Governo britânico rejeita “prazo artificial” para apresentar alternativas ao acordo do Brexit

Will Oliver / EPA

O Governo britânico respondeu esta quinta-feira às exigências finlandesas e francesas. Só irá apresentar soluções escritas “quando estiver pronto”.

“Iremos apresentar soluções escritas e formais quando estivermos prontos – não em função de um prazo artificial – e quando a União Europeia demonstrar que está construtivamente empenhada nas mesmas, enquanto [soluções para] a substituição do backstop”, disse um porta-voz de Downing Street, citado pelo jornal Público.

Antti Rinne, primeiro-ministro da Finlândia, disse esta quinta-feira aos jornalistas que tinha ficado acordado que se o Reino Unido não formalizasse uma proposta até dia 30 de setembro, já não o podia fazer, por uma questão de calendário, uma vez que o próximo Conselho Europeu se realiza nos dias 17 e 18 do próximo mês.

Boris tem 12 dias para apresentar à UE por escrito os seus planos para o Brexit (“se existirem”)

Os documentos em causa não constituem uma proposta formal do executivo de Boris Johnson para evitar uma saída da União Europeia sem acordo, a 31 de outubro. De acordo com o diário, tratam-se de observações técnicas e informais, relacionadas com questões aduaneiras e de regulação sanitária, que, refere o Governo britânico, “refletem as ideias que o Reino Unido tem vindo a apresentar”, junto dos líderes europeus.

A Comissão Europeia confirmou a receção da “documentação confidencial” e a existência de negociações técnicas entre Londres e Bruxelas, revelando ainda que Michel Barnier, negociador-chefe da UE, e Stephen Barclay, ministro britânico do Brexit, vão reunir-se esta sexta-feira para novas discussões.

Esta quinta-feira, Boris Johnson insistiu que o Governo britânico está a “fazer progressos” para “garantir que não haverá qualquer espécie de fronteira” entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda e que a cláusula de salvaguarda exigida pela União Europeia para o evitar pode ser eliminada do acordo.

Para o primeiro-ministro britânico, só o facto de Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão, ter dito não ter “uma ligação emocional” com o backstop “já é um progresso”, uma vez que na União Europeia “não diziam isso há um mês atrás”.

Segundo o Financial Times, Boris Johnson está a avaliar as condições para a criação de uma zona de regulação económica que abranja toda a ilha irlandesa e que reduza a necessidade de controlos fronteiriços para determinados produtos, como os agrícolas.

Do lado europeu exigem-se mais detalhes, uma vez que esta solução não permite a movimentação fluida de pessoas e bens na fronteira, além de violar uma série de disposições regulatórias, fundamentais para a solidez do mercado único.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …

Sporting apresentou participação disciplinar à FPF contra o Alverca

O Sporting participou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contra a utilização de Luan pelo Alverca no jogo da Taça de Portugal, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao processo. Em causa, …

Há um país europeu que está a "importar" padres da Índia

O clero irlandês está a ficar cada vez mais envelhecido e as novas gerações parecem menosprezar a profissão. Por isso, a Igreja procura soluções no exterior. Há dois anos, o padre Francis Xavier Kochuveettil aterrou no …

Fábio Silva fez história na goleada frente ao Coimbrões

Fábio Silva, o jovem avançado do FC Porto, fez este sábado história no jogo frente ao Coimbrões: tornou-se o mais jovem de sempre a marcar pelos dragões. No jogo deste sábado para a Taça da …