Governo vai enfrentar sexta moção de censura da legislatura

EPP / Flickr

Pedro Passos Coelho

Pedro Passos Coelho

A moção de censura ao Governo que o PCP irá apresentar será a sexta que o executivo de maioria PSD/CDS-PP enfrenta desde que tomou posse em 2011 e a terceira por iniciativa dos comunistas.

O anúncio foi feito no domingo, pelo secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, na sequência dos resultados das eleições europeias, e o texto da moção será apresentado hoje à tarde pelo líder parlamentar comunista, João Oliveira.

A primeira moção de censura que o XIX Governo Constitucional enfrentou foi chumbada pela Assembleia da República a 25 de junho de 2012, um ano e poucos dias depois do executivo liderado por Pedro Passos Coelho ter tomado posse.

Apresentada pelo PCP, a moção teve os votos contra do PSD e do CDS-PP, a abstenção do PS e os votos a favor dos comunistas, BE e partido ecologista Os Verdes.

A 4 de outubro do mesmo ano, o executivo PSD/CDS-PP enfrentou duas moções de censura no mesmo dia, embora apresentadas de forma autónoma pelo Bloco de Esquerda e pelo PCP, rejeitadas com idêntica votação da primeira.

Seis meses depois, a 3 de abril de 2013, o Governo enfrentou a primeira moção do PS, rejeitada com os votos contra das bancadas da maioria e favoráveis de toda a oposição.

A 18 de junho, a meio da crise política desencadeada pela demissão do ministro das Finanças Vítor Gaspar, o Governo foi ao parlamento discutir a quinta moção de censura, desta feita apresentada pelo Partido Ecologista Os Verdes. Uma vez mais a moção foi chumbada com os votos do PSD e do CDS-PP e os votos favoráveis das bancadas da oposição.

A culminar a crise política do verão, o Governo de Passos Coelho apresentou a primeira e até agora única moção de confiança da legislatura, que foi anunciada pelo Presidente da República, numa comunicação ao país. Discutida no Parlamento a 30 de julho do ano passado, a moção de confiança foi aprovada pelos deputados da maioria e contou com os votos contra de PS, PCP, BE e partido ecologista Os Verdes.

Esta moção de censura ao Governo de Passos Coelho será a 26.ª da história da democracia portuguesa mas até hoje só uma derrubou um Governo: aconteceu a 03 de abril de 1987, Cavaco Silva chefiava um Governo de minoria e a moção foi apresentada pelo PRD, mais tarde liderado pelo ex-Presidente da República Ramalho Eanes.

Nas eleições antecipadas, convocadas pelo então Presidente Mário Soares, Cavaco Silva conseguiu para o PSD a primeira de duas maiorias absolutas, governando até 1995.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hotel no Peru vai ser demolido porque destruiu muro da época Inca

A justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por ter destruído, durante as obras, muros incas de 500 anos numa região considerada Património Cultural da …

No Museu do Louvre, os guias turísticos vão ser refugiados sírios e iraquianos

O Museu do Louvre, em Paris, vai treinar refugiados sírios e iraquianos como guias turísticos para os visitantes que solicitam um tour em árabe. Para os refugiados e requerentes de asilo, é agora gratuito entrar no …

Casal inglês tem um bebé com 17 meses (mas recusa-se a dizer se é menino ou menina)

Há casais que não querem saber o sexo do filho antes do momento do parto. Mas para um casal inglês, o parto da criança não acabou com o mistério em relação ao género. Decididos a proteger …

Costinha obrigou Maniche a corrigir livro por causa da história da camisola rasgada

O ex-internacional português Costinha processou o amigo e ex-colega de equipa no FC Porto Maniche por causa do livro "MANICHE 18, As Histórias (ainda) não contadas". Nele, Maniche conta que foi Costinha quem rasgou a …

Coimbra não foi a única a eliminar a carne de vaca. Universidade de Cambridge foi a primeira

A Universidade de Cambridge, no Reino Unido, foi a primeira a dar passos no sentido de eliminar a carne de vaca dentro da instituição e já conseguiu reduzir a sua pegada de carbono em um …

Depois do 4-2-4 contra Costa, Rio muda a táctica para conquistar indecisos

A prestação de Rui Rio nos debates televisivos, nomeadamente contra António Costa, correu muito melhor do que se esperava no seio do PSD. O presidente social-democrata jogou ao ataque, "em 4-2-4" contra o líder do …

Jogadores do Porto irritados com fúrias de Sérgio Conceição

Os jogadores do FC Porto estão incomodados com os ataques de fúria do seu treinador, Sérgio Conceição, que em alguns casos já levaram a situações de humilhação pública. O caso mais mediático foi o de …

Prejuízos na TAP agravam-se e podem afastar Neeleman. Governo já procura novo comprador

A TAP apresentou prejuízos de cerca de 119 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, um agravamento de 29 milhões relativamente a 2018. São os resultados negativos mais elevados desde a privatização da companhia …

"Deixem as vacas em paz!" Marcado mega churrasco de protesto na Universidade de Coimbra

Continuam a chover críticas à Universidade de Coimbra depois da decisão de banir a carne de vaca das cantinas. Associações do sector da produção bovina apelam a que se "deixem as vacas em paz" e …

Parte do programa do PDR é (literalmente) igual ao do PSD

O programa eleitoral do PDR para as legislativas de 6 de outubro é "exactamente igual" ao programa do PSD. São parágrafos inteiros e medidas exactamente iguais, diz o Público. Os programas eleitorais do Partido Democrático Republicano, …