Governo não tem apoio da esquerda para mudar lei bancária

Paulete Matos, Bloco de Esquerda / Flickr

Mariana Mortágua na X Convenção do Bloco de Esquerda

Mariana Mortágua na X Convenção do Bloco de Esquerda

Os partidos de esquerda não concordam com a solução encontrada pelo Governo socialista para recuperar os oito nomes chumbados pelo BCE para a administração da Caixa Geral de Depósitos.

O Banco Central Europeu chumbou esta quarta-feira oito dos 19 administradores para a Caixa Geral de Depósitos por excesso de acumulação de cargos em órgãos sociais de outras sociedades.

A solução encontrada pelo Governo para recuperar alguns nomes passa por alterar a lei bancária, algo que não terá agradado aos partidos de esquerda que dão apoio parlamentar ao PS.

Tanto para o Bloco de Esquerda como para o Partido Comunista, a mudança da lei é “demasiado permissiva”, cita o Diário de Notícias, e caso haja mudança querem sim apertar mais as regras.

Em declarações ao DN, a bloquista Mariana Mortágua afirma que “o Governo quer fazer o contrário daquilo que defendemos que deve ser feito”.

Já à agência Lusa, a deputada tinha considerado que devia haver sim uma “lei que restrinja, discipline e limite o número de cargos que possam ser acumulados de forma transversal”.

No ponto de vista do BE, a solução passa por partir antes para outros nomes, explica Mortágua ao diário.

“Não está em causa o valor destas pessoas, mas se há uma incompatibilidade, se estas não dão, o que é preciso é procurar outras“, declara.

O PCP tem exatamente a mesma posição e, nas palavras do deputado Jorge Pires, a opinião é clara: “Não estaremos de acordo”.

“Qualquer alteração que vá no sentido de consolidar esta ideia de podermos ter no banco público um gestor que depois possa acumular, com muitas outras responsabilidades, em áreas nomeadamente do setor privado”, afirmou ontem o comunista.

Os partidos de direita também fizeram questão de mostrar o seu desagrado com a solução encontrada pelo Governo para recuperar os oito chumbados pelos BCE.

Do lado do PSD, Luís Montenegro diz que a escolha do Executivo mostra claramente “tudo o que não deve ser feito” e é “um hino à incompetência, ligeireza e displicência do Governo”, cita o DN.

Pedro Mota Soares, do CDS, acrescenta que “é penoso que tenha de ser o BCE a impor o bom senso que o governo de Portugal manifestamente não teve”.

Leonor Beleza está fora

Entre os nomes chumbados pelo BCE, estão Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud, Carlos Tavares, líder do grupo Peugeot Citroen, e Ângelo Paupério, co-presidente executivo da Sonae.

A presidente da fundação afirmou ontem já não estar disponível para um novo convite, uma vez que sempre deixou claro que não queria abdicar das funções que tem na instituição.

“Desde o início, tornei também claríssimo que não estava nem estou disponível para pôr em causa, ou diminuir de intensidade, o meu envolvimento como presidente da Fundação Champalimaud, missão que me foi confiada em testamento por António Champalimaud”, afirmou a presidente, citada pelo Jornal de Negócios.

Além disso, fez questão de avisar “desde o princípio deste processo que não aceitaria receber por isso qualquer remuneração”.

O Governo tem de nomear três mulheres para o conselho de administração da Caixa, o mínimo exigido pelo BCE por questões de paridade.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ponham lá camaradas do BE e PCP e verão se ficarão ou não de acordo e até pode ser que dê direito a um aumentozinho ao já escandaloso número de administradores, isto até parece um concurso de quantos mais melhor!

  2. Até que enfim vemos o BE e o PCP a Assumir responsabilidades no SEU (deles) Governo.
    Tenho que admitir que me enganei. Até cheguei a pensar que podiam pensar passar despercebidos.

  3. a raças e a mesma que castigo temos .venha uma ditadura de verdade vamos ver se isto fica namesma com estes atrevidos e que esta mal

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …