Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos três ramos militares.

De acordo com a TSF, o documento de 16 páginas explica que, “na língua portuguesa, é comum o recurso à utilização do género masculino para designar as pessoas de ambos os sexos, o que gera indefinições quanto às pessoas, homens e mulheres a que se refere, e torna as mulheres praticamente invisíveis na linguagem”.

Por essa razão, nos documentos oficiais, aconselha-se estratégias de “neutralização ou abstração” e da “especificação” – ou seja, que se optem por expressões neutras.

A TSF exemplifica, escrevendo que “o coordenador” deverá transformar-se em “a coordenação” e “os participantes” em “quem participa”. A expressão “sejam bem-vindos” deverá ser substituída por “boas vindas a todas as pessoas” e “nascido em” por “data de nascimento”.

Além disso, em vez de “não recrutará um candidato que…” deverá utilizar-se “não recrutará alguém que…” e um “obrigado pela sua colaboração” pode ser substituído por “agradecemos a sua colaboração”.

Já a especificação do género deve ser privilegiada nomeadamente nos textos relativos a recrutamento de pessoal, formulários administrativos ou alocuções em textos em que o orador pretende vincar que se dirige a homens e mulheres. Aqui devem ser utilizadas ou as formas duplas (“Estas instalações destinam-se a alunos e alunas…”), a menção “m/f” ou o uso de barras (“O/A”).

A diretiva diz respeito a todos os documentos de cariz oficial, como “decisões de dirigentes e chefes militares e respetivas comunicações internas e externas, incluindo ofícios” ou “documentos relativos ao recrutamento e à gestão de pessoal”.

A comunicação e relações públicas deverá também ser neutra, incluindo na escolha das imagens a usar: devem refletir a diversidade e mostrar homens e mulheres a trabalhar em conjunto.

O objetivo é, segundo a TSF, “salientar a importância para a utilização de linguagem sensível ao género, dar a conhecer exemplos práticos que previnam a utilização de linguagem discriminatória e contribuir para a eliminação dos estereótipos existentes”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já agora quero deixar algumas sugestões para a inclusão nas Forças Armadas. Refere o artigo que “O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a utilizar uma linguagem mais inclusiva…” Então e as militares também não devem utilizar linguagem mais inclusiva? Não percebo como se quer ser tão neutro e depois logo na primeira frase se utiliza uma expressão onde apenas cabem pessoas do sexo masculino! OS MILITARES? E AS MILITARES, NÃO? Então sugiro que em vez de “o exército” se diga “a exércita” em vez de “o pelotão” se diga “a pelotona” em vez de “o regimento” se diga “a regimenta” em vez de “o cabo” se diga “a caba”, em vez de “o soldado” se diga “a soldada”… etc, etc, etc. Vamos todos (desculpem), vamos todas contribuir para a inclusão.

    • em alguns aspectos concordo consigo
      mas ha termos militares que têm o masculino e o feminino. qual vamos usar?
      se vamos usar o masculino nao estaremos a menosprezar o feminino?
      pelo que sei, na questao dos postos o exercito so usa o masculino havendo tambem o feminino (capitao/capitã, general/generala)
      é complicado nao se usar os dois termos

Apenas 27,2% da população quer tomar a vacina contra a covid-19 assim que for possível

Dados da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), recolhidos em novembro, revelaram que a persiste a desconfiança face à nova vacina contra a covid-19 que chega a Portugal em janeiro, com apenas 27,2% da população …

Covid-19. Portugal com mais 79 mortos e 4.935 novos casos de infeção

Portugal contabiliza esta sexta-feira mais 79 mortos relacionados com a covid-19 e 4.935 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Confinamento ao fim de semana é pouco eficaz, diz estudo

Um novo estudo avaliou as medidas aplicadas em Portugal contra a covid-19, e chegou à conclusão que o impacto da inibição de circulação entre concelhos não é assim tão eficaz. Pelo contrário, optar pelo ensino …

Ação liderada por Ana Gomes reclama indemnização de 400 milhões à Mastercard

Uma associação de defesa de consumidores liderada por Ana Gomes, candidata à Presidência da República, entregou no Tribunal da Concorrência uma ação popular que visa indemnizar todos os consumidores portugueses por práticas lesivas da Mastercard, …

Prémio para profissionais de saúde. Dias de isolamento e doença também contam para receber compensação

O prémio de desempenho para profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que trabalharam no combate à covid-19 na primeira vaga da pandemia foi publicado esta sexta-feira em Diário da República. "O diploma vem …

Injeção no Novo Banco sem Retificativo? Especialistas levantam dúvidas

O Governo diz conseguir fazer a injeção no Novo Banco sem recurso a um Orçamento Retificativo no próximo ano, mas especialistas em finanças públicas consultados pelo ECO duvidam. Tanto António Costa como João Leão dizem que …

Tudo pronto para Marcelo anunciar recandidatura. Mas recolha de assinaturas está a ser dificultada

Marcelo Rebelo de Sousa já tem o discurso escrito e o local escolhido, mas é improvável que o anúncio da recandidatura avance esta semana. De acordo com o Público, Marcelo Rebelo de Sousa está preparado para …

Biden vai pedir aos norte-americanos 100 dias com máscara (e convida Fauci para a sua equipa)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou esta quinta-feira que vai pedir aos americanos para usarem máscaras faciais durante 100 dias para ajudar a reduzir a disseminação de covid-19 no país. "Vou pedir às …

PSD ataca o Congresso, PCP as Festas Nicolinas. Tudo pelo cumprimento das regras anticovid

Esta quinta-feira, o PSD e o PCP trocaram farpas sobre o cumprimento das regras impostas pela pandemia no Congresso dos comunistas e nas Festas Nicolinas de Guimarães. João Oliveira, líder parlamentar do PCP, defendeu a opção …

"Um péssimo orçamento". Teodora Cardoso arrasa OE2021 e realça "os estragos" que provoca

A antiga presidente do Conselho das Finanças Públicas, Teodora Cardoso, critica duramente o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) aprovado no Parlamento, considerando que é "péssimo" e apontando "os riscos" que acarreta. "Este é, a todos …