscenos para os padrões nacionais. É uma vergonha ter deputados a receber quase 20 mil euros mês e funcionários a receber 5 e 6 mil euros mais ajudas de custo, carros, etc. Um escândalo.

        Criar mais 3 impostos?! Se esta ideia não viesse do palerma do nosso primeiro-ministro arriscaria que tinha sido um delírio do Tino de Rans.

      • Eu sou totalmente a favor da globalização. Mas não sou parvo de modo a aceitá-la de braços totalmente abertos.
        O que o Trump faz nesse domínio é claramente inteligente. O senhor desconhece a realidade americana. Provavelmente nunca lá viveu nem trabalhou. Vivi e trabalhei em San Francisco durante 23 anos da minha vida e compreendo o problema de cidades como Detroit e outras que não acompanham o ritmo da globalização.
        O problema na globalização é que não podemos abrir o mercado aos produtos brasileiros quando eles nos põem taxas de 20%, 30% e 50%. Somos artolas?!
        Ou o comércio é justo entre as parte ou as condições têm de ser invertidas no sentido de promover essa justiça. E nos USA é o que o Trump tem feito.
        Faz algum sentido estar a importar os veículos do México? Querem vender para os USA montem empresas nos USA. Acho muito bem. Os chineses querem continuar a vender à grandes para os USA? Abram o mercado na mesma medida aos produtos americanos. O senhor é manso, mas o Trump não é.

  3. E já agora acabe-se com a “legalização” dos automóveis comprados na Europa (fora de Portugal), ponham o preço do gasóleo e gasolina igual para todos os estados membros e acabem com o sistema de portagens que é uma perfeita “gatunagem”.

  4. Deixa que o Brexit volta pra trás não tarda.

    Há sempre os velhos do Restelo e os saudosistas do orgulhosamente sós. Mas se no tempo do velho danado, isso apesar de fomentar a miséria Tuga ainda era possível, nos tempos que correm com a tecnologia da informação e a globalização associada. Nacionalismos são a morte de qualquer país… Mas são sobretudo o estrebuche final da resistência à Globalização que além de imparável, é a evolução natural de qualquer sistema, logo de qualquer civilização. Na Pré-História as populações de seres humanos viviam milénios sem nunca se cruzar nem se ver. À medida que foi havendo trocas e intercâmbios culturais, comerciais e genéticos, o mundo foi sempre evoluindo e isso nunca voltou pra trás… Nunca! Depois os Portugueses com os Descobrimentos e as rotas comerciais com o Oriente foram impulsionadores de mais um enorme passo no sentido da Globalização. Já nessa altura Camões falava dos Velhos do Restelo, nos Lusíadas. Há-de os haver sempre!.. Agora estão personificados nos Trumps, nos Brexiters e nos populistas deste mundo.

  5. Chama-se a isto ser mais papista do que o papa e já agora quanto à taxa verde não se esqueçam de a aplicar a todas as ETARs que o fingem ser ao poluirem e que estão à conta do Estado.

  6. Mais uma subida de impostos. É uma das duas únicas coisas que este governo sabe fazer. A outra é culpar a direita. Diminuir a dívida e aumentar o PIB é que nem por isso. Ainda por cima para pagar ao grande projecto falhado que é a UE.

  7. Ora aí está algo em que os políticos portugueses são verdadeiramente os melhores do mundo.
    A criação de novos impostos.

    Bravo ó Costa nem o mister Irrevogável faria melhor.

RESPONDER

Há uma pequena galáxia a orbitar a Via Láctea (e ninguém sabe como foi lá parar)

Segue 1 é o nome da pequena galáxia que orbita muito perto da Via Láctea. O corpo celeste é fraco e de pequenas dimensões, tendo surpreendidos os cientistas - pois ninguém sabe ao certo como …

Morreu o virtuoso guitarrista português Phil Mendrix

Filipe Mendes, mais conhecido por Phil Mendrix, faleceu esta segunda-feira. A notícia foi confirmada pela página oficial do músico português no Facebook. Phil Mendrix, um dos mais virtuosos guitarristas nacionais, morre com apenas 70 anos. O …

Finalmente, a Matemática desvendou quem escreveu "In My Life" dos Beatles

Mais de 50 anos depois da criação da música "In My Life", um dos sucessos dos Beatles, a Matemática concluiu quem foi o autor da canção, depois de tanto John Lennon como Paul McCartney reclamarem …

Com 14 anos Ethan ainda não pode votar, mas já é candidato a governador nos EUA

Ethan Sonnebord ainda não pode votar, mas, aos 14 anos, é candidato do Partido Democrata ao cargo de governador do estado de Vermont, nos Estados Unidos. Ao contrário do que acontece na grande maioria dos estados …

China tenta travar divórcios com “período de reflexão”

Tribunais em toda a China estão a começar a impor aos casais que se querem divorciar um período de espera, de entre duas semanas e três meses, visando travar o aumento no número de separações. Segundo …

Descobertos novos geóglifos que podem reescrever história da Amazónia

Novos geóglifos descobertos no estado brasileiro do Acre reforçam a ideia de que havia uma numerosa população milenar e hierarquizada na Amazónia 2.500 anos antes da chegada dos europeus. Estes dados podem “reescrever” a história …

Ministro da Noruega demite-se após violar regras de segurança em viagem ao Irão

Per Sandberg foi obrigado a demitir-se por ter infringido as regras de segurança do Governo ao não informar sobre uma viagem privada ao Irão e por ter levado o telemóvel profissional. O ministro das Pescas norueguês, …

Bomba de 220 quilos da Segunda Guerra Mundial desativada em França

Uma bomba inglesa de 220 quilos, datada da Segunda Guerra Mundial, encontrada no fim de junho em Rouen, no noroeste de França, foi neutralizada neste domingo, anunciaram as autoridades locais. A operação foi realizada por agentes …

Agência do Ambiente pondera aplicar multas por ruído

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) está a analisar a aplicação de multas para o incumprimento das regras do ruído, obrigando as grandes cidades e infraestruturas de transportes a ter mapas e planos estratégicos para …

Pelo menos dois mortos e um milhão de pessoas afetadas por inundações nas Filipinas

Pelo menos duas pessoas morreram e uma desapareceu nas Filipinas devido a inundações que afetam mais de um milhão de pessoas após a passagem da tempestade tropical Yagi, informaram esta segunda-feira as autoridades. O centro e …