Governo reafirma possibilidade de recorrer a privados para colocar desempregados

Rodrigo Gatinho / portugal.gov.pt

Ministro do Emprego, da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares

Ministro do Emprego, da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares

O ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social admitiu hoje a possibilidade de o Governo recorrer a outras empresas do setor privado para “encontrar postos de trabalho para os desempregados em Portugal”.

“Uma parte significativa do modelo social europeu passa pelo Estado conseguir garantir medidas ativas de emprego, estímulos, e conseguir muitas vezes até fazer a ligação entre os desempregados que existem e as ofertas no mercado de trabalho”, disse hoje Pedro Mota Soares.

Para isso, “temos de trabalhar e os serviços públicos de emprego já o tem vindo a fazer”, de forma a “ter a capacidade de ir buscar outras empresas ao setor privado, para podermos efetivamente encontrar postos de trabalho para os desempregados em Portugal, muitas vezes especialmente para os desempregados que estiveram muito tempo fora do mercado de trabalho, e que têm uma dificuldade maior”, defendeu.

O governante considerou que essa medida “será certamente importante para essas pessoas”.

“Queremos fazer esse caminho, discutimo-lo ontem [terça-feira] com os parceiros sociais. E posso dizer que na base de uma muita alargada opinião, parece-nos que esse é o caminho que devemos seguir”, adiantou.

Pedro Mota Soares falava aos jornalistas no final de uma cerimónia que assinalou a transferência de terrenos e equipamentos da Câmara de Lisboa para a gestão da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, relativos ao albergue Mitra, que se pretende tornar num polo de inovação social.

À margem da ocasião, o ministro do Emprego divulgou também que o Estado pretende “alocar fundos comunitários para a dimensão da inovação social, para que as instituições sociais possam conseguir ter um conjunto de novas respostas”.

Assim, “no próximo quadro comunitário queremos criar um Fundo de Inovação Social ao qual alocaremos cerca de 122 milhões de euros”, referiu.

Segundo o responsável, o Estado já atribui cerca de um milhão e 200 mil euros por ano em contratos que faz com instituições de solidariedade para ter respostas de creches, lares, serviços de apoio domiciliários e auxílio a pessoas com deficiência.

“É uma parte significativa do Estado Social em Portugal e que é feita com a maior proximidade e qualidade pelas instituições sociais, muitas vezes melhor do que o Estado ao nível central”, reconheceu.

Sobre a possível reposição das pensões no próximo ano, noticiada hoje pelo Correio da Manhã, Pedro Mota Soares afirmou apenas que “face às decisões do Tribunal Constitucional, o Governo entende que qualquer alteração estrutural no sistema de pensões só possa ser feita com um amplo consenso político e até com um amplo consenso social”.

De acordo com o jornal, o executivo está a estudar a hipótese de repor uma parte da pensão sujeita à Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES), como se verificará com os salários da Função Pública.

Quanto à atualização do salário mínimo, considerou-a “importante” e que “é possível discutir agora essa matéria com os parceiros sociais” no sentido de realizar a mesma.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …