IP alerta: Governo trava melhorias na segurança da ferrovia

Miguel A. Lopes / Lusa

A Infraestruturas de Portugal (IP) assume não ter meios para fazer manutenções recomendáveis para assegurar a total fiabilidade das linhas férreas, por falta de autorização em contratar ou reforçar meios.

A empresa responsável pela gestão da rede ferroviária portuguesa assume não ter meios para fazer manutenções profundas à infraestrutura por falta de autorização em contratar ou reforçar meios necessários.

A admissão da Infraestruturas de Portugal (IP) consta num anexo de um relatório do Gabinete de Prevenção e de Investigação de Acidentes Aéreos e Ferroviários (GPIAAF) sobre o descarrilamento de um comboio na Linha do Douro, em janeiro de 2017. Segundo a empresa, qualquer trabalho extraordinário a que seja obrigada, traduz-se em falhas em outras atividades de monitorização da segurança da ferrovia.

“Qualquer alteração ao roteiro de manutenção em vigor, para deteção de fissuras não detetáveis por inspeção visual, resultará diretamente numa maior afetação de recursos humanos internos que, face ao atual quadro técnico insuficiente, agravado pelas restrições de contratação de recursos humanos impostas pela Tutela, se traduzirá num desfoque de outras atividades mais relevantes para a segurança do sistema”, refere a IP no anexo.

Segundo o Público, a referência a trabalhos extra no relatório não surge por mero a casa, uma vez que na análise ao descarrilamento, o Gabinete de Prevenção e de Investigação de Acidentes Aéreos e Ferroviários sublinha que uma das causas foi, precisamente, “a existência de fissuras” num aparelho de mudança de via (agulha).

O organismo recomendou um maior aprofundamento das operações de manutenção das agulhas à Infraestruturas de Portugal, um tipo de operação que, a ser feito, levará “a desfoque” outras atividades de segurança, por falta de meios.

Apesar do alerta, a IP frisa, contudo, que atualmente o “sistema não apresenta um risco significativo que obrigue à revisão imediata dos procedimentos de inspeção atuais”. No entanto, salienta que uma revisão deste género terá de “ser acompanhada do respetivo reforço de meios e recursos, cuja autorização não depende da IP”.

Quanto à investigação ao descarrilamento, esta concluiu que o mesmo foi provocado por falhas humanas, organizacionais e técnicas, remata o diário.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica, FC Porto e Sporting têm dívida superior a mil milhões de euros

No total, Benfica, FC Porto e Sporting terminaram a época passada com um passivo de 1,118 mil milhões de euros — menos 27 milhões de euros comparativamente à temporada de 2017/18. Os "três grandes" do futebol …

Tribunal de Contas chumba contrato para manter cabines telefónicas

O Tribunal de Contas chumbou o acordo do Governo com a Meo para prolongar o contrato que mantém a funcionar as 8.222 cabines telefónicas no país. A extensão do contrato custaria 2,5 milhões de euros ao …

Vaiado em Boticas, Galamba diz que foi obrigado a dar concessão de exploração de lítio

Depois de ter sido recebido com protestos em Boticas, devido à exploração do lítio, o secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, assegurou que o Governo foi obrigado a dar a concessão, em …

Juventus quer esquecer drama com Ronaldo, mas colegas esperam pedido de desculpas

A Juventus vai reunir-se com Cristiano Ronaldo para resolver a situação da forma mais pacífica possível. Os colegas de equipa esperam um pedido de desculpas do português. A novela de Cristiano Ronaldo no último jogo da …

A cidade do futuro está a chegar. Volocopter promete táxis voadores já em 2022

A empresa alemã Volocopter prometeu na Web Summit que os seus táxis aéreos estarão a operar de forma comercial dentro de dois ou três anos. Em declarações ao ZAP, Alexander Zosel, co-fundador da empresa, disse …

João Mário dispensado dos trabalhos da seleção por lesão

O médio, um dos 25 convocados para os duelos de Portugal com Lituânia e Luxemburgo, de apuramento para o Euro 2020, foi dispensado da seleção nacional, esta segunda-feira, devido a problemas físicos. De acordo com uma …

12 mil anos de história genética mostram que todos os caminhos vão (mesmo) dar a Roma

Afinal, pode haver alguma verdade no famoso provérbio que diz que "todos os caminhos vão a Roma". Essa é a conclusão de investigadores que descobriram a rica história genética da área. No auge do Império Romano, …

Nuno Manta Santos anuncia saída do Marítimo

Nuno Manta Santos deixou de ser o treinador do Marítimo, anunciou, esta segunda-feira, o técnico na sua página do Facebook, deixando a equipa insular no 14.º lugar da I Liga portuguesa de futebol. A saída do …

Marcelo nota "salto" nas relações com Itália mas deixa um desafio à comunidade portuguesa

Esta segunda-feira, em Roma, o Presidente da República considerou que houve "um salto humano" nas relações luso-italianas e um "estreitamento" em termos culturais, económicos e políticos, mas pediu à comunidade portuguesa para "ir mais longe". "Agora …

Falta de funcionários. Brandão Rodrigues responsabiliza algumas escolas por atraso no processo

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, lembrou que algumas escolas demoraram a iniciar o processo de contratação de funcionários, garantindo que atualmente há muito mais assistentes e novas formas de colmatar as necessidades dos …